Mulher tinha um verme se mexendo sob a pele; e não era um pesadelo

The New England Journal of Medicine

Registro do parasita Dirofilaria repens no rosto da mulher russa

Através de selfies, uma mulher russa registrou durante dias a evolução de um pequeno nódulo no rosto. Mais tarde, quando o nódulo misteriosamente se moveu, procurou ajuda médica. O caso se tratava, na verdade, de um verme parasita.

A mulher notou um pequeno nódulo sob seu olho esquerdo e, para registrar o estranho relevo, tirou uma selfie. Entretanto, algo mais estranho aconteceu: o “caroço” se moveu.

Com uma sequência de fotografias, a mulher conseguiu seguir o nódulo que se movia no rosto. Cinco dias depois de notá-lo pela primeira vez, o nódulo migrou para a pálpebra do olho esquerdo. Passados 10 dias, se mudou para o lábio superior.

Logo após a última migração, a mulher procurou um oftalmologista, que observou um “nódulo alongado, móvel e superficial na pálpebra superior esquerda”, de acordo com o relatório do caso, publicado esta semana no New England Journal of Medicine.

Depois, descobriu-se que a mulher, de 32 anos, tinha uma infecção com um tipo de um verme parasita chamado Dirofilaria repens. Esses vermes, que se parecem com filamentos, infectam normalmente cães, gatos, raposas e outros mamíferos selvagens.

De acordo com um relatório clínico semelhante de 2011, os vermes se alojam por norma no tecido sob a pele.

Transmitido por mosquitos

Os seres humanos são hospedeiros “acidentais”, pois, uma vez dentro da pele dos humanos, esses parasitas não conseguem se reproduzir.

Os vermes são transmitidos por picadas de mosquitos e casos em humanos já foram registrados em algumas partes da Europa, Ásia e África, segundo o mesmo relatório. No momento da picada, os parasitas se agarram à pele e entram pela ferida. Depois, as larvas crescem.

No relatório mais recente, a mulher russa que foi infectada disse que viajou recentemente para uma área rural de Moscou, onde foi frequentemente picada por mosquitos.

Vladimir Kartashev, professor de medicina na Universidade Estatal de Rostov, na Rússia, foi o médico responsável por tratar a mulher. Segundo Kartashev, desde 1997, houve mais de 4 mil casos em humanos da infeção na Rússia e na Ucrânia.

Os casos em humanos têm, inclusivamente, aumentado nos últimos anos. Em um estudo publicado em 2015 por Kartashev e sua equipe, os pesquisadores analisaram os dados do Dirofilaria incidentes na Rússia e na Bielorrússia.

De acordo com o estudo, os casos relatados passaram de 8 em 1997 para quase 200 em 2012. Os dados notam ainda que a doença “se espalhou” para o norte, havendo mais pessoas infectadas a latitudes mais altas do que em 1997.

Nos seres humanos, a infeção parasitária se manifesta com nódulos embaixo da pele e, às vezes, os vermes podem mesmo se mover.

De acordo com outro estudo, publicado em 2014, no qual mais de 200 casos de infecção desse parasita foram analisados em um período de 17 anos, os médicos observaram que o verme se movia em cerca de 35% dos pacientes. Alguns dos infectados reportaram uma “sensação de ‘rastejar’ sob a pele”.

Embora possa parecer muito assustador, o tratamento é relativamente simples: de acordo com o novo estudo, a remoção cirúrgica do verme pode curar a infecção. Segundo o relatório clínico da russa, a mulher removeu cirurgicamente o verme que se encontrava no lábio e se recuperou totalmente.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …

Beirute soma mais de 100 mortos e 4000 feridos após explosões

O Líbano vive nesta quarta-feira (5) um dia de luto nacional, após as explosões na região portuária de Beirute, na tarde de ontem. A tragédia soma pelo menos 100 mortos, 4.000 feridos e 300.000 …

Mensagem na areia salva marinheiros desaparecidos no Oceano Pacífico

Trio de marinheiros que havia se desviado de rota e ficado sem combustível foi localizado numa pequena ilha da Micronésia após três dias. Aeronaves avistaram sinal gigante de SOS escrito na areia da praia. Três homens …

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …

OMS afirma que não há solução milagrosa para lutar contra Covid-19

A Organização Mundial de Saúde avisou na segunda-feira que não há, nem haverá uma solução milagre contra a pandemis de Covid-19, não obstante a corrida que se verifica actualmente de forma a descobrir uma vacina …

Alemanha quer exigir de viajantes teste de covid-19 feito antes de embarque

Ministro da Saúde alemão defende que passageiros vindos de territórios de risco, incluindo o Brasil, apresentem exame negativo realizado em país de origem para entrar na Alemanha. O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, defendeu nesta …