Estávamos todos errados: não eram os homens que caçavam na antiguidade

Os homens antigos são tradicionalmente retratados como caçadores, enquanto as mulheres são coletoras. Mas esse estereótipo pode não ser nada mais do que isso, de acordo com um novo estudo.

A ideia de que os ancestrais do sexo masculino vagavam pela terra com lanças nas mãos enquanto as mulheres ficavam em casa para cuidar dos filhos e preparar refeições parece, na verdade, infundada. Em vez disso os antigos caçadores que viveram há cerca de dez mil eram cerca de metade mulheres, sugere o estudo. Esta descoberta abre novas possibilidades inetressantes de como era realmente a vida dessas mulheres antigas.

Em um estudo publicado na quinta-feira na revista Science Advances, uma equipe de arqueólogos explica que ideias profundamente cimentadas sobre papéis de gênero nas sociedades antigas têm atrasado a ciência.

“[Vários] estudiosos teorizaram que tal divisão de trabalho teria sido menos pronunciada, totalmente ausente ou estruturalmente diferente entre nossos primeiros ancestrais caçadores-coletores. [Mas] apesar de tais considerações teóricas, estudiosos relutaram em atribuir a funcionalidade de caça para ferramentas associadas a enterros femininos.”

Essencialmente, o campo resistiu amplamente às teorias sobre antigas caçadoras em favor da narrativa existente de que as mulheres antigas ficavam em casa para ter ou cuidar dos filhos.

Os arqueólogos atribuem parcialmente esse descuido ao “preconceito de gênero contemporâneo”. No entanto, os restos que eles descobriram no Peru em 2013 podem oferecer grandes evidências da idéia oposta para serem ignoradas.

Randall Haas, o primeiro autor do estudo e professor assistente de antropologia na UC Davis, disse em um comunicado que essas descobertas mudaram completamente a forma como ele imaginou essas sociedades antigas.

“Nossas descobertas me fizeram repensar a estrutura organizacional mais básica dos antigos grupos de caçadores-coletores, e grupos humanos em geral”, disse Haas. “Possivelmente por causa de suposições [históricas] sexistas sobre a divisão de trabalho na sociedade ocidental, descobertas arqueológica de mulheres com ferramentas de caça simplesmente não se encaixavam nas visões predominantes do mundo. Foi preciso um caso forte para nos ajudar a reconhecer que o padrão arqueológico indicava o comportamento de caça real das mulheres.”

Ao contrário de nossos ancestrais mais modernos, que podem deixar para trás evidências escritas para nos ajudar a reimaginar suas vidas, os cientistas que estudam povos do Pleistoceno Superior e do Holoceno Inferior (cerca de nove mil a doze mil anos atrás) têm muito menos evidências.

Para descobrir como eram esses povos antigos, os acessórios com os quais viveram — e com os quais foram enterrados — podem ser a chave. “Os objetos que acompanham as pessoas na morte tendem a ser aqueles que as acompanharam em vida”, escrevem os autores do estudo.

No Peru, a equipe descobriu restos que as análises dentais, ósseas e proteicas sugerem ser um indivíduo do sexo feminino entre 17 a 19 anos. Enterrados ao lado desse indivíduo havia uma variedade de itens tradicionalmente encontrados no kit de ferramentas de um caçador de grandes animais, incluindo projéteis pontiagudos, ferramentas de corte e uma faca.

No total, eles encontraram 24 artefatos neste cemitério relacionados à caça e processamento de grandes animais. Para ter certeza de que a descoberta não foi apenas um acaso, a equipe conduziu uma revisão de 107 sítios arqueológicos que datam da mesma época nas Américas, cerca de dez mil anos atrás.

Com base nas ferramentas encontradas nesses vários cemitérios, a equipe descobriu que eles continham os restos mortais de 16 homens e 11 mulheres caçadoras.

“Modelos plausíveis ​​variam entre 30 e 50% da participação feminina, sugerindo que a caça inicial era provavelmente neutra em relação ao gênero ou quase neutra”, escrevem os autores.

Embora as descobertas apóiem ​​uma nova teoria da igualdade de gênero entre caçadores e caçadores que vivem no Pleistoceno Superior e no Holesteno Inferior, os autores afirmam que mais trabalhos são necessários para reconciliar essas descobertas com evidências mais recentes sugerindo que esses papéis eram divididos pelos sexos. A caça já foi praticada por homens e mulheres antigas, antes que os homens assumissem um papel de liderança neste trabalho?

Os cientistas especulam que a tecnologia mais crua que os antigos caçadores usaram no Pleistoceno Superior e no Holesteno Inferior pode significar que todas as pessoas capazes (machos ou fêmeas) precisariam ser convocados para caçar em prol da eficiência. Sociedades pré-históricas mais avançadas podem ter precisado apenas dos homens para caçar.

Para responder a essas e outras perguntas, os cientistas esperam concluir análises mais comparativas para descobrir por que essas antigas caçadoras podem ser exceções ou se os arqueólogos estão deixando passar detalhe importantes como resultado do pensamento moderno.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …

Governadores pedem a Bolsonaro maior esforço por vacinas

Em meio ao pior momento da epidemia de covid-19 no Brasil, os governadores de 14 estados brasileiros enviaram nesta quinta-feira (04/03) uma carta ao presidente Jair Bolsonaro pedindo um maior esforço para a compra de …

Nova Zelândia lança alerta de tsunami e ordena retirada de habitantes da costa nordeste

Um alerta de tsunami foi emitido após um forte terremoto de magnitude 7,8 nas remotas ilhas Kermadec, na Nova Zelândia, no oceano Pacífico. As autoridades determinaram a retirada de todos os habitantes do litoral …

União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu início ao exame contínuo do dossiê de registo da vacina Sputnik V para verificar sua conformidade com as normas europeias de eficácia, segurança e …

Afrouxar uso de máscaras é "pensamento neandertal", diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou nesta quarta-feira (03/03) a decisão dos estados do Texas e do Mississippi de suspender a obrigatoriedade do uso máscaras para conter a propagação do coronavírus. O democrata …

Argentina só vai habilitar motoristas que fizerem curso sobre igualdade de gênero

A partir de março e 2021 quem quiser tirar carteira de habilitação na Argentina terá de estudar mais do que somente as leis de trânsito, o funcionamento do automóvel e a própria condução de um …

ONGs denunciam grupo Casino na Justiça francesa por desmatamento na Amazônia

Organizações de defesa do meio ambiente e dos povos indígenas denunciaram nessa quarta-feira (3) o grupo Casino na Justiça francesa. A empresa é acusada de responsabilidade no desmatamento da Amazônia através da venda de …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Um cientista criou um algoritmo de computador que pode levar a descobertas transformadoras em energia e cuja própria existência levanta a probabilidade de que nossa realidade possa realmente ser uma simulação. O algoritmo foi criado pelo …

The Crown "é baseada na verdade", diz Harry que dá ideia de convívio com família real

Principe Harry defendeu a série “The Crown” da Netflix, dizendo que – embora não fosse “estritamente preciso” – retratava as pressões da vida dentro da família real. Em uma entrevista com James Corden, do programa americano …

Microsoft acusa hackers chineses de ciberataques a entidades dos EUA com uso de falhas desconhecidas

A Microsoft relatou a detecção de exploits desconhecidos utilizados por hackers chineses "patrocinados pelo Estado" destinados a atacar versões locais da Microsoft Exchange Server a fim de receber informações de entidades dos EUA. Exploit é uma …