Países suspendem voos do Boeing 737 MAX 8 em seus espaços aéreos após acidente na Etiópia

Aero Icarus / Flickr

Boeing 787-800 Dreamliner da Ethiopian Airlines

França, Alemanha, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Coreia do Sul, Singapura, Malásia, Omã: a lista de países suspendendo os voos com o Boeing 737 MAX 8 não para de aumentar nesta terça-feira (12).

Nos últimos dois dias, outros países – como a China, a Indonésia e a Mongólia -, também anunciaram a mesma medida, depois da queda, no último domingo (10), de um aparelho deste modelo operado pela Ethiopian Airlines, provocando a morte de 157 pessoas.

Após o segundo acidente com o Boeing 737 MAX 8 em menos de cinco meses, especialistas e autoridades questionam a segurança da aeronave, que está em funcionamento há menos de dois anos. Em 29 de outubro de 2018, um aparelho do mesmo modelo, utilizado pela companhia Lion Air, caiu no Mar de Java, na Indonésia, poucos minutos após a decolagem, matando 189 pessoas.

Várias companhias aéreas que operavam voos com o Boeing 737 MAX 8 também tomaram a decisão de deixar temporariamente no solo os aviões deste modelo. São elas: a brasileira Gol, a Aerolíneas Argentinas, a norueguesa Norwegian Air Shuttle, a islandesa Icelandair, a turca Turkish Airlines, a Ethiopian Airlines, a Cayman Airways, a sul-africana Comair e a Aeromexico.

No total, existem hoje cerca de 350 aviões Boeing 737 MAX 8 em serviço no mundo. As companhias indianas Spicejet e Jet Airways têm, respectivamente 12 e cinco modelos do Boeing 737 MAX 8. Embora não tenham anunciado a suspensão dos voos com essas aeronaves, ambas as empresas indicaram que, no momento, nenhuma delas está operacional.

EUA mantêm os voos

Na segunda-feira, os Estados Unidos disseram que vão determinar que a Boeing faça modificações nos modelos 737 MAX 8 e 737 MAX 9, mas decidiram manter os voos. “Nenhuma mudança. Continuamos implicados nas investigações sobre o acidente e tomaremos decisões em função dos elementos recolhidos”, indicou uma porta-voz da FAA, a agência federal de aviação americana.

Para o presidente americano, Donald Trump, “está cada vez mais complicado de pilotar os aviões”, uma tarefa, segundo ele, à altura somente de “engenheiros da computação da MIT”, uma dos maiores institutos de de tecnologia do mundo, localizado em Massachussetts. Segundo o republicano, “toda a complexidade cria perigo”.

“Eu não sei vocês, mas não quero que Albert Einstein seja meu piloto. Quero ótimos profissionais do voo que possam facilmente e rapidamente controlar um avião!”, publicou em seu Twitter.

Toda a pressão sobre a companhia fez com que suas ações caíssem mais de 4% na abertura de Wall Street nesta terça-feira. Uma reação exagerada, para o presidente da Boeing, Dennis Muilenburg. “Especular sobre a causa do acidente e discuti-lo sem ter todos os elementos importantes não é apropriado e pode comprometer a integridade das investigações”, afirmou, em um documento enviado a seus 150 mil empregados.

// RFI BR

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oceano de magma revela que a Lua surgiu milhões de anos antes do imaginado, diz estudo

O magma fundido que cobria a Lua ao se formar levou "quase 200 milhões de anos" para se solidificar em rocha de manto, 85 milhões de anos depois da data de consenso, mostra estudo alemão. Uma …

Vacina da Moderna mostra resultado e vai para fase final de testes

Candidata a vacina gera anticorpos e é bem tolerada por participantes, afirma empresa americana. A partir de 27 de julho, 30 mil pessoas vão participar da fase final e decisiva dos ensaios clínicos nos Estados …

Maior educação feminina e controle da natalidade farão população mundial crescer menos

A população mundial deve começar a encolher na segunda metade do século 21, atingindo 8,8 bilhões em 2100, cerca de 2 bilhões a menos do que previa a ONU. O estudo foi publicado nesta …

Museu da Língua Portuguesa lança projeto que usa a palavra para lidar com as dores da pandemia

A palavra não é somente nossa maior ferramenta de comunicação e um dos principais instrumentos para a criação humana – ela pode ser também um remédio. Usar a palavra para curar nossos males e dores é …

Estudo indica que imunidade ao coronavírus é temporária

Pesquisadores britânicos monitoraram os níveis de anticorpos contra a covid-19 em 90 pacientes recuperados. Resultados sugerem que o contato com o vírus só fornece imunidade por alguns meses, como no caso da gripe. Pacientes que se …

Essa é a explosão mais forte na história do universo e acabou de ser detectada

A maior explosão no Universo desde o Big Bang foi descoberta, localizada no aglomerado de galáxias Ophiuchus a milhões de anos-luz de distância de nós. O evento liberou cinco vezes mais energia do que a …

Encontradas espécies que vivem em 'deserto marinho' no oceano Pacífico

Cientistas usaram a oportunidade de visitar o sul do oceano Pacífico para retirar amostras de uma área oceânica particularmente pobre em vida, lançando luz sobre uma região marinha inóspita. Pesquisadores alemães do Instituto Max Planck de …

Polícia alemã tenta capturar "Rambo da Floresta Negra"

As autoridades de segurança do estado alemão de Baden-Württemberg estão conduzindo nesta segunda-feira (13/07) uma megaoperação para capturar um fugitivo armado com pistolas e um arco e flecha que se esconde na Floresta Negra, no …

Rio começa a implementar sistema de iluminação inteligente

O conceito de smart cities está por aí há anos e nas últimas temporadas tem se tornado cada vez mais uma realidade no Brasil, graças aos avanços tecnológicos. O Rio de Janeiro é mais uma …

Coágulos sanguíneos em “quase todos os órgãos” de pacientes que morrem de Covid-19

Pesquisas de autópsias em pacientes com Covid-19 mostraram coágulos sanguíneos presentes não exclusivamente nos pulmões, mas sim em “quase todos os órgãos”, afirmou uma patologista da Universidade de Nova York à CNN na última semana. A …