A “Partícula de Deus” pode ter salvado o Universo do colapso cósmico

(dr) Colaboração TNG

Uma simulação de computador da distribuição da matéria no Universo. As regiões alaranjadas contêm galáxias; as estruturas azuis são gás e matéria escura

O Universo vai se expandir para sempre ou, eventualmente, entrará em colapso? Esta é uma questão que há anos tira o sono dos cientistas – e parece ter chegado para ficar. Publicações recentes têm deixado a comunidade científica em polvorosa, trazendo mais dúvidas do que certezas.

O campo da Física está fermentando. Nesse momento, há uma nova questão que movimenta a comunidade científica que estuda a Teoria das Cordas. Timm Wrase, da Universidade de Tecnologia de Viena, veio acender ainda mais o debate com a publicação de novos artigos científicos.

Na Teoria das Cordas, uma mudança de paradigma pode estar à espreita. Em junho, uma equipe de teóricos das cordas, de Harvard e da Caltech, publicou uma nova pesquisa, que parecia bastante revolucionária.

De acordo com o artigo dos teóricos, disponibilizado para pré-publicação no arXiv.org, a Teoria das Cordas é fundamentalmente incompatível com a nossa compreensão atual da energia escura – mas só a energia escura é capaz de explicar a atual e acelerada expansão do Universo.

O Universo está envolvido por uma força vasta e invisível que parece se opor à gravidade. Os físicos apelidaram essa força de energia escura e acreditam que ela empurre constantemente o Universo para “fora” – ou seja, expandindo-o.

Mas o artigo publicado em junho sugere que a energia escura vai mudando com o tempo. Na prática, isso significa que o Universo pode não se expandir para sempre, podendo, eventualmente, entrar em colapso e se tornar do tamanho que tinha antes do Big Bang.

Apesar de promissora, a teoria levantou quase de imediato várias questões, tendo vários grupos de cientistas publicado outros artigos nos quais sugeriam revisões à teoria apresentada pelos teóricos de Harvard e Caltech.

Wrase também percebeu rapidamente que havia algo estranho com a teoria: da forma que está descrita, é incompatível com o bóson de Higgs, a partícula celebrada como a “Partícula de Deus” – que sabemos existir desde 2013 graças ao Grande Colisor de Hádrons (LHC), localizado na fronteira da Suíça com a França.

De acordo com os cálculos, que contaram com a participação de cientistas da Universidade da Colúmbia em Nova York e da Universidade de Heidelberg, a hipótese do Universo em constante expansão não pode ser descartada ainda – e foi a partícula descoberta no LHC que causou o maior “buraco” na teoria revolucionária de junho.

Ainda assim, explicou Wrase em declarações ao Live Science, a teoria do Universo em colapso poderia ser viável, mas precisaria de ajustes. O artigo que embaralhou a teoria revolucionária sobre a Teoria das Cordas foi publicado no dia 2 de outubro na revista Physical Review D.

Sinteticamente, o artigo de junho sugere que a Teoria das Cordas – um dos maiores modelos no campo da Física – invalida a expansão infinita do Universo. “As pessoas ficam muito emotivas porque, se for verdade e se for descoberta, seria espetacular”, disse Wrase.

O debate acalorado sobre a Teoria das Cordas e a energia escura continua por todo o mundo. Wrase espera que toda essa discussão conduza a avanços científicos.

“Toda essa controvérsia é boa para a Teoria das Cordas”, reitera o físico. De repente, muitas pessoas surgem com ideias completamente novas sobre as quais ninguém tinha pensado até então”.

A Teoria de Tudo

Já muito se disse e escreveu sobre a Teoria das Cordas. Essa teoria, também conhecida com a Teoria de Tudo, representa uma estrutura matematicamente elegante para unir a teoria da Relatividade Geral de Einstein à Mecânica Quântica. No entanto, e assim como nota a Phys.org, ainda não foi comprovada experimentalmente.

A Teoria das Cordas é, no fundo, uma teoria da unificação, uma vez que propõe relacionar a gravidade à física quântica, entendendo as leis da natureza, que descrevem todo o mundo físico desde partículas muito pequenas até a maior estrutura do Universo.

Nessa hipótese, as cordas são os blocos fundamentais da matéria. A teoria sugere que as partículas que compõem o Universo não são realmente pontos, mas antes cordas unidimensionais que vibram.

Para que a Teoria das Cordas seja uma explicação viável para o Universo, deve incorporar a energia escura. Originalmente, a ideia partiu de Einstein, que a adicionou como uma “constante cosmológica” à teoria da Relatividade Geral, de forma a construir um Universo que não se expande.

Quando, em 1929, Hubble comprovou que o Universo estava efetivamente em expansão, Einstein retratou suas equações e considerou esse o maior erro da sua vida. Entretanto, com a descoberta da expansão acelerada do Universo, a constante cosmológica foi reintroduzida como energia escura no atual modelo padrão da Cosmologia.

Para o bem da Ciência, as hipóteses que vão emergindo serão, pelo menos em parte, testadas experimentalmente. No futuro, a expansão do Universo será medida com mais precisão do que nunca – até lá, o debate promete continuar intenso.

SA, Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dinossauro paulista: fóssil de cerca de 65 milhões de anos paralisa obras de rodovia

Obras foram retomadas nesta segunda-feira (26) após a extração do osso de Titanossauro ser concluída. O achado parou a duplicação da SP-333, no interior do estado, por dois meses. A duplicação da Rodovia Dona Leonor Mendes …

Hong Kong condena primeiro réu pela lei de segurança nacional

Tong Ying-kit, de 24 anos, foi considerado culpado nesta terça-feira (27/07) por incitar a secessão e o terrorismo, tendo se tornado a primeira pessoa condenada pela lei de segurança nacional de Hong Kong, imposta por …

Estudo de genoma revela qual inseto foi 1º a ser extinto pelo homem nos EUA

DNA de borboleta de 93 anos confirma primeiro caso de extinção de inseto por culpa do homem nos EUA. Espécie foi vista pela última vez em São Francisco no início dos anos 1940. Uma equipe de …

A vida secreta dos filhos dos neandertais

Em qualquer verão normal, a famosa Praia de Castilla, na Espanha, uma faixa perfeita de areia de 20 km cercada por uma reserva natural e próxima a um centro turístico, estaria coberta de pegadas de …

“Bolsonaro não está dando os anéis, mas os dedos para tentar salvar o braço”, diz cientista política

O novo ministro super poderoso do governo de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira, nomeado para a Casa Civil, toma posse esta semana. Apesar de todo o fisiologismo, a analista Graziella Testa, da Escola de Políticas …

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …