Políticos na Hungria apelam por boicote à Coca-Cola por peça publicitária pró-LGBT

Segundo a edição desta quarta-feira do jornal francês La Croix, o deputado e vice-presidente do partido União Civil Húngara, correligionário do primeiro ministro Viktor Orban pediu que população não consuma os produtos da Coca-Cola enquanto “cartazes provocantes” permaneçam.

Em um metrô de Budapeste, um cartaz da bebida mostra dois homens jovens, de barba, abraçados, visivelmente felizes, que dividem uma garrafa do refrigerante. Mais à frente, uma outra peça traz duas mulheres, uma de frente para a outra, que dividem o mesmo copo. No canto inferior dos cartazes o slogan: “Zero açúcar, zero preconceito“.

A campanha da Coca-Cola faz parte da campanha de promoção de um festival de música que ocorrerá na segunda quinzena deste mês de agosto.

Love is love ❤️

Posted by Coca-Cola on Sunday, August 4, 2019

Segundo a reportagem, a indignação foi imediata por parte dos partidários do Fidez – União Civil Húngara, partido de extrema-direita, que tem como presidente o primeiro ministro Húngaro Viktor Orban.

István Boldog, deputado e vice-presidente do partido, que em junho apelou para o cancelamento da Marcha do Orgulho LGBT com a justificativa de que estava “protegendo as crianças de aberrações sexuais”, declarou sobre a campanha publicitária, e sobre a marca que “Enquanto eles (Coca-Cola) não removerem estes cartazes provocantes da Hungria, eu não consumirei mais os seus produtos! E eu peço que todo mundo faça o mesmo! ”

Os conservadores húngaros, de acordo com o La Croix, acreditam que, com a incitação ao boicote, irão provocar uma mudança de ação da marca ao promover o festival; porém, a empresa, que está entre as mais poderosas do mundo, já se manifestou oposta às ideias de mudança na peça publicitária.

A marca se manifestou: “Nós pensamos que os heterossexuais, assim como os homossexuais, têm o direito de amar a pessoa que eles quiserem, como desejarem”.

“Ilha da Liberdade”

La Croix destaca que a opinião pública é contraria ao posicionamento dos dirigentes do partido conservador. Segundo enquete encomendada em 2018 pela ONG pró-LGTB Hatter, dois terços dos húngaros acreditam que os homossexuais devam viver segundo a orientação sexual deles, opinião esta que vem se modificando ao longo dos anos, já que há 15 anos, menos da metade da população do país pensava desta forma.

Em entrevista ao jornal, o cientista político Jacques Rupnik, especialista em Europa Central e Leste Europeu, aponta que existe o que ele chama de “teoria do complô”, praticado por supra nacionalistas de ideologias reacionárias que rejeitam o multiculturalismo, e que dizem fazê-lo por uma suposta luta de defesa contra a decomposição da sociedade, da família e dos valores cristãos, frente à ideologia liberal defendida pelas grandes multinacionais.

Sites próximos ao governo condenam o que chamam de “lobby homossexual” praticado por “fundos estrangeiros que que se esforçam constantemente em inverter a normas de gênero na sociedade.

O primeiro ministro Viktor Orban não se declarou sobre este episódio, mas no último dia 27 de julho, em um discurso em uma universidade, declarou que “a democracia liberal não é viável se as bases cristãs forem abandonadas”, e que os homossexuais “não podem fazer o que bem entendem”.

Apesar desta forte oposição, o festival Sziget, Ilha da Liberdade, um dos maiores da Europa, patrocinado pela multinacional, espera receber nesta edição meio milhão de pessoas.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NASA descobre água congelada bem debaixo da superfície de Marte

A agência espacial norte-americana lançou um mapa mostrando onde há depósitos de água congelada no Planeta Vermelho. De acordo com a NASA, a água está localizada tão próximo da superfície que os astronautas poderiam cavá-la com …

Essa é a primeira instalação de compostagem humana do mundo

Uma empresa chamada Recompose está prestes a se tornar a primeira instalação de compostagem humana do mundo, projetada para começar suas operações em 2021 na cidade de Seattle, nos EUA. Graças a uma nova lei que …

Zapata 'gay': pintura de herói revolucionário mexicano nu em pose sensual gera invasão de museu

Manifestantes invadiram o Palácio das Belas Artes na Cidade do México na terça-feira em protesto contra uma pintura que mostra o herói revolucionário Emiliano Zapata fazendo uma pose "não convencional". A multidão pediu que a obra …

Companhia aérea cria rede de restaurantes de ‘comida de avião’ em terra firme

Em princípio a comida de avião não lembra o sabor e a qualidade de nossos restaurantes preferidos, muito menos a delícia de uma boa comida caseira – a não ser, é claro, para aqueles que …

Forças Armadas alemãs voltarão a empregar rabinos como capelães militares

As Forças Armadas da Alemanha (Bundeswehr) vão empregar rabinos como capelães militares. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (11/12) pela ministra da Defesa do país, Annegret Kramp-Karrenbauer. As dezenas de milhares de católicos e protestantes em …

Plantas dão gritos ultrassônicos quando estressadas, e podemos até dizer por que

Uma nova pesquisa da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriu que plantações de tomate e tabaco podem falar. Infelizmente, nós não conseguimos escutar. Usando gravações, os cientistas concluíram que as plantas fazem sons ultrassônicos …

Fones inteligentes que alertam pedestres sobre perigos já estão sendo testados

Um impressionante dado levantado somente nos EUA diz muito sobre o efeito da tecnologia sobre nosso comportamento mais cotidiano – e, com isso, sobre nossas vidas e, pasmem, nossas mortes: nos últimos sete anos, o …

Evo Morales vai fazer da Argentina o seu comitê de campanha para as eleições na Bolívia

Em uma operação secreta, o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou à Argentina de onde vai comandar a campanha do seu partido para as próximas eleições. Depois de passar quase um mês no México, Evo …

Vespas insaciáveis: outro desastre provocado pela radiação de Chernobyl?

A radiação de Chernobyl intensificaria o metabolismo e o consumo de néctar em vespas se comparadas com as de outras regiões. A intensificação pode ter maiores consequências ecológicas. A mudança poderia estar relacionada à constante exposição …

Maioria considera justa a soltura de Lula, mostra Datafolha

Uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira (09/12) sugere que a maioria da população brasileira considera justa a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ocorrida em novembro após ele cumprir um ano …