Novas evidências apontam que Parkinson pode começar no intestino e não no cérebro

Novo estudo sugere que o nosso entendimento sobre o desenvolvimento da doença de Parkinson pode ter sido incorreto por muito tempo. O trabalho defende que a doença não está isolada ao cérebro, mas que ela pode começar no sistema digestivo.

Essa hipótese bate com um sintoma observado por pesquisadores, que notam que pacientes com Parkinson costumam se queixar de intestino preso pelo menos uma década antes dos sinais clássicos da doença se apresentarem.

A doença de Parkinson é normalmente associada com tremores, musculatura rígida e dificuldade na locomoção, tudo isso causado pela morte de neurônios. Os tratamentos disponíveis atualmente freiam o desenvolvimento da doença, mas não há cura para ela.

Ainda há muito a ser descoberto sobre a doença, e limitar os estudos ao cérebro pode deixar dados importantes de fora dessa pesquisa.

Ao analisar fibras tóxicas que se acumulam em nervos dos ratos, o novo estudo do Instituto de Tecnologia da Califórnia – Caltech confirma ligação entre o microbioma do sistema digestivo e a doença de Parkinson.

“De forma geral, esse estudo revela que a doença neurodegenerativa pode ter suas origens no intestino, e não no cérebro como se acreditava anteriormente”, diz o pesquisador principal, Sarkis Mazmanian.

Este estudo partiu de um outro trabalho anterior, que indicava que as fibras tóxicas características do Mal de Parkinson poderiam ser encontradas tanto no cérebro quanto no sistema digestivo dos pacientes.

Ratinhos em gaiolas esterilizadas e não-esterilizadas

Para analisar a ligação entre os dois órgãos, os pesquisadores da Caltech utilizaram ratos geneticamente modificados para serem mais suscetíveis à doença. Eles foram separados em dois grupos: um vivia em gaiolas comuns, não-estéreis, enquanto o outro vivia em um ambiente esterilizado.

O grupo que vivia nas gaiolas sem germes apresentou menos problemas motores e tinha menos fibras tóxicas no cérebro. Já os ratos da gaiola comum desenvolveram os sintomas de Parkinson como era o esperado.

Tratamento com antibióticos ajudou a reduzir os sintomas no grupo das gaiolas normais, sugerindo que havia algo no microbioma dos animais que estaria aumentando os sintomas.

Bactérias intestinais

Para finalizar o estudo, os pesquisadores injetaram bactérias intestinais de pacientes humanos nos ratos das gaiolas esterilizadas, e eles passaram a apresentar sintomas rapidamente. Já bactérias de pessoas sem Parkinson não causaram o mesmo efeito.

Este foi o momento ‘eureka’, os ratos eram geneticamente iguais, a única diferença era a presença ou ausência das bactérias intestinais”, afirmou Timothy Sampson um dos pesquisadores. “Estamos muito confiantes que as bactérias intestinais regulam, e talvez sejam até necessárias para o surgimento da doença de Parkinson”.

Uma das hipóteses dos pesquisadores é que as bactérias estejam liberando substâncias que ativam algumas partes do cérebro, causando danos.

Ainda há muito estudo a ser feito antes de entendermos o que está acontecendo, mas se esta pesquisa for verificada e replicada pela comunidade científica, pode alterar completamente a forma como encaramos o tratamento da doença.

Outros estudos já mostraram que pessoas expostas a certos pesticidas têm mais chances de desenvolver Parkinson, então é possível que essas substâncias estejam afetando as bactérias do sistema digestivo.

Os pesquisadores agora querem analisar os microbiomas das pessoas com Parkinson para tentar identificar quais micróbios parecem estar relacionados com a doença. Se eles puderem identificar a cepa de bactérias, seria possível criar uma nova forma de diagnosticar os pacientes muito antes do desenvolvimento dos sintomas clássicos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …

Petição defende que França assuma controle do Líbano

Suspeita de que desastre em Beirute foi causado por negligência eleva indignação dos libaneses, que pedem mandato francês pelos próximos dez anos no país. Apelo recebe mais de 50 mil assinaturas após visita de Macron. Quase …

Macron visita Beirute devastada e cobra reformas no Líbano

Presidente francês visita local da explosão e ouve apelos por mudanças por parte da população, para quem o desastre é consequência de anos de corrupção, caos público e má gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, …

Após ser engolido, besouro consegue escapar do intestino dos sapos

Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo. Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito …

Disney+ chegará à América Latina em novembro

Ao divulgar que ultrapassou a marca de 60 milhões de assinantes, a Disney também reforçou uma informação que traz esperança a muita gente: o Disney+ deve mesmo chegar à América Latina em novembro. A informação foi …

China exorta Trump a não abrir 'caixa de Pandora' com aquisição do TikTok

China apela aos EUA que não abram a caixa de Pandora, exigindo vender a companhia TikTok, eles serão os próprios culpados pelas consequências, declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin. O presidente …

Twitter bloqueia conta oficial de campanha de Trump

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (5) ter bloqueado temporariamente a conta oficial da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por conta de um tuíte que continha informação equivocada sobre a …

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …