Atirador de Christchurch se declara culpado por 51 homicídios

Martin Hunter / EPA

Autor do tiroteio às mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia

Australiano, que até então se dizia inocente, trouxe alívio à Nova Zelândia ao mudar de postura. Com declaração, julgamento se tornou desnecessário. Não há data para sentença, possivelmente de prisão perpétua.

Um homem australiano acusado de matar 51 fiéis muçulmanos em duas mesquitas em março de 2019, no pior ataque a tiros da história da Nova Zelândia, se declarou culpado dos homicídios nesta quinta-feira (26/03). Até então ele vinha se dizendo inocente, e a mudança causou surpresa entre as famílias das vítimas e sobreviventes e alívio na sociedade neozelandesa.

Brenton Tarrant, de 29 anos, apareceu numa transmissão ao vivo por vídeo a partir de sua cela numa prisão de segurança máxima de Auckland e admitiu ser o responsável pela morte de 51 pessoas, além de se declarar culpado de 40 acusações de tentativa de homicídio e uma acusação de cometer ato terrorista numa audiência convocada às pressas pelo Supremo Tribunal sobre os ataques de Christchurch.

O australiano é o primeiro culpado por terrorismo na Nova Zelândia, cujas leis relativas ao crime foram aprovadas após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 ao World Trade Center nos Estados Unidos.

O massacre aconteceu no dia 15 de março de 2019, quando Tarrant também foi preso. Na ocasião, ele foi acusado de usar armas semiautomáticas para alvejar muçulmanos concentrados em duas mesquitas na cidade neozelandesa para as preces de sexta-feira. O ataque foi transmitido ao vivo pela rede social Facebook, onde foi visto por centenas de milhares de pessoas.

Pouco antes dos ataques, Tarrant postou um manifesto de 74 páginas nas redes sociais em que chamava migrantes de “invasores” e fazia alusão à expressão “genocídio branco”, um termo usado por supremacistas brancos para contestar o crescimento de populações minoritárias.

Os ataques levaram a mudanças nos protocolos de empresas como o Facebook, além de impulsionar novas leis na Nova Zelândia, que baniu os tipos mais letais de armas semiautomáticas.

O fato de Tarrant ter se declarado culpado torna desnecessário um julgamento de um mês e meio previsto para começar em junho. Em vez disso, o tribunal deverá pronunciar diretamente a sentença de Tarrant pelas 92 acusações. O australiano deverá pegar prisão perpétua. Ainda não foram divulgadas informações sobre quando ele poderá se tornar elegível para um regime condicional.

A corte não marcou uma data para o veredicto, principalmente por causa da quarentena de um mês declarada em todo o país devido à pandemia do coronavírus. A audiência desta quinta-feira também aconteceu com apenas 17 pessoas presentes no tribunal, incluindo os dois imãs que atuavam nas mesquitas alvejadas. Tarrant deverá ficar detido até o dia 1º de maio.

A primeira-ministra Jacinda Ardern, que foi elogiada em todo o mundo por sua gestão após os ataques, disse estar aliviada com a declaração do australiano. “Toda a nação, mas particularmente a comunidade muçulmana, foi poupada de um julgamento que poderia ter sido usado como plataforma [para divulgar as convicções de Tarrant]”, afirmou.

O australiano se mudou para a Nova Zelândia em 2017, morando na cidade universitária de Dunedin. Frequentava uma academia, praticava tiro numa área de um clube de rifles e acumulou um arsenal de armas. Não se sabe se ele tinha um emprego na época. Em alguns posts na internet, Tarrant declarou ter herdado uma quantia significativa de dinheiro após a morte do pai.

Ele parecia ter fascínio por conflitos religiosos na Europa e nos Bálcãs e visitou vários países no Leste Europeu antes de cometer os ataques. Depois dos tiros disparados na segunda mesquita, Tarrant estava dirigindo – a suspeita é de que ele queria cometer um terceiro ataque. Foi nesse momento que dois policiais bateram em seu carro, tirando-o da rua, e o prenderam.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Superlua Rosa: satélite atinge proximidade máxima com a Terra

Na próxima terça-feira (7), os entusiastas da astronomia vão poder testemunhar um conhecido e belo fenômeno dos céus que acontece anualmente. A Superlua Rosa é o momento em que o satélite atinge proximidade máxima com a …

Empresas brasileiras lançam manifesto contra demissões

Dezenas de empresas assinam texto pedindo que companhias se comprometam a não demitir nos próximos dois meses, mesmo diante dos impactos econômicos provocados pelas medidas de isolamento para conter o coronavírus. Um grupo de 41 empresas …

Bill Gates vai financiar sete pesquisas de vacina contra COVID-19

Bill Gates, o fundador, ex-CEO e atual filantropo, anunciou durante entrevista no talk show norte-americano Daily Show With Trevor Noah que, por meio de sua própria fundação, estará financiando sete pesquisas clínicas que buscam descobrir …

Bolsonaro é denunciado no TPI por “crime contra a humanidade”

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) denunciou o presidente Jair Bolsonaro por crime contra a humanidade no Tribunal Penal Internacional.  A denúncia foi protocolada nesta quinta-feira (2) na corte de Haia. Segundo …

O primeiro ‘autor’ do mundo era uma mulher

Enheduanna viveu no século 23 antes da nossa era na Mesopotâmia. Princesa, sacerdotisa e poeta, ela pode se orgulhar de ter sido a primeira autora do mundo a ter seu nome conhecido em uma época …

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …