Nova vacina contra a diabetes tipo 1 será testada em humanos

Uma vacina que poderia prevenir a diabetes tipo I em crianças deve iniciar ensaios clínicos em seres humanos em 2018, depois de anos de pesquisa. Não é uma cura e não deve eliminar completamente a doença, mas espera-se que a vacina forneça imunidade contra um vírus que pode causar a condição, potencialmente evitando centenas de novos casos de diabetes por ano.

Mais de duas décadas de pesquisa liderada pela Universidade de Tampere, na Finlândia, forneceram evidências sólidas que ligam um tipo de vírus chamado coxsackievirus B1 ou Vírus de Coxsackie com uma reação autoimune que faz com que o corpo destrua células em seu próprio pâncreas.

A forma de diabetes tipo I – diferente do tipo II, muito mais prevalente, que tende a afetar indivíduos mais tarde na vida – é uma diminuição da capacidade de produzir a insulina usada pelas células do corpo para absorver a glicose do sangue. Esta perda de insulina é o resultado das células beta do tecido pancreático sendo destruídas pelo próprio sistema imunitário do corpo.

Ainda é um mistério por que isso acontece em algumas pessoas, embora possa haver uma causa genética. Sem dúvida, o processo é complexo, e existem inúmeras maneiras pelas quais pode ser desencadeado. Uma delas é a infecção por coxsackievirus B1, um tipo de enterovírus.

Enterovírus não estão aqui para brincadeira. Você pode estar mais familiarizado com a poliomielite, mas estes vírus também podem causar febre aftosa, meningite, miocardite e outras doenças.

Os cientistas suspeitavam de um vínculo entre esse grupo de agentes patogênicos e diabetes por vários anos, mas somente em 2014 os pesquisadores descobriram, usando dados de pesquisas com crianças finlandesas com diabetes tipo 1, que pelo menos um dos seis vírus no grupo B do coxsackievirus estava associado à condição.

Os enterovírus são surpreendentemente comuns em recém-nascidos. E, para alguns deles, podem ter sido o começo de uma doença incurável. “Pode-se estimar a partir dos dados gerados que menos de 5% das crianças infectadas com CVB1 desenvolvem diabetes tipo 1”, escreveram os pesquisadores finlandeses em seu estudo de 2014.

Isso pode não parecer muito, mas, a cada ano, centenas de bebês em todo o mundo desenvolvem a doença como resultado da infecção. Se os outros membros do grupo CVB também contribuírem para a autoimunidade das células beta – o que é provável -, os números poderiam ser maiores.

Se tudo correr bem, esta vacina recém-desenvolvida poderia acabar com isso.

A vacina já se mostrou eficaz e segura em camundongos. A próxima fase é estudá-la em seres humanos. Os ensaios pré-clínicos são apenas o primeiro passo. Primeiro, a vacina será aplicada em humanos adultos saudáveis, para mapear quaisquer complicações. Logo, ainda deve levar cerca de oito anos até sabermos se ela faz, de fato, o que deve fazer.

Como um bônus, a vacina poderia ajudar a reduzir outras infecções por enterovírus também. Enquanto isso, grupos como a Fundação de Pesquisa sobre Diabetes Juvenil continuam a financiar pesquisas para encontrar melhores maneiras de prevenir e tratar a diabetes tipo I.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de colocar meu filho na fila para tomar á vacina contra á diabete pois ele é uma criança de 11 anos e convivi com á diabete há 4 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …

Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície …

Suspeito de ataque na Noruega era fichado na polícia por radicalização

Convertido ao islã e conhecido da polícia, dinamarquês de 37 anos teria usado outras armas além de arco e flecha em ataque que matou cinco pessoas em Kongsberg. Ele está preso e reconheceu envolvimento no …

Oposição manobra para destituir Piñera no Chile por citação nos Pandora Papers

Deputados de todos os partidos da oposição chilena apresentaram uma acusação no Congresso nesta quarta-feira (13) para destituir o presidente Sebastián Piñera pela controversa venda de uma mineradora em um paraíso fiscal, revelada no escândalo …

Fatores externos influenciam, mas não justificam inflação a dois dígitos no Brasil

A recuperação do impacto brutal da pandemia de coronavírus leva a inflação a subir na maioria dos países do mundo, mas a conjuntura internacional não explica o nível chegar a dois dígitos no Brasil. …

UE anuncia 1 bilhão de euros em ajuda ao Afeganistão

União Europeia justifica que é preciso evitar "colapso" no país e fornecer ajuda humanitária aos afegãos. Paralelamente, representantes do bloco europeu e dos EUA se reúnem com membros do Talibã em Doha, no Catar. O Talibã …