Cientistas do MIT ensinam IA a fazer pizza

As pesquisas em Inteligência Artificial estão a todo vapor. Dessa vez, um grupo de cientistas do MIT ensinou uma delas a preparar uma pizza.

Um grupo de pesquisadores do MIT desenvolveu um modelo de inteligência artificial que, após receber uma lista de instruções, consegue gerar um produto completo. As implicações futuras dessa invenção para os campos doméstico e da construção civil são enormes, mas a equipe resolveu começar com algo mais simples, saboroso e prático: uma pizza.

O PizzaGAN é a mais nova rede neural do Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do MIT (CSAIL). Trata-se de uma rede gerativa adversária – uma dupla de redes colocadas uma contra a outra – capaz de criar imagens de uma pizza tanto antes, quanto depois de ela ser assada. A máquina infelizmente (ainda) não produz pizzas comestíveis, no entanto.

O que o MIT criou é uma rede neural que pode visualizar a imagem de uma pizza, determinar qual é o tipo e a distribuição de ingredientes, e adivinhar a ordem correta de montagem do alimento antes de assá-lo.

O algoritmo compreende como deve ser a preparação de uma pizza do início ao fim. E isso porque sua IA foi construída para identificar cada ingrediente adicionado ou removido da pizza, por exemplo. Assim que você retirar cogumelos e cebolas, por exemplo, a máquina reconhece e gera uma nova imagem da pizza sem estes ingredientes.

Segundo a ZDNet, todo o processo parte do princípio de que uma pizza é formada por camadas: a massa, o molho e as coberturas. O time então determinou que se a IA conseguisse identificar as mudanças visuais no processo de preparação de uma pizza, poderia aprender o passo a passo da preparação de uma.

PizzaGAN / MIT

O time alimentou a IA com cerca de 14 mil imagens de pizzas em diferentes estágios de sua preparação, incluindo fotografias e desenhos. O código, então, aprendeu os procedimentos necessários e a ordem que eles chegam na pizza. É possível ver um pouco do projeto na prática através desse site.

Segundo o Olhar Digital, a pizza da Domino’s, por exemplo, já está testando uma solução de visão computacional para controle de qualidade, aplicando IA para monitorar todas as pizzas que saem dos fornos. Coisas como distribuição de cobertura, formato e até o assado da pizza podem ser medidas e quantificadas pelo aprendizado de máquina em tempo real para garantir que os clientes não recebam um alimento ruim.

A solução do MIT integra a fase anterior, antes de levar a pizza ao forno, e determina o preparo adequado para fazer uma pizza saborosa e atraente. Pelo menos em teoria, poderíamos estar a alguns anos de uma solução de inteligência artificial que prepare, cozinhe e sirva pizza.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …