Novo navio insígnia da Rússia é considerado ‘maior ameaça’ pelo Ocidente

Oleg Lastochkin / Sputnik

Com novos mísseis, modernos equipamentos a bordo e uma capacidade de combate única, o cruzador nuclear pesado do projeto 1144 Orlan, Admiral Nakhimov, deverá assumir o posto de navio insígnia da Marinha russa em 2022.

O cruzador de mísseis nuclear pesado Admiral Nakhimov, do projeto 1144 Orlan, o navio de guerra mais poderoso da Marinha da Rússia, se tornará ainda mais poderoso devido à modernização.

O Admiral Nakhimov, de 25,8 mil toneladas, tem 250 metros de comprimento, 28,5 metros de largura e capacidade para abrigar 760 tripulantes.

O segundo cruzador do projeto, o Pyotr Veliky, que está em serviço na Frota do Norte, também deverá passar por modernização assim que o Nakhimov entrar em serviço. Ambas as embarcações possuem armamentos até os dentes, capazes de eliminar qualquer alvo.

Por padrão, eles possuem 20 rampas de lançamento para mísseis antinavio P-700 Granit, complexos de mísseis antiaéreos Osa-M, míssil balístico Kinzhal, sistema de defesa antiaérea S-300F Fort, sistemas antissubmarino Vodopad e Metel e sistemas de artilharia AK-130.

Além disso, com a instalação da unidade propulsora nuclear, ele pode alcançar até 58 quilômetros por hora, tornando seu alcance quase ilimitado.

O cruzador pode operar no Extremo Norte, sendo capaz de apoiar os militares russos na região do Ártico, considerada por muitos especialistas um potencial campo de batalha pelos seus recursos naturais em um futuro próximo.

Armamento modernizado

Em 1968, a Marinha soviética adotou o sistema de mísseis P-70 Ametist de lançamento submarino, e mais tarde o P-500 Bazalt de longo alcance.

Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, o cruzador nuclear pesado Admiral Nakhimov modernizado contará com o sistema hipersônico Tsirkon, que tem um alcance de mais de mil quilômetros, e pode alcançar velocidades de Mach 9 (nove vezes superior à velocidade do som).

Também as capacidades defensivas do Admiral Nakhimov sofrerão mudanças. Até então, o navio era munido com um sistema de defesa antiaérea S-300. Com a atualização, será instalado um sistema S-400, que poderá disparar mísseis hipersônicos como o 40N6E.

Além disso, ele também contará com os sistemas Pantsir-ME, bem como os novos mísseis antiaéreos Redut e o sistema antissubmarino Paket-NK.

Com relação ao “recheio” eletrônico, o cruzador contará com os recursos mais modernos existentes, que elevarão as capacidades dos tripulantes, ampliando notavelmente a possibilidade de utilização de armas a bordo da embarcação.

O cruzador também contará com um avançado sistema de comunicação e navegação, complexo radioeletrônico a bordo, bem como grupo de aviação composto por três helicópteros Ka-27M modernizados.

Estes equipamentos permitem que os tripulantes localizem os submarinos inimigos com maior facilidade.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oxford testa ivermectina como possível tratamento contra covid-19

Universidade quer verificar se medicamento antiparasitário pode trazer benefícios a infectados pelo coronavírus e evitar hospitalizações. Remédio é defendido por Bolsonaro como parte do chamado tratamento precoce. A Universidade de Oxford, no Reino Unido, afirmou nesta …

Aquecimento global fará milhões de vítimas, diz texto da ONU

Dezenas de milhões de pessoas deverão sofrer de fome, seca e doenças nas próximas décadas devido às mudanças climáticas, segundo rascunho de relatório de 4 mil páginas preparado por painel de especialistas. As mudanças climáticas irão …

Blocos flutuantes podem indicar que Vênus está geologicamente ativo

Uma equipe internacional de cientistas descobriu que a superfície de Vênus possui um manto gelatinoso, com pedaços sólidos de crosta flutuando e se movimentando como blocos de gelo. Para os especialistas, esta atividade fornece possíveis indicações …

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …