Trump inventa atentado na Suécia e internet vai ao delírio

A menção a um suposto ataque terrorista na Suécia feita pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou perplexos os cidadãos suecos e gerou uma onda de piadas nas redes sociais, especialmente no Twitter, a preferida do líder americano.

Durante um comício no Aeroporto Internacional de Orlando-Melbourne, na Flórida, neste sábado (18/02), Trump mencionou uma série de ataques terroristas para justificar seu decreto anti-imigração, incluindo um que teria ocorrido na Suécia.

“Vejam o que está acontecendo na Alemanha”, afirmou a certa altura Donald Trump, “vejam o que aconteceu na noite passada na Suécia. Suécia, vocês acreditam? Suécia. Eles receberam um grande número”.

A Suécia tem uma longa tradição de acolhimento de refugiados e imigrantes, e recebeu 163 mil pedidos de refúgio em 2015. Desde então, o país limitou o número anual de pessoas que pode acolher.

Porém, na sexta-feira à noite não aconteceu nada relevante na Suécia.

O caso mais recente de ataque terrorista ocorreu em dezembro de 2010, em Estocolmo, quando um cidadão sueco nascido no Iraque detonou dois explosivos, matando apenas a si mesmo – e este novo “fato alternativo de Donald Trump” não demorou a ter reações de entidades oficiais, nos mídia e nas redes sociais.

O tabloide Aftonbladet publicou um artigo endereçado ao presidente com o título: “Isto aconteceu na Suécia na noite de sexta-feira, Mr. President”. Em seguida são listados alguns acontecimentos, como um homem que recebeu atendimento por várias queimaduras, um alerta de avalanche e a perseguição da polícia a um motorista bêbado.

No Twitter, os usuários fizeram piada sobre o caso usando a hashtag #lastnightinSweden. O ex-primeiro-ministro sueco, Carl Bildt, questionou em sua conta no Twitter: “Suécia? Ataque terrorista? O que ele fumou?“.

Gunnar Hökmark, um membro sueco do Parlamento Europeu, retuitou uma mensagem: “#ontemànoitenaSuécia meu filho derrubou seu cachorro-quente na fogueira. Que triste! Como ele poderia saber?”.

Mensagens inundaram também a @sweden, a conta oficial do país no Twitter, que é administrada a cada semana por um sueco diferente. A responsável desta semana, Emma, que se descreve como uma bibliotecária e mãe, afirmou que a conta havia recebido 800 menções em quatro horas.

“Não, nada aconteceu aqui na Suécia. Não ocorreu nenhum ataque terrorista aqui. Nada. As principais notícias agora são sobre Melfest“, disse, referindo-se à competição para escolher o artista que representará a Suécia no concurso Eurovision.

“Não, senhor Trump. Isto não é um ataque químico de terroristas. Isto se chama as Luzes do Norte”, brincou o ator e historiador Bart van Ree no Twitter.

O jornalista Damien Fletche garantiu no Twitter que Donald Trump irá proteger a Suécia contra incidentes de terror como o dessa sexta-feira à noite, quando uma vaca atravessou a estrada.

Em seu primeiro mês na Casa Branca, o governo de Trump tem sido alvo de críticas e ridicularizações por mencionar ataques que jamais ocorreram.

No início do mês, durante uma entrevista, sua assessora Kellyanne Conway, que tornou famosa a frase “fatos alternativos”, se referiu ao “massacre de Bowling Green” – um massacre que nunca existiu – para explicar a política do novo presidente dos EUA contra a entrada de muçulmanos no país.

// DW / RFi

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …