Salário mínimo na Venezuela chega a valor mais baixo da história

durdaneta / Flickr

Salário mínimo mensal no país equivale a menos de 12 reais. Desvalorização marca um ano de plano de recuperação econômica desenvolvido pelo governo de Maduro para enfrentar crise e hiperinflação.

Exatamente um ano depois do lançamento do plano de recuperação econômica proposto pelo governo de Nicolás Maduro para enfrentar a crise e a hiperinflação, o salário mínimo da Venezuela chegou ao valor mais baixo da história nesta terça-feira (20/08) e equivale a 2,76 dólares, cerca de 11,15 reais, segundo a cotação cambial oficial.

Nesta terça-feira, o dólar foi negociado a 14.843,54 bolívares soberanos pelo câmbio oficial estabelecido pelo Banco Central do país. A desvalorização em relação à moeda americana tem aumentado constantemente desde o início do ano.

Com os 40.000 bolívares de salário mensal equivalendo a menos de 3 dólares, os venezuelanos estão abaixo da linha da pobreza estabelecida pela ONU, segundo a qual quem recebe menos de 1,90 dólar por dia vive em situação de extrema pobreza.

Em agosto do ano passado, quando deu início ao plano de recuperação econômica do país, Maduro estabeleceu que o salário mínimo seria fixado em 30 dólares. Houve, no entanto, uma perda de 90,80% no poder de compra desde então, apesar de quatro reajustes realizados pelo governo nos últimos 12 meses.

Com o atual salário mínimo, os venezuelanos conseguem comprar apenas 30 ovos. A realidade, porém, não é muito diferente da registrada no país há um ano, quando Maduro iniciou a reconversão monetária para cortar cinco zeros do bolívar.

Apesar do agravamento da crise, o chavismo não deu sinais de novos reajustes salariais nos próximos meses e sequer fala sobre o chamado “plano de recuperação e prosperidade econômica” que, entre outros objetivos, também previa combater a escassez de dinheiro em espécie no mercado.

As notas de menor valor, porém, já pararam de circular. Com a hiperinflação vivida no país, que chegou a 1.579,2% desde o início do ano, os venezuelanos já não conseguem fazer compras com as notas de 2, 5, 10, 20 e 50 bolívares soberanos. O valor delas é quase tão nulo quanto a das que saíram de circulação no ano passado. O Banco Central da Venezuela anunciou em junho a criação de três novas notas: 10.000, 20.000 e 50.000 bolívares, equivalentes a US$ 0,69, US$ 1,38 e US$ 3,45, respectivamente.

O plano de recuperação também incluía uma modificação do sistema de compra e venda de divisas no país. No entanto, o novo mecanismo falhou em combater o mercado paralelo de negociação de dólares na Venezuela. O controle de preços, estratégia reciclada pelo governo em várias ocasiões, fazia ainda parte do programa, mas a medida durou apenas algumas semanas. Maduro chegou a anunciar um aumento dos preços da gasolina, o que nunca ocorreu.

Um estudo divulgado nesta terça-feira revelou ainda que 80% das empresas venezuelanas interromperam ou reduziram sua produção no segundo trimestre deste ano. De acordo com o presidente da Confederação das Indústrias da Venezuela, Adán Celis, esses dados são alarmantes.

O setor sofreu duros impactos neste ano com os constantes apagões e a escassez de combustível, o que levou as indústrias a operarem atualmente com 19% de sua capacidade instalada. Além da redução na produção, houve no segundo trimestre de 2019 uma queda de 76% no emprego em pequenas e médias empresas.

Os problemas no setor privado se agravaram após sanções impostas pelos Estados Unidos em abril que proibiram a negociação do petróleo venezuelano no sistema financeiro americano. Washington vem impondo uma série de punições ao país para pressionar Maduro a deixar o poder.

Deutsche Welle //

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …

Emma Watson lança consultoria jurídica gratuita para mulheres assediadas no local de trabalho

A atriz Emma Watson acaba de lançar uma consultoria jurídica gratuita para mulheres que sofreram assédio no local de trabalho. O serviço está disponível na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com o texto …

Polícia do Rio perdeu imagens que poderiam identificar assassinos de Marielle

A Polícia Civil do Rio de Janeiro perdeu imagens do carro dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco gravadas no dia do homicídio, em 14 de março de 2018. A informação foi publicada neste domingo …

Protestos se espalham pela Catalunha após condenação de separatistas

Manifestantes bloqueiam principal aeroporto de Barcelona, além de ruas e uma via férrea, após nove líderes catalães serem condenados pela tentativa de independência da região. Confrontos com a polícia deixam feridos. A condenação de nove líderes …

Erdogan revela objetivos da operação turca na Síria

Nesta terça-feira (15), o presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que a operação militar no norte da Síria está progredindo com sucesso, tendo 1.000 km de território ao longo da fronteira sido libertados de terroristas. "Temos …

Cientista da NASA revela possível localização de vida extraterreste em Marte

Alfonso Davila, cientista da NASA, acredita que haja vida em Marte e afirma que a NASA elaborou um plano para realizar uma investigação do subsolo do planeta. O cientista também revela que há diversos desafios na …

Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens. Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem …

Enterros verdes: Paris inova e inaugura seu primeiro cemitério sustentável

O cemitério de Ivry-sur-Seine, no subúrbio de Paris, reservou uma área de 1.560 metros quadrados para enterros sustentáveis. A nova ala deverá ajudar a diminuir o impacto gerado pelos enterros tradicionais. A contaminação do solo e …

Microsoft quer levar internet a mais de 40 milhões de pessoas em 2022

A inicativa Airband, desenvolvida pela Microsoft, está sendo expandida com a meta de conectar mais de 40 milhões de pessoas à internet até julho de 2022. Lançado em 2017, o programa visa o aprimoramento da internet …

Abandonados, curdos encontram em inimigo dos EUA um aliado

Regime sírio, um aliado russo, desloca tropas para a fronteira em apoio a milícias curdas, que estão sendo atacadas pela Turquia desde que perderam apoio de Trump. Nova aliança representa reviravolta no conflito. As Forças Armadas …