Astrônomos perseguem buraco negro supermassivo desertor

Os buracos negros supermassivos são geralmente objetos estacionários, localizados no centro das galáxias. No entanto, usando dados do Observatório de raios-X Chandra da NASA e outros telescópios, os astrônomos detectaram recentemente o que poderia ser um buraco negro supermassivo em movimento.

Este possível buraco negro em fuga, que contém cerca de 160 milhões de vezes a massa do nosso Sol, está localizado em uma galáxia elíptica a 3,9 bilhões de anos-luz da Terra.

Os astrônomos estão interessados nestes buracos negros supermassivos em movimento porque podem revelar mais sobre as propriedades destes objetos enigmáticos.

Este buraco negro pode ter “recuado”, na terminologia usada pelos cientistas, quando dois buracos negros supermassivos mais pequenos colidiram e se fundiram para formar um ainda maior. Ao mesmo tempo, a colisão teria produzido ondas gravitacionais, emitidas mais fortemente em uma dada direção do que em outras.

Segundo o estudo divulgado no Astrophysical Journal, este buraco negro recém-formado recebeu um impulso na direção oposta dessas ondas gravitacionais mais fortes, que teria empurrado o buraco negro para fora do centro da galáxia.

A força do pontapé depende da velocidade e direção da rotação dos dois buracos negros mais pequenos antes de se fundirem. Portanto, podem ser obtidas informações sobre estas propriedades importantes, mas elusivas, através do estudo da velocidade de recuo dos buracos negros.

Usando dados do SDSS e do telescópio Keck no Hawaii, a equipe determinou que o buraco negro crescente localizado perto, mas visivelmente deslocado do centro da galáxia, tem uma velocidade diferente da galáxia.

A galáxia que hospeda o possível buraco negro em recuo também mostra algumas evidências de perturbação nas regiões externas, uma indicação que poderia ter ocorrido uma fusão entre duas galáxias em um passado relativamente recente.

É consenso que as fusões entre buracos negros supermassivos ocorram quando as galáxias-mãe se fundem, a informação suporta a ideia de um buraco negro em retrocesso no sistema.

Além disso, existe uma alta formação estelar na galáxia, estimada em várias centenas de vezes a massa do Sol por ano.

Isto está de acordo com as simulações de computador, que preveem que as taxas de formação estelar podem ser elevadas em galáxias em fusão, particularmente aquelas que contêm buracos negros em recuo.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Preço para voar em nave da Boeing será 60% mais caro do que na da SpaceX

O inspetor-geral da NASA divulgou nesta quinta-feira (14) um relatório sobre o Programa Commercial Crew, com detalhes sobre os problemas técnicos enfrentados pelas empresas SpaceX e Boeing no desenvolvimento de suas espaçonaves - Crew Dragon …

A corrida para salvar 33 marinheiros e 1 cachorro da ilha onde missionário foi morto por nativos há 1 ano

"Homens selvagens, provavelmente mais de 50, com armas caseiras, estão fazendo dois ou três barcos. Temo que eles nos alcancem no pôr do Sol. A vida de todos os tripulantes está em risco." A corrida contra …

Gigante chinesa do comércio eletrônico vende U$ 1 bilhão em 1 minuto

Sessenta e oito segundos. Esse foi o tempo que consumidores chineses levaram para gastar seu primeiro bilhão de dólares em vendas pela internet numa tradicional liquidação do país. O resultado surpreendente de vendas foi alcançado …

“A Tumba”: depósito de lixo nuclear está começando a se romper e afundar nas Ilhas Marshall

Antes de lançar a primeira bomba atômica do mundo, os EUA fizeram vários testes de detonações em locais remotos. O problema é que toda a radiação está até hoje nesses lugares, sendo que um desses …

Brasil dá 'sinal positivo' e valoriza participação no BRICS, diz especialista

Contrariando estimativas de que o governo de Jair Bolsonaro reduziria a importância do BRICS na sua política externa, o Brasil demonstra empenho e compromisso com o bloco, segundo especialista ouvido pela Sputnik. Em entrevista à Sputnik, …

Elon Musk fala em "curar o autismo" com as inovações da Neuralink

Participando de um podcast voltado à discussão da inteligência artificial (IA), o CEO da Neuralink, Elon Musk, erroneamente afirmou que sua empresa será capaz de curar distúrbios neurológicos como a esquizofrenia e o Alzheimer, além …

Bomba-H da Coreia do Norte seria 17 vezes mais poderosa que a de Hiroshima

Dados de satélite japonês forneceram detalhes do teste de uma arma termonuclear, realizado em 2017, indicando que sua explosão teria sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou …

Aquecimento global afetará saúde das novas gerações, diz relatório

Um relatório publicado nesta quinta-feira na revista científica The Lancet, a poucas semanas da conferência internacional para o clima (COP25), alerta para os riscos sanitários relacionados ao aquecimento global e às emissões de gás carbônico. O …

Estudante abre fogo em escola na Califórnia

Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas depois que um aluno abriu fogo nesta quinta-feira (14/11) numa escola secundária no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, causando pânico entre estudantes e funcionários. …

Governo italiano deve decretar estado de catástrofe natural em Veneza

Metade da cidade está debaixo d’água, atingida pela pior cheia em 53 anos. O nível subiu 187 cm na terça-feira (12), o segundo mais alto desde 1966. A situação levou o governo a decidir decretar …