Caminhar 25 minutos por dia ajuda a evitar demência

Bastam apenas 25 minutos diários de caminhada pra evitar os efeitos da demência, revela um novo estudo.

Pesquisadores no Canadá monitoraram um grupo de 38 adultos com disfunção cognitiva vascular, a segunda causa mais comum de demência, após a doença de Alzheimer. Eles descobriram que aqueles que fizeram alguns passeios rápidos por semana – totalizando três horas no total – experimentaram uma melhora na função cerebral.

De acordo com a equipe canadense, que apresentou sua pesquisa em um artigo no British Journal of Sports Medicine, depois de seis meses, eles melhoraram o reflexo e outros sinais de função cerebral. A equipe também concluiu que caminhadas rápidas regulares poderiam reduzir um risco de desenvolver comprometimento cognitivo vascular.

O cérebro é um órgão altamente metabólico e para mantê-lo saudável, requer bom fluxo de sangue para entregar os nutrientes necessários e oxigênio para seus tecidos.

O exercício aeróbico também pode beneficiar o cérebro aumentando os fatores de que promovem o crescimento celular.

“Está bem estabelecido que o exercício aeróbico regular melhora a saúde cardiovascular e  cerebrovascular”, disse a autora principal do estudo, Teresa Liu-Ambrose, pesquisadora do Laboratório de Envelhecimento, Mobilidade e Neurociência Cognitiva da Universidade de British Columbia, em Vancouver, no Canadá.

“Em geral, o exercício parece ser uma estratégia promissora para promover a saúde cognitiva em adultos mais velhos”, disse Liu-Ambrose.

Ela e uma equipe de pesquisa colocaram aleatoriamente 38 idosos com disfunção cognitiva vascular leve em um dos dois grupos. Um grupo seguiu um programa de treinamento aeróbico de três aulas de uma hora de caminhada por semana durante seis meses, enquanto o outro grupo continuou com seus cuidados habituais.

Além disso, ambos os grupos receberam informações sobre comprometimento cognitivo vascular e dicas para ter uma dieta mais saudável.

As pessoas no grupo de treinamento aeróbio tiveram melhorias significativas em seus tempos de reação nos testes cognitivos, e mostraram mudanças em sua atividade cerebral que as faziam mais parecidas com cérebros saudáveis. O outro grupo não apresentou alterações.

“Embora mais pesquisas sejam necessárias para entender melhor como ela traz seus benefícios e quais fatores podem afetar o grau de benefício observado, há uma consequência negativa mínima do exercício”, disse ela.

Liu-Ambrose disse que não sabe se o exercício realmente pode impedir a disfunção cognitiva vascular, porque não houve estudos para determinar isso.

“No entanto, estudos de base populacional sugerem que a atividade física reduza o risco de desenvolvimento de disfunção cognitiva vascular. Além disso, como mencionado atrás, o exercício aeróbio é muito eficaz na redução dos fatores de risco vasculares associados com a disfunção cognitiva vascular, como a pressão arterial elevada”, disse.

“Dado o pequeno tamanho da amostra, é preciso ser cauteloso quanto à interpretação dos resultados deste estudo piloto”, disse o dr. Joe Verghese, diretor do Centro Montefiore Einstein para o Cérebro de Envelhecimento no Centro Médico Montefiore em Nova York.

“No entanto, é encorajador ver que o programa de exercícios aeróbicos de seis meses melhorou certos aspectos da cognição e mostrou mudanças na imagem cerebral funcional”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Revelada consequência grave da COVID-19 mais frequente do que se acreditava

Novo estudo revelou que os pacientes com COVID-19 que foram internados em unidades de terapia intensiva (UTI) têm mais possibilidade de desenvolver deficiências cognitivas contínuas. O estudo de quase 150 pacientes internados no início da pandemia …

Fundo de Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agricultores que poupam água

A startup norte-americana Iron Ox recebeu um aporte de US$ 53 milhões (R$ 280,5 milhões) para melhorar sua tecnologia de robôs usados na agricultura e que consomem 90% menos água que plantações tradicionais. O dinheiro veio …

Bolsonaro pede à população que tome banho frio e evite elevador

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (23/09) à população que tome banho frio e evite usar o elevador para economizar energia elétrica. "Aqui são três andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja …

A incrível descoberta que indica presença humana nas Américas muito antes do que se pensava

Novas descobertas científicas apontam que humanos chegaram às Américas pelo menos 7 mil anos antes do que se estimava anteriormente. As pesquisas em torno do momento em que o continente americano passou a ser povoado a …

Mianmar: Justiça americana ordena quebra de sigilo do Facebook para investigar ameaças contra rohingyas

Um juiz americano ordenou ao Facebook que divulgue os arquivos de contas ligadas de membros do exército birmanês e de milícias budistas que perseguiram a minoria Rohingya em Mianmar. A decisão, que encontra resistência …

Eduardo Bolsonaro está com covid-19

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, está com covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24/09) por vários sites brasileiros de notícias. O próprio Eduardo teria confirmado seu diagnóstico ao portal …

Covid: o que alta em internação de idosos revela sobre efetividade da vacina e 3ª dose

As últimas estatísticas de casos, internações e mortes por covid-19 no Brasil trazem uma conclusão importante: as vacinas funcionam e protegem contra as formas graves da doença, mas algumas pessoas mais vulneráveis realmente precisam tomar …

Líder separatista catalão Carles Puigdemont é detido na Itália

Carles Puigdemont, que foi presidente do governo regional catalão durante a declaração de independência frustrada de 2017, foi detido na ilha italiana da Sardenha (oeste) nesta quinta-feira (23) após quatro anos foragido da justiça …

Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional

O aumento da permissão de uso de psicodélicos como terapia promete transformar a forma como vemos o extraordinário. Foi em 1971 que Rick Doblin usou LSD pela primeira vez. Era uma tarde de sábado na Flórida, em …

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …