Café está perdendo a resistência à ferrugem em todo o mundo

O café mundial está perdendo rapidamente sua resistência à doença da ferrugem e algumas espécies até aqui consideradas resistentes podem perder essa capacidade dentro de cinco a dez anos.

O alerta de especialistas é de que a resistência, que nas últimas décadas tem se baseado no “híbrido Timor”, pode estar decaindo. Algumas variedades que há três décadas eram resistentes, como as Catimors e Sarchimors, estão perdendo a resistência.

O aviso foi feito por Christophe Montagnon, diretor científico da World Coffee Research (WRC), uma das principais organizações de pesquisa sobre café, segundo notícias em publicações especializadas.

Montagnon revelou suas previsões na 27ª conferência bienal da Associação de Ciência e Informação sobre o Café (ASIC), que decorreu em Portland, nos Estados Unidos.

O “híbrido Timor” é um híbrido natural, entre as espécies Coffea arabica e Coffea canephora, encontrado em Timor-Leste e que se tornou decisivo para os programas de combate à Hemileia vastatrix, responsável pela ferrugem alaranjada do cafeeiro.

Uma das regiões onde a situação está causando mais preocupações é na América Latina, onde especialistas admitem que as previsões sobre a capacidade de resistência foram superestimadas, afirmam as mesmas publicações.

Especialistas dizem que a variedade da arábica Lempira, amplamente plantada em Honduras, é uma das que no ano passado perdeu sua resistência à ferrugem.

Produtores em todo o mundo têm passado as últimas décadas desenvolvendo várias técnicas de combate à doença da ferrugem, com uma epidemia de 2012 que afetou muitas das produções na América Latina suscitando ações mais intensas, segundo a WRC.

As estimativas da organização é de que, globalmente, a ferrugem levou a reduções entre 50 e 80% nos volumes de produção, afetando significativamente várias comunidades agrícolas.

Em resposta foram plantadas variedades de café resistentes à ferrugem, em particular o “híbrido de Timor”, com aumentos de produção e expectativas de resultados idênticos aos anteriores.

A WCR destaca o fato de a base genética do “híbrido Timor”, que tem servido para combater a ferrugem, começar a dar sinais de redução de eficácia devido a um processo conhecido como ‘introgressão’ ou ‘hibridização introgressiva’.

A ‘introgressão’ é o movimento de um gene de uma espécie para o acervo genético de uma outra através de repetidos retrocruzamentos entre um híbrido e sua original geração progenitora. Montagnon nota que algumas variedades que há três décadas eram resistentes, como as Catimors e Sarchimors, estão perdendo a resistência.

A solução, considera a WCR, pode passar por desenvolver e testar novos híbridos e promover estratégias que invistam na saúde da planta, como manutenção, conservação dos solos, nutrição e sombra.

Em 2012, pesquisadores da Universidade de Évora anunciaram que o original do “híbrido de Timor” tinha sido encontrado próximo uma aldeia timorense, “no meio de uma floresta de café não ordenada, sem qualquer proteção ou referência”.

Os clones do “híbrido de Timor” – variedade que tinha sido identificada nos anos 60 do século passado e que depois ficou “perdida” – permitiram criar variedades resistentes à doença da ferrugem.

“A planta é conhecida desde os anos 60, mas, no período da ocupação indonésia de Timor, foi perdido todo esse conhecimento e referências”, disse na altura Pedro Nogueira, da Universidade de Évora, em declarações à Lusa.

A planta original foi redescoberta, graças a um projeto que envolveu os departamentos de Geociências e Economia da Universidade de Évora, a Universidade Nacional de Timor Lorosa’e e o Centro para a Pesquisa da Ferrugem do Café, em Lisboa.

A planta original do “híbrido de Timor” resulta do cruzamento da espécie arábica, com 44 cromossomos e não resistente à ferrugem, com a espécie robusta, com 22 cromossomos e resistente à doença.

“Esse cruzamento, improvável, pelo fato de a espécie arábica ter o dobro dos cromossomos da espécie robusta, aconteceu por um acaso da natureza em Timor-Leste”, explicou.

Após ter sido descoberta nos anos 60, a planta foi clonada e as novas variedades que originou, resistentes “à principal doença do café“, frisou Pedro Nogueira, permitiram “a melhoria e, até mesmo, a salvação de vastas plantações de café arábico em todo o mundo”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Opositor belarusso é achado morto na Ucrânia

Ativista Vitaly Shishov ajudava compatriotas a fugir da perseguição do regime de Alexander Lukashenko, considerado o último ditador da Europa. Polícia investiga possível assassinato encenado como suicídio. Um ativista de Belarus foi encontrado morto nesta terça-feira …

Polônia concede visto humanitário a atleta olímpica e alimenta tensões com Belarus

A Polônia concedeu nesta segunda-feira (2) um visto humanitário para a atleta olímpica bielorrussa Krystsina Tsimanuskaya. A jovem afirma que estava sendo obrigada a deixar o Japão após ter criticado sua equipe e temia …

EUA e Reino Unido teriam dado 'luz verde' a Israel para retaliar Irã após ataque a petroleiro

Irã rejeitou o envolvimento do país no ataque contra o petroleiro Mercer Street no mar Arábico que ocorreu na quinta-feira (29), condenando as acusações lançadas pelo governo israelense. Tel Aviv teria recebido "luz verde" de Washington …

Incêndios causam mortes e devastação no sul da Europa

A União Europeia EU) enviou ajuda para a Turquia nesta segunda-feira (02/08), e voluntários se juntaram a bombeiros na luta contra fortes incêndios que já duram seis dias e mataram oito pessoas no país. Em …

Golpe militar em Mianmar completa seis meses e já resultou em quase mil mortes de civis

Aterrorizados pela repressão da junta militar e pela propagação do coronavírus, poucos birmaneses se atreviam a ir às ruas para protestar neste domingo (1º), quando completam-se seis meses do golpe de Estado que mergulhou …

Governo italiano vende casas a 2 euros na região da Sicília

Mais uma vez o governo italiano está vendendo casas em áreas rurais da Itália, após o sucesso da campanha para repovoamento de áreas abandonadas. Além de promover a ocupação por meio de incentivos para jovens e …

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes eleitorais

Em live para a qual convocou veículos de imprensa, Bolsonaro exibiu uma série de teorias falsas, cálculos equivocados e vídeos antigos, já verificados e desmentidos, mas que ainda circulam na internet, como supostas evidências de …

A incrível civilização antiga que mumificava os mortos 2 mil anos antes dos egípcios

"As mais antigas evidências arqueológicas conhecidas de mumificação artificial de corpos", segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), estão presentes na América do Sul, na costa árida …

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …