Globo e outras redes pagariam propina à FIFA para terem direitos de TV; um dos acusados se matou

(dr) globo.com

Um ex-executivo que fechou um acordo judicial com procuradores dos EUA disse nesta terça-feira, em um julgamento envolvendo a corrupção na FIFA e que acontece em Nova York, que grandes empresas de mídia, incluindo a Rede Globo, pagaram subornos para garantir direitos de televisão para jogos de futebol.

Alejandro Burzaco, ex-presidente de uma empresa argentina de marketing esportivo, declarou-se culpado em novembro de 2015 pelos crimes de extorsão, fraudes eletrônicas e lavagem de dinheiro, e concordou em pagar US$ 21,6 milhões em restituição pelas atitudes ilegais.

Em um tribunal federal dos EUA, ele detalhou como sua empresa Torneos y Competencias  por mais de uma década pagou milhões de dólares em subornos aos executivos da Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) para garantir direitos de televisão para os principais torneios.

Os subornos eram comuns, disse ele. A Fox Sports, parte da 21st Century Fox, a Rede Globo do Brasil, o grupo argentino Full Play, a firma mexicana Televisa, e o MediaPro da Espanha foram os que pagaram — todos os parceiros da Torneos y Competencias, disse Burzaco. Os subornos foram enviados por transferência bancária para contas bancárias suíças ou dinheiro “em sacos ou envelopes”, acrescentou Burzaco.

O ex-presidente Julio Grondona, ex-chefe de finanças da Fifa e presidente da Associação Argentina de Futebol, e o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, receberam “tratamento presidencial”, afirmou.

Eles foram levados por jato particular, com “três ou quatro Mercedes” estacionados na pista de atletismo pronto e esperando na chegada à sede da CONMEBOL. “Eles tiveram tratamento presidencial ou diplomático ou real”, declarou Burzaco. “Como um dignitário especial, não havia alfândega, nem imigração“, disse ele.

O julgamento da corrupção da FIFA começou segunda-feira, dois anos e meio depois que os Estados Unidos apresentaram o maior escândalo de enxertos na história do futebol mundial.

Três réus da América do Sul são acusados de confrontos de extorsão, fraudes eletrônicas e lavagem de dinheiro. O brasileiro José Maria Marin, que sucedeu a Teixeira na CBF, é um deles, ao lado do ex-vice-presidente da FIFA, Juan Angel Napout, eleito presidente da CONMEBOL em 2014, e Manuel Burga, que liderou o futebol no Peru até 2014.

Eles são apenas três dos 42 funcionários e executivos de marketing, para não mencionar três empresas, indiciadas em uma queixa exaustiva de 236 páginas detalhando 92 crimes separados e 15 esquemas de corrupção no valor de US$ 200 milhões.

Os advogados de defesa admitem corrupção generalizada na FIFA, mas dizem que não há evidências de que seus clientes estavam envolvidos e tentarão desacreditar as testemunhas governamentais que provavelmente incluirão aqueles que cortaram acordos de negociação de argumentos no caso.

O julgamento deve durar cinco a seis semanas, e os promotores devem apresentar centenas de milhares de páginas de evidências e dezenas de testemunhas. Se forem condenados por um júri, eles podem pegar até 20 anos de prisão para as ofensas mais graves.

Suicídio

Após ser acusado de ter recebido propina no julgamento nesta terça-feira, Jorge Delhon, advogado do programa Futebol para Todos, se atirou em frente a um trem na capital argentina, Buenos Aires. As informações são da Reuters.

Delhon recebeu propinas do final de 2011 até 2014, de acordo com testemunho do ex-chefe da companhia de marketing esportivo Torneos y Competencias, Alejandro Burzaco, segundo registros da transcrição do tribunal.

De acordo com a Reuters, o maquinista do trem disse à polícia que Delhon, de 50 anos, correu ao lado dos trilhos, chamando a morte de suicídio. O maquinista buzinou e tentou frear, mas o homem foi atropelado, segundo comunicado.

Rede Globo nega irregularidades

A Rede Globo negou as irregularidades apontadas pelo ex-executivo argentino. Em nota, a emissora declarou que “o Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina”.

A emissora esclarece ainda que, “após mais de dois anos de investigação, não é parte nos processos que correm na Justiça americana. Em suas amplas investigações internas, apurou que jamais realizou pagamentos que não os previstos nos contratos“.

Ainda de acordo com a emissora, “o Grupo Globo se surpreende com o relato envolvendo o ex-diretor da Globo Marcelo Campos Pinto. O Grupo Globo deseja esclarecer que Marcelo Campos Pinto, em apuração interna, assegurou que jamais negociou ou pagou propinas a quaisquer pessoas”.

“O Grupo Globo se colocará plenamente à disposição das autoridades americanas para que tudo seja esclarecido. Para a Globo, isso é uma questão de honra. Os nossos princípios editoriais nem permitiriam que seja diferente”, diz a nota da emissora.

“Mas o Grupo Globo considera fundamental garantir aos leitores, aos ouvintes e aos espectadores que o noticiário a respeito será divulgado com a transparência que o jornalismo exige”, conclui a nota.

Ciberia // Sputnik News

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …

Calheiros anuncia nome das 14 pessoas que passaram de testemunhas a investigados na CPI da Covid

Segundo senador, é preciso mudar o "patamar" da investigação pois já há provas e indícios concretos contra as pessoas inseridas na lista, que agora será encaminhada ao presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). Nesta sexta-feira (18), …

Turistas “madrugam” para visitar Disneyland Paris, que reabre após oito meses por causa da pandemia

Depois de oito meses de portas fechadas, o parque Disneyland Paris reabriu para o público nesta quinta-feira (17). A atração, um dos principais destinos turísticos da Europa, volta a funcionar, mas mantém medidas sanitárias …

Cientistas desvendam mistério de 'apagamento' de estrela gigante Betelgeuse

Astrônomos dizem que solucionaram o mistério sobre por que uma das mais conhecidas estrelas que iluminava o céu à noite começou a perder o brilho há cerca de um ano. Betelgeuse, uma supergigante vermelha da …

Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana. Em …