Parkinson poderá ser detectado com simples exame de sangue

Uma equipe portuguesa desenvolveu um teste que, com um simples exame de sangue, permite descobrir se sofremos do mal de Parkinson.

Atualmente, os médicos se baseiam nos sintomas – como tremores em repouso, rigidez muscular ou descoordenação motora – para identificar a doença de Parkinson. Agora, uma equipe portuguesa desenvolveu um teste para facilitar o diagnóstico dessa doença neurodegenerativa.

Segundo o periódico Expresso, são quatro ‘cicatrizes’ em uma proteína específica nos glóbulos vermelhos os primeiros biomarcadores descobertos para identificar o mal de Parkinson.

Isso torna possível que, com uma simples análise ao sangue, possamos descobrir se sofremos da doença. O método aguarda agora um ensaio alargado para ser aprovado para a prática médica.

“Estamos em estreita colaboração com os clínicos, sobretudo do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, focados em testes para encontrar novas formas de diagnosticar a doença”, diz Hugo Vicente Miranda, cientista do Centro de Estudos de Doenças Crônicas (CEDOC) da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa.

“Procuramos biomarcadores. Isto é, retirar uma amostra de sangue e identificar alterações que revelem a doença, e já encontramos quatro marcas numa proteína, alfa-sinucleína, que são assinaturas da doença”, explica o especialista.

A descoberta já foi compartilhada com a comunidade científica no fim do ano passado, e deverá continuar avançando até entrar no mercado. Ainda assim, Hugo Vicente Miranda admite não saber quanto tempo irá demorar “até termos um kit de diagnóstico“.

“Recorremos a um grupo pequeno de 100 pessoas, das quais 60 com Parkinson, e é preciso replicar os testes em um número muito grande de doentes, incluindo de outros países e com outras características”, afirma o cientista, frisando que só depois de obtida essa validação, o teste sanguíneo poderá sair do laboratório.

O mal de Parkinson não tem cura nem explicação clara sobre como se desenvolve. No entanto, a comunidade científica tem dado passos significativos no que diz respeito a um conhecimento mais profundo.

É o caso do grupo de pesquisa DysBrainD: Dysmetabolism in Brain Diseases, no qual Hugo Vicente Miranda é líder. O grupo acredita que em breve será possível encontrar um tratamento só com medicação. E a chave poderia estar nas diabetes.

“A ligação entre o açúcar e o mal de Parkinson tem uma evidência epidemiológica desde a década de 60 e o que fizemos foi tentar perceber as modificações patogênicas que o açúcar provoca na proteína alfa-sinucleína, levando à morte dos neurônios produtores de dopamina”, que são essenciais para o cérebro poder controlar a parte motora, explica.

O DysBrainD chegou à conclusão de que glicação – reação adversa entre açúcar e neurônios produtores de dopamina – pode ser prevenida ou controlada com os fármacos utilizados comumente para a diabetes. “Nos modelos celulares tivemos uma boa resposta e agora transitamos para os modelos animais.”

Hugo Vicente Miranda espera ter resultados daqui a três anos para sustentar a relação. “Será muito fácil transladar a terapêutica da diabetes para os doentes com Parkinson porque já está aprovada, ou seja, não seriam precisos ensaios clínicos”, conclui.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A China diz ter identificado uma nova doença muito mais mortal do que o Covid-19

A embaixada da China no Cazaquistão alertou sobre uma nova pneumonia desconhecida que seria ainda mais mortífera do que o coronavírus (Sars-CoV-2) causador Covid-19, de acordo com o South China Morning Post (SCMP). “A taxa de …

The Sims ganhará reality show para premiar jogadores em US$ 100 mil

A longeva franquia The Sims, onde gamers gerenciam todos os aspectos da vida de avatares virtuais, vai ganhar um reality show. Veiculado pela emissora norte-americana CBS, a atração se chamará “Spark’d” e deve ir ao ar …

Nudes de 100 anos encontrados dentro de parede são avaliados em milhares de dólares

O senso comum sugere que as gerações passadas eram mais conservadoras que as atuais, especialmente no que diz respeito à sexualidade. Basta escavarmos um pouco a memória – ou as paredes de nossas casas – para …

Presidente interina da Bolívia testa positivo para covid-19

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, revelou nesta quinta-feira (09/07) que foi infectada pelo novo coronavírus e que iniciará um período de quarentena. "Junto com toda a minha equipe, temos trabalhado pelas famílias bolivianas durante …

Após Bolsonaro tirar máscara em entrevista, ABI entra com ação contra presidente no STF

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) apresentou nesta quinta-feira (9) uma queixa criminal ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro, depois que ele tirou a máscara em uma entrevista em que anunciou …

A quantidade de nitrogênio emitida pela pecuária já ultrapassou os limites seguros

A quantidade de nitrogênio emitida pela criação de animais para abate é superior ao que o planeta pode aguentar. Cientistas alertam que é necessário diminuir o consumo de carne e laticínios. As principais fontes de nitrogênio …

França vai adotar teste de saliva nos aeroportos para evitar 2ª onda de Covid-19

O governo francês anunciou nesta sexta-feira (10) a implementação de testes a base de saliva em seus aeroportos. A medida, que tem como objetivo evitar uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, visa principalmente os …

De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo

Arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos. O novo projeto de pesquisa faz parte de um estudo de dólmens (monumentos megalíticos tumulares construídos por humanos) na Alta Galileia e …

Governo remarca Enem para janeiro e fevereiro de 2021

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (08/07) as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, adiado em razão da epidemia de covid-19. As provas em papel serão aplicadas em 17 …

Steve Jobs dizia acreditar na eficiência do trabalho remoto já em 1990

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus e, consequentemente o isolamento social, muitas pessoas conseguem continuar trabalhando normalmente de forma remota. Mesmo dentro de casa, felizmente, algumas empresas conseguem manter o contato com seus funcionários …