Café está perdendo a resistência à ferrugem em todo o mundo

O café mundial está perdendo rapidamente sua resistência à doença da ferrugem e algumas espécies até aqui consideradas resistentes podem perder essa capacidade dentro de cinco a dez anos.

O alerta de especialistas é de que a resistência, que nas últimas décadas tem se baseado no “híbrido Timor”, pode estar decaindo. Algumas variedades que há três décadas eram resistentes, como as Catimors e Sarchimors, estão perdendo a resistência.

O aviso foi feito por Christophe Montagnon, diretor científico da World Coffee Research (WRC), uma das principais organizações de pesquisa sobre café, segundo notícias em publicações especializadas.

Montagnon revelou suas previsões na 27ª conferência bienal da Associação de Ciência e Informação sobre o Café (ASIC), que decorreu em Portland, nos Estados Unidos.

O “híbrido Timor” é um híbrido natural, entre as espécies Coffea arabica e Coffea canephora, encontrado em Timor-Leste e que se tornou decisivo para os programas de combate à Hemileia vastatrix, responsável pela ferrugem alaranjada do cafeeiro.

Uma das regiões onde a situação está causando mais preocupações é na América Latina, onde especialistas admitem que as previsões sobre a capacidade de resistência foram superestimadas, afirmam as mesmas publicações.

Especialistas dizem que a variedade da arábica Lempira, amplamente plantada em Honduras, é uma das que no ano passado perdeu sua resistência à ferrugem.

Produtores em todo o mundo têm passado as últimas décadas desenvolvendo várias técnicas de combate à doença da ferrugem, com uma epidemia de 2012 que afetou muitas das produções na América Latina suscitando ações mais intensas, segundo a WRC.

As estimativas da organização é de que, globalmente, a ferrugem levou a reduções entre 50 e 80% nos volumes de produção, afetando significativamente várias comunidades agrícolas.

Em resposta foram plantadas variedades de café resistentes à ferrugem, em particular o “híbrido de Timor”, com aumentos de produção e expectativas de resultados idênticos aos anteriores.

A WCR destaca o fato de a base genética do “híbrido Timor”, que tem servido para combater a ferrugem, começar a dar sinais de redução de eficácia devido a um processo conhecido como ‘introgressão’ ou ‘hibridização introgressiva’.

A ‘introgressão’ é o movimento de um gene de uma espécie para o acervo genético de uma outra através de repetidos retrocruzamentos entre um híbrido e sua original geração progenitora. Montagnon nota que algumas variedades que há três décadas eram resistentes, como as Catimors e Sarchimors, estão perdendo a resistência.

A solução, considera a WCR, pode passar por desenvolver e testar novos híbridos e promover estratégias que invistam na saúde da planta, como manutenção, conservação dos solos, nutrição e sombra.

Em 2012, pesquisadores da Universidade de Évora anunciaram que o original do “híbrido de Timor” tinha sido encontrado próximo uma aldeia timorense, “no meio de uma floresta de café não ordenada, sem qualquer proteção ou referência”.

Os clones do “híbrido de Timor” – variedade que tinha sido identificada nos anos 60 do século passado e que depois ficou “perdida” – permitiram criar variedades resistentes à doença da ferrugem.

“A planta é conhecida desde os anos 60, mas, no período da ocupação indonésia de Timor, foi perdido todo esse conhecimento e referências”, disse na altura Pedro Nogueira, da Universidade de Évora, em declarações à Lusa.

A planta original foi redescoberta, graças a um projeto que envolveu os departamentos de Geociências e Economia da Universidade de Évora, a Universidade Nacional de Timor Lorosa’e e o Centro para a Pesquisa da Ferrugem do Café, em Lisboa.

A planta original do “híbrido de Timor” resulta do cruzamento da espécie arábica, com 44 cromossomos e não resistente à ferrugem, com a espécie robusta, com 22 cromossomos e resistente à doença.

“Esse cruzamento, improvável, pelo fato de a espécie arábica ter o dobro dos cromossomos da espécie robusta, aconteceu por um acaso da natureza em Timor-Leste”, explicou.

Após ter sido descoberta nos anos 60, a planta foi clonada e as novas variedades que originou, resistentes “à principal doença do café“, frisou Pedro Nogueira, permitiram “a melhoria e, até mesmo, a salvação de vastas plantações de café arábico em todo o mundo”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …

Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia. Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas …

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …

EUA acusam China de exportar drones autônomos letais para o Oriente Médio

O exército hi-tech de autômatos letais, antes uma visão do futuro, já é uma realidade e está em pleno curso, inclusive com comércio dessa nova tecnologia em andamento. Isso é o que diz o secretário de …

Um simples exame de sangue já pode prever câncer de mama 5 anos antes de se manifestar

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo, e também o que mais mata mulheres. No entanto, o grande paradoxo é que, enquanto a doença é a responsável por uma das principais …

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Após convocar novas eleições, líder esquerdista cede à pressão das Forças Armadas e da polícia, entregando o cargo "para que meus irmãos não sejam ameaçados". Vice e outras autoridades também se demitem. O presidente da Bolívia, …