Estudo: quem bebe café vive mais tempo

O consumo de café pode contribuir para mais longevidade, ajudando a evitar doenças cardíacas, renais, respiratórias, cânceres, AVC ou diabetes, segundo um estudo em que foram analisadas mais de 180 mil pessoas.

A pesquisa, que será divulgada nesta terça-feira na publicação especializada Annals of Internal Medicine, se baseou em um estudo feito nos Estados Unidos entre diversas etnias pela Universidade do Hawaii e a Escola de Medicina Keck, da Califórnia.

“Não podemos dizer que beber café prolonga a vida, mas encontramos uma associação”, afirmou Veronica Setiawan, professora de medicina preventiva e principal autora do estudo, em que se registra que quem bebe uma xícara de café por dia tinha menos 12% de probabilidade de morrer do que quem não bebe.

Para quem bebe duas ou três xícaras, o risco de morte reduz 18%, não se verificando variação entre quem bebe café descafeinado.

“O café contém muitos antioxidantes e compostos que desempenham um papel importante na prevenção do câncer“, apontou a pesquisadora, salientando que os resultados não permitem concluir que o café é uma espécie de elixir, mas que “faz parte de uma dieta e estilo de vida saudáveis“.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) já tinha reconhecido no ano passado, depois de 25 anos a associar o café ao câncer da bexiga, que a bebida reduz o risco de câncer hepático e uterino. “Há pessoas que receiam que beber café possa ser mau porque aumenta o risco de doenças cardíacas, atrofia o crescimento ou leva ao aparecimento de úlceras ou azia, mas a pesquisa mostrou que de um modo geral, não faz mal à saúde“, declarou.

Contudo, há uma contraindicação clara no consumo de café muito quente, que a OMS alerta que pode causar câncer no esôfago.

As pessoas que participaram no estudo responderam a questões sobre estilo de vida, hábitos alimentares, histórico clínico e hábitos de consumo de café, dados que foram sendo atualizados durante cinco anos.

Dos participantes, 16% não bebe café, 31% bebe uma xícara por dia, 25% bebe duas a 3 e 7% declarou beber quatro ou mais xícaras diariamente. Os 21% restantes indicaram consumos sem padrão.

A tendência se verificou entre afro-americanos, americanos de origem japonesa, de origem sul e centro-americana e brancos, o que leva os cientistas a considerar que se estende a outros grupos étnicos. “Este estudo é o maior deste gênero já feito e inclui minorias com estilos de vida muito diferentes”, afirmou Setiawan.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Bicho vai pegar", diz Bolsonaro após autorizar uso do Exército e Força Nacional no Ceará

Presidente Jair Bolsonaro assina decreto que viabiliza uso do Exército e da Força Nacional para conter protestos de policiais militares no Ceará. Após diversos dias de protestos serem promovidos por policiais militares do estado do Ceará, …

Disney anuncia início de vendas do boneco do Baby Yoda

Depois de causar verdadeiro furor entre os fãs de ‘Star Wars’ e em gente que nunca ouviu falar da série de filmes, o boneco do Baby Yoda já tem data para chegar às lojas. O …

Arqueólogos encontram o que seria o túmulo de Rômulo, fundador de Roma

A descoberta é considerada "excepcional" pelos arqueólogos. O que poderia ser o túmulo de Rômulo (Romulus), o rei fundador de Roma, foi apresentado ao público pela primeira vez nesta sexta-feira (21), trazendo à tona uma …

Venezuela pede investigação do aeroporto de Lisboa em caso de tráfico de drogas

Polícia prendeu duas pessoas em Caracas, envolvidas em envio quinzenal de drogas para Portugal. Segundo autoridades venezuelanas, o transporte era feito em voos da TAP e o aeroporto de Lisboa foi acusado de cumplicidade. O Ministério …

Alemanha reforça medidas de segurança contra extrema direita após atentado

Após o choque do ataque racista em Hanau e pressionado por todos os lados a reagir, o governo alemão anunciou nesta sexta-feira (21) um fortalecimento da vigilância policial, especialmente em torno das mesquitas, diante de …

Tribunal autoriza Tesla a derrubar floresta nos arredores de Berlim

O Tribunal Administrativo Superior de Berlim-Brandemburgo, na Alemanha, autorizou nesta quinta-feira (20/02) a fabricante americana de carros elétricos Tesla a continuar derrubando uma floresta nos arredores de Berlim para a construção de sua primeira fábrica …

McDonald’s lança vela perfumada com ingredientes de hambúrguer

Quando você pensa que o McDonald’s já esgotou a sua cota de criatividade, eis que o marketing da franquia de restaurantes surge com as velas perfumadas com ingredientes de hambúrguer. Criadas para comemorar os 50 anos …

Câmara oculta no túmulo de Tutancâmon poderia abrigar rainha Nefertiti, revelam cientistas

Uma equipe de arqueólogos afirma ter encontrado evidências da existência de uma câmara oculta por atrás das paredes da famosa tumba de Tutancâmon, no Vale dos Reis, Egito. Essa câmara, segundo cientistas, poderia ser a …

Donald Trump critica Oscar por ter escolhido Parasita como Melhor Filme

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não ficou nada satisfeito com a escolha de Parasita, longa sul-coreano, como vencedor do Oscar de Melhor Filme. O político disparou contra a Academia, que escolheu a produção de …

Vídeo viral de menino que sofre bullying gera onda de comoção e apoio global

Pessoas de todo o mundo se uniram em apoio a um menino australiano de nove anos depois que um vídeo mostrando sua profunda angústia por ter sofrido bullying viralizou nas redes sociais. Yarraka Bayle postou o …