Biden não terá política externa ‘agressiva’ e Brasil é aliado, diz porta-voz do Departamento de Estado dos EUA

Joe Biden

Apesar dos comentários de Joe Biden contra a política ambiental de Bolsonaro e a torcida do presidente pela reeleição de Donald Trump, o novo governo americano afirma que não terá uma política externa “agressiva” em relação ao Brasil e que o país segue sendo considerado um aliado de Washington em âmbito internacional.

Em entrevista à BBC News Brasil, a porta-voz do Departamento de Estado americano para a América Latina, Kristina Rosales, afirmou que “conforme vão mudando os governos de um país ou de outro, vai haver uma mudança de prioridades. É normal. Mas isso não significa que porque o governo e as prioridades mudaram, a relação com o país que tem um governo com prioridades distintas vai ser completamente destruída, ou que vai mudar de forma a não haver mais possibilidade de aliança”.

Nesta quinta-feira (11/02), após três semanas de gestão Biden, o chanceler Ernesto Araújo e o secretário de Estado americano Tony Blinken deram o primeiro passo na relação em alto nível entre os governos.

“Tive hoje longa e produtiva conversa com o Secretário de Estado Antony Blinken. Agenda 100% positiva. Ficou claro que há excelente disposição e amplas oportunidades para continuarmos construindo uma parceria profunda entre o Brasil e os Estados Unidos”, anunciou Araújo via Twitter.

Rosales afirmou ainda que reduzir a influência chinesa na América Latina – especialmente no tema da rede 5G brasileira – segue sendo prioridade para os EUA, embora os passos tomados para atingir o objetivo devam ser mudados.

É possível que a aliança Clean Network, criada por Trump pra excluir empresas chinesas do fornecimento de equipamentos a aliados, e endossada em novembro por Ernesto Araújo e o deputado Eduardo Bolsonaro, deixe de existir.

A diplomata americana comentou ainda as mudanças no sistema de imigração para os EUA. Biden enviou ao Congresso um projeto de lei para garantir uma via para cidadania a quase 11 milhões de pessoas que vivem hoje no país sem documentos. A medida é a mais progressista da história, mas Rosales afima que isso não significa dizer “as portas estão abertas, que venha todo mundo”.

“O que esse governo quer comunicar é que os Estado Unidos estão trabalhando numa política para restauração do processo de migração, que vai ser organizado e justo, que não vai ser aquele processo que vai todo mundo pra fronteira e entra quem ganhar no ‘1,2,3 e já'”, diz Rosales.

Ela descartou ainda a possibilidade de conversa entre Washington e Caracas para tentar resolver a crise humanitária que levou à diáspora de cerca de seis milhões de venezuelanos. “A gente não tem diálogo com o ditador da Venezuela”.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …

Chinês é condenado a pagar indemnização à ex-mulher por trabalho doméstico

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira (24/02). O …

Oceano Atlântico cresce e Pacífico encolhe. Ciência tem nova resposta para fenômeno

Durante a era paleozoica, entre 200 a 540 milhões de anos atrás, o planeta Terra possuía somente um único e imenso continente – a Pangeia, rodeada por um único oceano, intitulado Pantalassa. Depois de uma série …

Um acelerador de partículas cósmico, muito mais poderoso do que o LHC foi descoberto no espaço

Cientistas rastrearam uma partícula fantasma para uma estrela despedaçada e descobriram um gigantesco acelerador de partículas cósmico. A partícula subatômica, chamada de neutrino, foi lançada em direção à Terra depois que a estrela condenada chegou muito …

Mulher de 'El Chapo' Guzmán é presa nos EUA acusada por narcotráfico

Foi presa nesta segunda-feira (22/02) nos Estados Unidos Emma Coronel Aispuro, 31, mulher de Joaquín "El Chapo" Guzmán, ex-líder do cartel de drogas mexicano Sinaloa. Aispuro, que tem cidadania mexicana e americana, foi presa no aeroporto …

Gana é o primeiro país do mundo a receber vacinas do programa Covax, da OMS

Gana recebeu nesta quarta-feira o primeiro lote mundial de vacinas financiadas pelo programa Covax, que proporciona aos países de renda baixa e média as primeiras doses de fármacos antiCovid. Os imunizantes foram enviados de …

Variante da Califórnia parece ser mais contagiosa e resistente a vacinas, aponta estudo

Um novo estudo confirma que a mutação do SARS-CoV-2 na Califórnia, EUA, é mais contagiosa e mais resistente a vacinas, embora a escala de sua ameaça ainda não esteja clara. Uma variante descoberta pela primeira vez …

Cheirinho de carro novo? Estudo alerta para risco de câncer em odor favorito de muitos

Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade da California Riverside mostrou que o cheiro de carro novo, tão amado por todo mundo que acaba de comprar o seu veículo, pode ser um risco para saúde. Mas …

STJ anula quebra do sigilo de Flávio Bolsonaro no caso das "rachadinhas"

Ministros apontaram falta de fundamentação do juiz de 1ª instância. Decisões da próxima semana determinarão chance de o processo contra o senador ir adiante ou voltar ao início. A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça …

Troca de comando na Petrobras: Bolsonaro repete interferência de Dilma na estatal?

As ações da Petrobras derreteram depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu mudar o comando da empresa. Na noite de sexta-feira (19/02), Bolsonaro anunciou o general da reserva Joaquim Silva e Luna para substituir o …