Coca-Cola quer entrar no mercado das bebidas com maconha

Atenta ao crescente mercado das bebidas infundidas em cannabis, a Coca-Cola planeja uma possível entrada nesse mercado, que expandiria as ambições da maior fabricante do mundo de refrigerantes.

A empresa norte-americana anunciou seu interesse nesta segunda-feira (17), afirmando estar em negociação com a empresa canadense Aurora Cannabis Inc. para desenvolver bebidas infundidas com canabidiol (CBD) – óleo extraído das sementes de cânhamo (Cannabis sativa L.) –, substância química não psicoativa encontrada na cannabis.

A partir do próximo dia 17 de outubro, a cannabis será legalizada no Canadá. A Coca-Cola procura se juntar a outras empresas produtoras de cerveja e cigarros para testar esse tipo de mercado no país.

Em declarações distintas, a Coca-Cola e Aurora disseram estar interessadas no mercado das bebidas infundidas com canabidiol, mas não adiantaram detalhes. Depois do anúncio, as ações da Aurora subiram 17%, já as da Cola-Cola registraram um ligeiro aumento.

As bebidas com CBD não têm efeitos psicoativos, mas, provavelmente, visam aliviar a inflamação, a dor e as cólicas.

Os produtos baseados em CBD seriam diferentes dos produzidos pela indústria das bebidas alcoólicas, que visam gerar sensações através do uso do tetrahidrocanabinol (THC), o principal produto químico psicoativo presente na cannabis.

As produtoras de cerveja Constellation Brands, Molson Coors e Heineken já estão presentes nesse mercado. Por exemplo, a cerveja artesanal da Heineken, Lagunitas, lançou recentemente o Hi-Fi Hops, uma espécie de água tônica com sabor de cerveja infundida nas substâncias de THC e CBD.

Produtos mais saudáveis

A Coca-Cola procura um segmento de rápido crescimento que se encaixa bem na sua área de produtos funcionais de bem-estar. Recentemente, a gigante norte-americana lançou um novo sabor no Brasil, a Coca-Cola Plus Café Espresso, com 40% mais cafeína e 50% menos açúcar relativamente à Coca-Cola original.

“Provavelmente, as bebidas com THC ficam melhor com os fabricantes de cerveja, e talvez a CBD se encaixe melhor com a Coca-Cola, tendo em conta suas preocupações com a saúde e o bem-estar”, disse o analista da Liberum, Nico von Stackelberg.

Há também um crescente interesse por parte do consumidor pelo CBD, uma vez que suas propriedades servem perfeitamente como ingredientes para bebidas de recuperação esportiva. Aliás, produtos como a Gatorade também podem se interessar pelo novo mercado canadense.

Além da Aurora, as empresas de cannabis Tilray e Aphria também são alvos de parcerias com grandes companhias, que querem explorar esse negócio na América do Norte.

O Canadá é a primeira grande economia a legalizar a cannabis para fins recreativos. Vários estados dos Estados Unidos já legalizaram a cannabis, mas a substância continua proibida pela lei federal.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Potência agrícola da Europa, Itália enfrenta falta de mão de obra para manter cadeia produtiva de alimentos

“Existe o risco de escassez de alimentos no mercado mundial, devido a perturbações derivadas da COVID-19 no comércio internacional e nas cadeias de suprimentos” . Este foi o alarme lançado na quarta-feira (1) em …

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …

Há uma mensagem codificada no rover Perseverance, que será enviado a Marte

Em breve, a missão Mars 2020 levará, no rover Perseverance, três chips com os nomes de 10.932.295 pessoas ao Planeta Vermelho. Uma foto da placa onde os chips estão anexados foi divulgada, mas o que …

Brasil ruma para "tempestade perfeita" em meio a pandemia

Abril teria sido um mês ocupado para os hospitais brasileiros, de qualquer modo: enquanto a população ainda enfrentas o vírus da dengue, a estação da gripe vai começar a se manifestar. Em 2020, porém, o …

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …

Os distanciamentos do coronavírus mudaram a maneira como a Terra se move

As pessoas têm ficado em casa para diminuir a velocidade com a qual o novo coronavírus se espalha. Mas essa atitude pode significar que o planeta também está se movendo um pouco menos. Pesquisadores que estudam …

Facebook não quis investigar desinformação vinda de site norte-americano

“Facebook” e “transparência” são duas palavras que geralmente estão juntas em pautas mais espinhosas, e desta vez não é diferente: segundo uma reportagem veiculada pelo jornal norte-americano The New York Times, a rede social mais …

Maduro denuncia navio turístico 'pirata' português que afundou embarcação da Marinha venezuelana

O presidente venezuelano Nicolás Maduro denunciou o ataque e afundamento de um barco da Marinha da Venezuela por um navio turístico "pirata", a noroeste da ilha de La Tortuga. Na noite de segunda-feira (30), o navio …