Vencedora do Nobel afirma ter descoberto a chave para frear o envelhecimento

(dr) Digital Natives

 Elizabeth Blackburn (esq) e Elissa Epel, autoras de "The Telomere Effect"

Elizabeth Blackburn (esq) e Elissa Epel, autoras de “The Telomere Effect”

Novas pesquisas continuam a produzir descobertas sobre o tema do envelhecimento. Mas como aplicá-las na vida real?

A bióloga molecular Elizabeth Blackburn, que recebeu o Prêmio Nobel da Medicina por sua pesquisa no processo antienvelhecimento, pode nos ajudar.

Confrontada com as dificuldades de expandir seu conhecimento além da academia, Blackburn fez uma parceria com a psicóloga Elissa Epel, e escreveu um livro intitulado The Telomere Effect, no qual as autoras apresentam “uma abordagem revolucionária para viver mais jovem, mais saudável, mais tempo“.

O resultado é um roteiro compreensível para o público em geral, prescrevendo fatos científicos como um motivador para mudar hábitos insalubres. A obra foi lançada em 3 de janeiro deste ano, e ainda não tem edição em português.

O livro veicula a mensagem de que as pessoas estão no controle de seu envelhecimento através de hábitos saudáveis.

O foco está nos telômeros, que são as partes finais do DNA. Segundo Blackburn, eles “ouvem seus comportamentos, ouvem o seu estado de espírito”.

Ao ouvir seus comportamentos, seus telômeros irão alongar ou encurtar. Quando eles encurtam, as células são menos propensas a continuar se dividindo, e eventualmente morrem.

Com um estilo de vida estressante, o efeito é maior morte celular e envelhecimento acelerado. Para os susceptíveis de sofrer de doença cardiovascular, telômeros encurtados poderiam aumentar suas chances de uma condição debilitante a uma idade mais jovem.

Há algum tempo que os cientistas estabeleceram uma ligação entre o tamanho dos telômeros e o envelhecimento. O ano passado, um laboratório garantiu ter conseguido reverter o envelhecimento usando terapia genética para prolongar as pontas dos cromossomas – os chamados telómeros – e alterar o processo de envelhecimento

O laboratório afirma que a técnica foi mesmo já aplicada numa pessoa – a própria CEO da empresa, Elizabeth Parrish – e a empresa garante que conseguiu um alongamento dos telómeros das suas células correspondente a um rejuvenescimento de 20 anos.

(dr) Stanford Medicine

Os telómeros (a verde) encontram-se nas pontas dos cromossomas e funcionam como tampinhas de protecção para o ADN celular.

Os telómeros (a verde) se encontram nas pontas dos cromossomas e funcionam como tampinhas de protecção para o DNA celular.

Dúvidas

O objetivo de Blackburn e Epel é fornecer aos leitores medidas úteis e práticas a serem tomadas para aumentar a expectativa de vida, a saúde geral e diminuir a probabilidade de doenças em uma idade precoce.

Porém, o geneticista e pesquisador antienvelhecimento David Sinclair, da Universidade de Harvard, desconfia dos riscos da simplificação excessiva da ciência dos telômeros.

“Eu acho que é uma coisa muito difícil de provar conclusivamente”, afirmou Sinclair em relação à mudança de estilo de vida. “Saber causa-efeito em seres humanos é impossível, por isso as afirmações são baseadas em associações”.

Judith Campisi, do Instituto Buck para Pesquisa sobre o Envelhecimento, acrescentou que, embora senescência celular possa realmente aumentar o risco de doenças relacionadas com a idade, também pode ser causada por outros fatores.

“Se todo o envelhecimento fosse devido aos telômeros, nós há muito tempo que já teríamos resolvido o problema da longevidade”, Campisi comentou.

Mais pesquisas

A pesquisa antienvelhecimento focada em telômeros é um grande campo. Outros cientistas encararam o desafio de entender o que pode ser ligado ao processo de envelhecimento dentro do corpo humano.

A Dra. Lisa Chakrabarti e seus colegas da Universidade de Nottingham descobriram uma proteína em células humanas que poderia resistir aos efeitos do processo de envelhecimento. Chama-se anidrase carbônica, e é encontrada nas mitocôndrias das células cerebrais.

Eles descobriram que a proteína é vista em maior quantidade no cérebro de meia-idade em comparação com um mais jovem, e querem desenvolver uma droga que visa a anidrase carbônica nos cérebros das pessoas. Seu estudo foi publicado na revista Aging.

Em outro estudo, cientistas do Instituto Salk, na Califórnia, descobriram uma técnica para estimular fatores Yamanaka, que são uma coleção de quatro genes responsáveis pelo desenvolvimento no útero.

Eles esperam criar uma droga que imita a habilidade dos genes de transformar as células adultas em seu estado de células-tronco, o que poderia reduzir potencialmente o risco de doenças relacionadas com a idade.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo prevê 300 mil mortes por covid até fim do ano nos EUA

Pesquisadores da Universidade de Washington pintam cenário sombrio caso restrições não sejam respeitadas. Enquanto primeiros epicentros registram queda, outros estados americanos divulgam taxas de infecções recordes. A epidemia de covid-19 deve matar aproximadamente 300 mil americanos …

Coronavírus: Exportações devem cair mais de 20% na América Latina, diz ONU

As exportações da América Latina e do Caribe podem cair mais de 20% em 2020 devido às consequências da pandemia do coronavírus, que também terá um impacto negativo nas importações, disse uma agência da …

O que é nitrato de amônio, que pode provocar explosões como a de Beirute?

A recente tragédia no país árabe trouxe de novo à tona preocupações sobre o armazenamento do perigoso material, tornando necessário saber como esses incidentes ocorrem para os prevenir. A explosão de nitrato de amônio em Beirute, …

Astrônomos descobrem nuvens gigantes "escondidas" em Vênus há 35 anos

Uma equipe de astrônomos encontrou nuvens venenosas, com gotas de ácido sulfúrico em sua formação, em meio à densa atmosfera de Vênus. Curiosamente, essas nuvens já estavam presente na atmosfera venusiana há pelo menos 35 anos, …

Japão lembra 75 anos de bomba de Hiroshima e pede união contra armas nucleares

Esta quinta-feira (6) marca o 75º aniversário do primeiro ataque com bomba atômica do mundo. Cerca de 140 mil pessoas morreram no bombardeio à cidade japonesa, realizado pelo Estados Unidos no fim da Segunda Guerra …

Donald Trump determina bloqueio do TikTok e WeChat nos EUA em 45 dias

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump assinou na noite de ontem (6) uma ordem executiva determinando o fim de relações com as empresas responsáveis pelos apps TikTok e WeChat no país norte-americano. Em comunicado emitido …

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …

Petição defende que França assuma controle do Líbano

Suspeita de que desastre em Beirute foi causado por negligência eleva indignação dos libaneses, que pedem mandato francês pelos próximos dez anos no país. Apelo recebe mais de 50 mil assinaturas após visita de Macron. Quase …

Macron visita Beirute devastada e cobra reformas no Líbano

Presidente francês visita local da explosão e ouve apelos por mudanças por parte da população, para quem o desastre é consequência de anos de corrupção, caos público e má gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, …

Após ser engolido, besouro consegue escapar do intestino dos sapos

Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo. Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito …