Putin “não quer Guerra Fria com EUA”, diz Biden após encontro com presidente russo

Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, participaram nesta quarta-feira (16) de uma esperada reunião bilateral. O encontro realizado em Genebra acontece em um contexto de forte tensão entre os dois países. Mesmo se a conversa tenha sido mais curta do que o previsto, os chefes de Estado concordaram em avançar sobre a questão dos ataques cibernéticos, tema sensível em razão das acusações mútuas entre Washington e Moscou.

Os organizadores da reunião bilateral anunciaram um encontro de cerca de 5 horas de duração. Mas às 17h05 (12h05 de Brasília), apenas 3h30 após o primeiro aperto de mão protocolar entre os dois chefes de Estado diante da Villa La Grange, às margens do Lago Leman, cada um foi para o seu lado.

Os presidentes, aliás, evitaram a tradicional entrevista coletiva conjunta e cada um preferiu dar, individualmente, sua própria versão do encontro.

Apesar dos risos descontraídos dos dois líderes diante dos fotógrafos e cinegrafistas que imortalizavam os primeiros momentos do cara a cara, a reunião acontece em um momento de tensão extrema entre Putin e Biden.

Desde que assumiu o poder, o presidente dos Estados Unidos adotou um tom firme em relação ao russo, para deixar clara a diferença com seu antecessor, Donald Trump.

Em março passado, o chefe da Casa Branca chegou a insinuar que Putin seria um assassino. Já Putin disse, antes da reunião, esperar que Biden seja menos impulsivo que Trump.

Ataques cibernéticos

Na mesa de discussões havia um menu repleto de temas polêmicos, como as relações de Moscou com a Ucrânia e Belarus. Mas o assunto mais delicado era, certamente, a questão das denúncias de ataques cibernéticos e de ingerência eleitoral que teriam sido orquestrados pela Rússia nos Estados Unidos.

Segundo Putin, as conversas foram “construtivas”, não houve “nenhuma animosidade” durante as discussões e os dois campos mostraram o desejo de se entenderem, mutualmente.

Ainda de acordo com o chefe de Kremlin, os dois países se disseram dispostos a avançar nas consultas sobre a questão da segurança cibernética. Mas ele insistiu que, atualmente, a maior parte dos ataques virtuais visando a Rússia são lançados pelos Estados Unidos.

Já Biden, em sua coletiva para a imprensa após a reunião, disse que o encontro foi “positivo” e “sem tensões”, apesar das divergências. “Putin não busca uma Guerra Fria com os Estados Unidos”, insistiu o líder norte-americano.

No entanto, Biden alertou Putin sobre qualquer interferência nas eleições norte-americanas, além de frisar durante a conversa que algumas infraestruturas devem ser protegidas de qualquer tipo de ataque, cibernético ou não. “Dei para ele uma lista de 16 entidades específicas, que vão desde o setor de energia aos sistemas de distribuição de água”, disse Biden.

Questionado sobre as relações comerciais entre Washington e Moscou, apesar das divergências, Biden foi categórico: “Não tenho nenhum problema em fazer negócios com a Rússia, com a condição de que respeitem as normas internacionais”.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …

Orçamento recorde não salva Jogos Olímpicos de Tóquio do desânimo causado pela Covid-19

Os jornais franceses desta detalharam o desafio dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que começaram oficialmente nesta sexta-feira (23) sob a ameaça da Covid-19 e uma impopularidade recorde no Japão. Para a imprensa …

Comunidade LGBTQ da Hungria teme repressão e perseguições

Nos últimos meses, Boldizsár Nagy teve que lidar com situações que nunca imaginara. Por muito tempo, ele foi um jornalista e editor de livros infantis desconhecido, "ninguém especial", em suas próprias palavras. Quando, em 2020, ele …

68 anos! Conheça a história do homem com a maior crise de soluço do mundo

Você provavelmente já teve soluços ao longo da vida, certo? Alguns minutos de soluço são suficientes para deixar qualquer um emburrado. Mas já pensou soluçar por nada menos que 68 anos seguidos? Pois foi isso …

Mesmo após crise gerada por pandemia, Brasil terá 10 milhões de desempregados, dizem economistas

Com a aceleração da vacinação na maior parte do país, os brasileiros já começam a vislumbrar uma luz no fim do túnel da pandemia do coronavírus. Diante da perspectiva de gradual volta à normalidade, espera-se …

Pentágono confirma que 7 colombianos presos no Haiti passaram por treinamento militar nos EUA

Pentágono revelou que sete dos ex-militares colombianos acusados de assassinar o presidente haitiano Jovenel Moïse receberam treinamento nos EUA enquanto estavam no serviço militar colombiano. Além disso, os militares participaram de um programa de elite do …