Brasileiro prodígio de 7 anos é 1º lugar em concurso da Nasa

(dr) Margarida Barrera

João Paulo escreveu um livro infantil bilíngue (português-inglês) sobre exploração espacial

João Paulo escreveu um livro infantil bilíngue (português-inglês) sobre uma aventura espacial

Um brasileiro prodígio, de apenas 7 anos, completados hoje (31), ganhou um concurso da Nasa, agência espacial americana e é o novo orgulho do país.

No começo da semana, quando ainda tinha 6 anos, João Paulo Guerra Barrera, de São Paulo, venceu o concurso sobre colonização espacial, chamado Ames Space Settlement Contest, na categoria mérito literário.

O menino escritor foi o primeiro colocado entre mais de 6 mil estudantes do mundo inteiro, de até 18 anos. João Paulo Barrera está adiantado dois anos na escola. Ele cursa o terceiro ano do Fundamental.

Ele se viu em empate técnico com Nanitha Varma N., da Índia., que escreveu um poema chamado “My Quest” (Minha busca).

João escreveu um jogo de computador, Sonic World Space Settlement, baseado em um livro bilíngue português-inglês que ele mesmo escreveu no ano passado: No Mundo da Lua e dos Planetas/In the World of the Moon and the Planets.

No game, um trio de crianças se aventura pelo espaço construindo um foguete a partir de peças recicladas e explora os planetas do Sistema Solar. “Foi ele quem escreveu o livro, o jogo, e quem fez a programação sozinho”, conta Margarida Barrera, mãe do João Paulo.

Com o livro publicado, o menino já é o escritor brasileiro bilíngue mais jovem de que se tem notícia. “Eu me senti muito feliz e com vontade de passear no espaço com gravidade zero”, descreveu o jovem vencedor do concurso ao Mensageiro Sideral.

Os pais atribuem o sucesso à educação que estão dando ao filho. “Felicidade extrema em saber que estamos no caminho certo em oferecer para ele uma boa educação e incentivar o gosto pela leitura e pelos desafios, sempre lembrando que a melhor herança que podemos deixar para ele é a firmeza em aspirar triunfos e a capacidade de assimilar insucessos”, disse a mãe.

1º prêmio brasileiro

Desde 2011 o Brasil participa do concurso da Nasa – criado para estimular as próximas gerações de cientistas e engenheiros a imaginar o futuro humano no espaço. Mas prêmios mesmo, só faturamos agora em 2017, pela primeira vez. Além da grande conquista de João Paulo, outros quatro projetos brasileiros foram agraciados.

Uma equipe do Instituto Nossa Senhora da Piedade, no Rio de Janeiro, ganhou o terceiro prêmio voltado para alunos do terceiro ano do Ensino Médio.

Tivemos três menções honrosas, uma para Eduardo N., do Colégio Nossa Senhora de Sion, em São Paulo, outra para Isabela Moreira Leite Postelhone de Freitas, da Escola Estadual Prof. Amilcare Mattei, de Marília (SP), e uma terceira para o grupo composto por Ana Beatriz Martins Costa, Ingrid Laíse Magalhães de Oliveira, Kauan Araujo Barbosa e Luisa Stolemberger Rodrigues, alunos do quinto ano da Escola Municipal Antonio Pedro Ribeiro, em Mogi das Cruzes (SP).

Prêmios

O concurso de 2017 foi o mais competitivo de sua história, com cerca de 1.500 trabalhos submetidos.

O Brasil ficou em quarto lugar no “quadro de medalhas” entre os países participantes. Foram ao todo 211 premiações. Em primeiro lugar veio a Índia, com 138 delas, incluindo aí o Grande Prêmio. Em segundo lugar, a Romênia, que tem longa tradição de participação no concurso e ficou com 33 prêmios.

Os Estados Unidos, país-sede, ficaram com 16. E o Brasil, na quarta posição, com 5, à frente de Japão, China, Canadá e Rússia, países com grande tradição na área espacial.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA:

Pediatra que descobriu o Asperger colaborou com os nazistas na Segunda Guerra Mundial

Documentos recentemente descobertos sugerem que Hans Asperger, o pediatra cujo nome descreve uma forma de autismo, esteve ativamente envolvido no programa de eutanásia do regime nazista na Áustria. As provas foram retiradas de documentos e registros …

Quase 40 anos depois, a Arábia Saudita voltou a ter cinema

A Arábia Saudita inaugurou nesta quarta-feira (18) o primeiro cinema comercial, pondo fim a uma proibição de quase 40 anos, em um esforço do príncipe saudita para modernizar o reino conservador. Segundo a Reuters, o novo …

Se reunião com a Coreia do Norte não correr bem, Trump se levanta e sai

Donald Trump admitiu haver a possibilidade de libertar os três norte-americanos presos na Coreia do Norte e adiantou que pode cancelar o encontro com Kim Jung-un se achar que não será produtivo. Nesta quarta-feira (18), Donald …

Miguel Díaz-Canel, o primeiro presidente da Cuba pós-Castro

Miguel Mario Díaz-Canel, o número 2 do governo de Cuba desde 2013, se tornou nesta quinta-feira (19) o novo presidente do país, onde, pela primeira vez em seis décadas, a principal liderança não tem Castro …

Projeto que prevê proibição de plástico descartável no Brasil é aprovado pelo Senado

Na terça-feira (17), a Comissão de Meio Ambiente (CMA), que faz parte do Senado, aprovou um projeto importantíssimo, que prevê a retirada gradual do plástico descartável no Brasil. De acordo com o projeto, em dez anos, …

MPF pede que Ibama indefira exploração de petróleo na foz do Amazonas

O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá expediu recomendação nesta quarta-feira (18) para que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) indefira licença para exploração de petróleo na foz do …

Temer tira dinheiro da saúde e do combate à violência contra a mulher para usá-lo em publicidade

No último dia 10, o governo de Michel Temer, através do Ministério do Planejamento, baixou a Portaria 75, que remaneja recursos do orçamento para a Secretaria de Comunicação (Secom), pasta responsável pela propaganda oficial do …

Entra em vigor lei que aumenta pena para motoristas alcoolizados

Entra em vigor nesta quinta-feira (19) a Lei 13.546/2017, que ampliou as penas mínimas e máximas para o condutor de veículo automotor que provocar, sob efeito de álcool e outras drogas, acidentes de trânsito que …

Meridiano 100 começa a mudar de lugar

O limite invisível que ajudou a definir e a dividir os Estados Unidos durante séculos está mudando de lugar. Por causa do aquecimento global. O meridiano 100 – a linha de longitude invisível que corta a …

Choveram diamantes extraterrestres na África; vindos de um planeta perdido

Uma análise em diamantes encontrados em fragmentos de meteoritos no Sudão revela a primeira evidência física de antigos planetas embrionários. No dia 7 de outubro de 2008, um asteroide entrou na atmosfera terrestre e se fragmentou …