Newton está errado. Einstein é o próximo

Z. Levay and R. van der Marel, STScI; T. Hallas; and A. Mellinger / NASA, ESA

Uma equipe internacional liderada pela astrofísica Andrea Ghez, da Universidade da Califórnia em Los Angeles (EUA), mostrou que Newton estava errado e disse que Einstein será o próximo a ser contestado.

Segundo os pesquisadores, quando o físico Isaac Newton fez seu trabalho inovador, ele explicou o mundo de acordo com as leis naturais, mas não tinha dados sobre a gravitação planetária ou o mundo subatômico que poderiam mudar sua compreensão da teoria.

Agora, a equipe diz que a gravidade não funciona de acordo com Newton nem no universo vasto, nem no muito pequeno.

Os dados sobre o estado da gravidade vêm de informações coletadas sobre a estrela S0-2, observada durante uma volta completa de 16 anos em torno do buraco negro no centro da Via Láctea, o Sagittarius A*, usando o Observatório Keck, no Havaí, a quase 4.000 metros de altitude.

Por conta da densidade dos buracos negros, nada pode escapar de seus “horizontes de eventos”, nem mesmo a luz. Sua influência em objetos próximos – mas não o suficiente para serem engolidos – também pode ser medida. É esse o caso da S0-2.

Quanto mais próxima do buraco negro ela passa, se move a mais de 25 milhões de quilômetros por hora. De acordo com Einstein, nessa região tão perto de um buraco negro, os fótons precisam trabalhar dobrado. O comprimento de onda à medida que saem da estrela depende não apenas de quão rápido ela se move, mas também de quanta energia os fótons consomem para escapar do poderoso campo gravitacional do buraco negro.

Newton estava errado

Perto de um buraco negro, a gravidade é muito mais forte que na Terra. De fato, os pesquisadores do novo estudo puderam ver essa “conjunção” de espaço e tempo nas proximidades do buraco negro no centro da nossa galáxia.

“Na versão de gravidade de Newton, o espaço e o tempo são separados e não se misturam; sob Einstein, eles ficam completamente misturados perto de um buraco negro”, disse Ghez.

Então Newton estava errado e Einstein – por enquanto – se mostrou certo. Mas Ghez e sua equipe acham que isso não vai durar muito tempo.

Einstein é o próximo

Os cientistas creem que a teoria da relatividade geral de Einstein é fraca porque não pode explicar completamente a gravidade dentro de um buraco negro. Embora ninguém tenha feito experimentos dentro de um buraco negro para obter dados ainda, a teoria deve vir primeiro.

Claro, os trabalhos de Newton e Einstein são incríveis e existem elementos de verdade em ambos. Einstein nos deu uma melhor compreensão que Newton com sua teoria da relatividade em 1915, mas tal entendimento da gravidade precisa funcionar em qualquer parte do universo, incluindo locais que ainda não estudamos.

Uma tarefa faraônica para qualquer físico teórico, mas uma maneira fácil de mostrar as lacunas de compreensão nas obras de “titãs” como Newton e Einstein.

Um artigo sobre o estudo foi publicado na revista científica Science.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Primeiro-ministro renuncia e coloca fim a governo na Itália

Em discurso no Senado, Giuseppe Conte anuncia que vai deixar o cargo e acusa seu vice, Matteo Salvini, por crise na coalizão de governo. Presidente deve decidir sobre convocação de novas eleições. O primeiro-ministro italiano, Giuseppe …

Governo de Hong Kong espera "volta à calma" sem ceder a demandas de manifestantes

A chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, disse esperar que "uma volta à calma" esteja a caminho no território, depois que a grande manifestação do último domingo (18) acabou sem violência. Depois de …

Cientista americana diz ter certeza que a Terra será atingida por um asteroide

Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após a quase colisão da …

Justiça de El Salvador absolve acusada de homicídio por suspeita de aborto

Promotoria pedia pena de 40 anos de prisão para vítima de estupro que dizia não saber da gravidez até o momento do parto. País da América Central possui uma das legislações mais rigorosas do mundo …

EUA testam míssil após deixarem tratado nuclear

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (19/08) que realizaram um teste com um míssil de cruzeiro. Esse é o primeiro teste feito pelo país desde que deixou oficialmente o Tratado de Forças Nucleares de Alcance …

Astrônomos descobrem 39 galáxias antigas movendo-se tão rápido que nem mesmo o Hubble consegue vê-las

Astrônomos da Universidade de Tóquio (Japão) conseguiram detectar 39 galáxias muito antigas, do início do nosso universo, utilizando dados do espectro infravermelho de telescópios submilimétricos. A luz destas estrelas viajou nada menos que 11 bilhões de …

Trump confirma ter interesse em comprar Groenlândia

O presidente dos EUA, Donald Trump, confirmou em entrevista com jornalistas que tem interesse na compra da Groenlândia. O cientista político Vladimir Shapovalov comenta a declaração do líder norte-americano em entrevista ao serviço russo da …

Brexit sem acordo: tempos duros para britânicos, confirma relatório vazado

Segundo documento do governo vazado para imprensa, Reino Unido estará sujeito a meses de caos de transportes e carência de artigos básicos, caso se separe da UE sem um acordo de transição, como propõe o …

Pesquisadores criam adesivos corporais que verificam a saúde

A universidade de Stanford anunciou um novo experimento: adesivos corporais que leem informações a respeito da saúde da pessoa. Basicamente, os adesivos captam os sinais fisiológicos que emanam da pele, e então transmitem essas leituras de …

Bolsonaro se engana e critica Noruega com vídeo dinamarquês

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a Noruega, que anunciou na semana passada a suspensão de repasses ao Fundo Amazônia. O mandatário, cujas políticas ambientais têm sido alvo de críticas internacionais, publicou um vídeo …