Nova Zelândia vai abater 150 mil vacas para erradicar uma bactéria

Dirk Ingo Franke / Wikimedia

Políticos e líderes da agropecuária anunciaram, nesta segunda-feira (28), que a Nova Zelândia vai abater cerca de 150 mil vacas para erradicar uma bactéria infecciosa que ameaça as explorações locais.

O plano deverá custar centenas de milhões de dólares e, caso seja bem-sucedido, será a primeira vez que um país infectado consegue erradicar a bactéria Mycoplasma bovis, detectada pela primeira vez na Nova Zelândia em julho do ano passado.

A indústria agropecuária é fundamental para a economia da Nova Zelândia, cujo isolamento a tem protegido de doenças que habitualmente afetam explorações animais em outras regiões do mundo.

A bactéria em causa provoca o desenvolvimento de metástases nas vacas, pneumonia e artrite, entre outras doenças, mas não é vista como uma ameaça para a segurança alimentar. O plano prevê o abate de todas as vacas, mesmo as que se encontrem saudáveis, desde que tenha sido encontrada a bactéria na exploração animal.

Na Nova Zelândia existem 10 milhões de vacas, o dobro da população humana. Cerca de dois terços correspondem a vacas leiteiras e o resto a bovinos destinados à alimentação de carne. A produção do leite é o maior ativo de exportação do país, sendo a China um dos principais compradores.

Até agora, a Mycoplasma bovis foi detectada em 38 explorações por toda a Nova Zelândia, indicaram fontes oficiais. No entanto, o número deverá aumentar para as 142, segundo projeções realizadas pelas autoridades.

Cerca de 24 mil vacas foram abatidas nos últimos meses. O custo do programa de erradicação da bactéria está estimado em 886 milhões de dólares neozelandeses, cerca de R$ 2,2 milhões.

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse acreditar ser possível erradicar a bactéria. “Não sabemos, a longo prazo, qual o impacto coletivo que poderá ter na indústria, que é incrivelmente importante para a economia da Nova Zelândia”, admitiu.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. mas que diferença faz ASSASSINAR 150 MIL ANIMAIS, excepcionalmente por conta da bactéria e rotineiramente continuar assassinando estes animais pra alimentar uma parcela privilegiada da humanidade em todo planeta? O interesse é totalmente capitalista e voltado para o prazer do ser humano que não tá nem aí se os animais são USADOS, SACRIFICADOS e PRISIONEIROS, mesmo que exista alternativa como uma alimentação SEM CARNE. HIPÓCRITAS! Um dia a humanidade vai ser dizimada por aquilo que come.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …