Probabilidade de um supervulcão destruir um país inteiro ainda neste século é de 10%

Jon Sullivan / Wikimedia

A lagoa de Morning Glory, no Parque Nacional de Yellowstone, EUA. Erupções de água quente à superfície são indícios da enorme câmara de magma no subsolo

A lagoa de Morning Glory, no Parque Nacional de Yellowstone, EUA. Erupções de água quente à superfície são indícios da enorme câmara de magma no subsolo

Nos Estados Unidos, especificamente no Parque Nacional de Yellowstone, em Wyoming, há um supervulcão capaz de destruir todo o país, segundo afirmam alguns especialistas. Como este vulcão, há muitos pelo planeta. E podem entrar em erupção ainda este século.

Um dos nomes que mais tem alertado para a possível erupção de um supervulcão é Michio Kaku, um conhecido cientista em Física Teórica, com uma vasta obra publicada, onde se inclui “Mundos Paralelos” ou mais recentemente “O Futuro da Mente”.

O físico é conhecido pela sua capacidade de transformar temas científicos para que possam ser compreendidos por todos.

Depois de ter dado uma “mãozinha” a uma teoria, a Teoria das Cordas, que acabou ajudando na explicação da Teoria de Tudo – que já tinha sido investigada até por Albert Einstein -, o professor se pronunciou agora sobre a possível erupção de um vulcão ainda este século.

À Fox News, Michio Kaku disse que “é mais provável que aconteça uma categoria 7 do que 8 – a maior. Nos próximos 100 anos, há 10% de possibilidade de erupção de um supervulcão com categoria 7”.

Mas o físico pediu “calma” às pessoas que temeram pela sua vida, especialmente os americanos que enfrentaram o medo do Yellowstone: “Não entrem em pânico, não estamos à espera que aconteça durante o nosso tempo de vida“, pede o físico.

A última erupção, que aconteceu há 70 mil anos, no Lago Toba, na Ilha de Sumatra, na Indonésia, alcançou ainda o oeste do continente americano e o cobriu com cinzas tóxicas.

Como o vulcão americano, há muitos outros – Caldeira de Valles, no México, Lago Taupo, na Nova Zelândia, Caldeira do Ngorongoro, na Tanzânia, são alguns exemplos –, mas Kaku alertou que a atividade do Supervulcão pode estar crescendo e que, caso entre em erupção, pode acabar com o território americano.

O Yellowstone é considerado um supervulcão porque uma erupção poderia durar semanas e os efeitos teriam consequências dramáticas para todo o planeta, da morte de milhões de pessoas à extinção em massa de plantas e animais.

Michio Kaku reconheceu ainda que “a quantidade de lava que há no supervulcão é duas vezes superior à que os cientistas julgavam ao início”, mas à Fox News adiantou que, mesmo que entre em erupção, pode ser “uma pequena quantidade”, ainda que este seja um supervulcão, com uma potência 100 vezes superior à de um vulcão normal.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Os estados quânticos mais extremos são descobertos por cientistas

Pela primeira vez, físicos descobriram uma maneira de definir matematicamente o grau de quanticidade que qualquer coisa — seja partícula, átomo, molécula ou mesmo um planeta — exibe A partícula de luz é uma bola zunindo …

Itália supera a marca de 50 mil mortos por COVID-19

Primeiro país ocidental a registrar casos da doença torna-se o sexto do mundo a alcançar esta marca. País é o que mais teve mortes no continente nos últimos dias. O governo italiano informou nesta segunda-feira (23) …

Covid-19: EUA pretendem lançar campanha de vacinação em dezembro

O país, o mais atingido pela epidemia no mundo, espera vacinar sua população 24 horas após a concessão da autorização de emergência pelo FDA, a agência americana reguladora de medicamentos. A reunião pública de …

França quer punir delito de "ecocídio"

Membros do governo francês anunciaram neste domingo (22/11) que pretendem promover uma projeto de lei para punir o "delito de ecocídio" com o objetivo de combater danos graves e intencionais ao meio ambiente, com previsão …

Barco em formato de ziper “abre” os mares enquanto navega

Se na fábula bíblica Moisés abriu o Mar Vermelho, o designer japonês Yasuhiro Suziki decidiu tornar a metáfora quase literal, ao criar um barco no formato de um imenso zíper. O resultado é ao mesmo tempo …

Soldado medieval encontrado com espada e facas no fundo de um lago da Lituânia

Mais de 500 anos atrás, o corpo de um soldado medieval assentou no fundo de um lago da Lituânia e por séculos ficou escondido sob a lama. Agora, esses restos submersos finalmente foram encontrados. O esqueleto …

Como cientistas querem fazer 'viagem no tempo' por meio do olfato

Pinturas como a Mona Lisa atraem milhões de visitantes todos os anos a museus em todo o mundo. Imagine se, junto ao impacto visual da obra-prima de Leonardo da Vinci, eles também pudessem sentir o …

Companhias aéreas que voam para o Brasil em meio à pandemia

Maioria das empresas aéreas cortou rotas internacionais para o Brasil devido ao coronavírus e fechamento de fronteiras. Porém, algumas ainda têm voos programados. Veja a lista. Várias companhias aéreas cortaram voos internacionais para o Brasil devido …

Mais de 500 pescadores contraem doença de pele misteriosa no Senegal

Mais de 500 pescadores foram infectados por um doença de pele misteriosa no Senegal após retornarem do mar, informou um oficial sênior de Saúde do governo nesta quinta-feira (19). Os homens, que vêm de diversas cidade …

Animais domésticos ou silvestres não transmitem Covid-19 na França, diz agência sanitária

Após a análise de novos dados científicos, a agência nacional de segurança sanitária da França (ANSES) atualizou nesta quinta-feira (19) o relatório publicado em abril de 2020 sobre o potencial de transmissão da Covid-19 por …