Cientistas rejuvenescem ratos idosos com sangue humano

U.S. Navy / Wikimedia

-

Um grupo de cientistas injetou sangue de adolescentes em ratos idosos, melhorando sua memória, cognição e atividade física. Esta descoberta pode ser uma boa notícia para as pessoas que sofrem de doenças degenerativas, como o Alzheimer.

“O método tem potencial para ser utilizado num tratamento para as pessoas”, diz Sakura Minami, pesquisadora da Alkahest, uma empresa líder mundial em terapias de plasma.

Várias pesquisas anteriores revelaram que a partilha de sangue entre ratos idosos e ratos jovens tem um efeito interessante: os animais jovens mostram sinais de envelhecimento cerebral, enquanto o cérebro, o fígado e coração dos roedores mais velhos começam a rejuvenescer.

Para descobrir se o plasma sanguíneo de jovens poderia ter os mesmos benefícios, Sakura Minami e sua equipa recolheram amostras de sangue de humanos com 18 anos de idade, que posteriormente injetaram em ratos com 12 meses.

Quando um rato completa um ano de idade, o equivalente a 50 anos em humanos, o animal começa a mostrar sinais de envelhecimento, tais como a má memória e diminuição da atividade física.

No entanto, quando injetados com sangue humano, os animais começaram a comportar-se como ratos mais jovens, mostrando melhorias em vários aspetos.

Os pesquisadores colocaram os ratos tratados num dispositivo chamado Labirinto Barnes, uma ferramenta usada para medir a aprendizagem e a memória dos roedores.

Devido à fraca memória, ratos mais velhos tendem a não conseguir se movimentar no labirinto, mas depois de serem injetados com sangue humano realizaram a tarefa como os ratos jovens.

“É mais ou menos o que esperávamos. O sangue dos jovens deve ter algo que é importante para os manter jovens”, afirmou Victoria Bolotina, da Universidade de Boston, citada pela New Scientist.

Os cientistas procuraram pistas sobre a formação de novos neurônios no cérebro – um processo chamado neurogênese, que é importante para a memória e aprendizagem – e descobriram a criação de novas células nos cérebros dos ratos injetados com o sangue humano.

A pesquisadora Sakura Minami diz ter identificado alguns fatores no sangue jovem que podem ser responsáveis por estes benefícios, mas por enquanto não pode revelá-los.

O método foi apresentado na reunião anual da Sociedade de Neurociência na Califórnia, nos EUA, e já está sendo testado em pessoas com Alzheimer.

BZR, ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Polícia libera filho do chefe do narcotráfico El Chapo depois de emboscada

Alvos de uma violenta represália dos narcotraficantes, os policiais mexicanos foram obrigados a soltar Ovidio Guzmán López, um dos filhos do célebre El Chapo, do cartel de Sinaloa, pouco depois de prendê-lo, nesta quinta-feira (17) …

Pesquisa identifica quais as preferências musicais em cada região do Brasil

Ainda que a cultura brasileira tenha o hábito de importar, no bom e no mal sentido, tudo que pode de países estrangeiros – em especial dos EUA e alguns países da Europa – na hora …

Estudo descobre que humanos têm capacidade de regeneração como a salamandra

Infelizmente, seres humanos não podem se dar ao luxo de perder nenhum pedacinho do corpo, porque todos são insubstituíveis. Ou talvez não. Um estudo da Universidade Duke (EUA) descobriu que somos muito melhores em regenerar cartilagem …

Polícia da Holanda encontra família que diz ter passado 9 anos fechada em quarto secreto ‘esperando o fim do mundo’

Uma família de seis pessoas que passou nove anos em uma fazenda "esperando o fim do mundo" foi descoberta pela polícia na Holanda, depois que um deles apareceu em um bar da região de Ruinerworld. Um …

Ter um cachorro pode te ajudar a viver mais, aponta estudo

Nos últimos anos diversas pesquisas apontaram as vantagens de se ter um cachorro em casa. Nossos fiéis amigos de quatro patas são muito mais do que companheiros, mas podem nos ajudar a viver mais. É …

Desde 1970 a NASA sabe que existe vida em Marte, diz ex-engenheiro da agência

Em um artigo publicado na terça-feira (15) na revista Scientific American, Gilbert Levin, um ex-engenheiro da NASA que trabalhou nas missões Viking, faz uma afirmação polêmica: a de que, desde a década de 1970, a …

Brexit: União Europeia e Reino Unido anunciam um acordo em Bruxelas

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou na manhã desta quinta-feira (17) que encontrou um "excelente novo acordo" para o Brexit com a União Europeia, a poucas horas da cúpula da UE para selar a saída …

Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana. A Câmara de Representantes dos …

Vacina contra o câncer de mama pode estar disponível em 8 anos, diz a Clínica Mayo

Pesquisadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o câncer ovário e de mama que poderia estar disponível dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes a …

Líder de Hong Kong abandona discurso no Parlamento após protestos

Parlamentares pró-democracia forçam Carrie Lam a interromper pronunciamento anual. Sem conseguir completar fala, chefe do Executivo faz discurso sobre futuro político da região administrativa especial da China em vídeo. A chefe do Executivo de Hong Kong, …