A depressão pode ser uma doença física

Em um novo estudo, cientistas dizem que há uma ligação definitiva entre depressão e inflamação causada por um sistema imunológico hiperativo. Essa conexão abre novas vias de tratamento e esperanças para os pacientes.

Os tratamentos atuais para a depressão se concentram principalmente em produtos químicos cerebrais como a serotonina. Porém, de acordo com o estudo publicado na European Neuropsychopharmacology, os cientistas agora pensam que a inflamação em todo o corpo (desencadeada por um sistema imune hiperativo) pode ser a causa do problema.

A inflamação generalizada pode produzir sentimentos de infelicidade, desesperança e fadiga. Se assim for, a depressão pode ser tratável com medicamentos anti-inflamatórios.

Também pode ser um sintoma: muitas pessoas ficam com o astral baixo quando estão doentes e seu sistema imunológico está ocupado lutando contra infecções ou vírus, sempre cansadas, desconfortáveis e sem vontade de fazer muita coisa.

No caso da depressão crônica, o sistema imunológico pode estar falhando em “desligar” após uma doença ou trauma, levando a sintomas persistentes.

As pesquisas e o efeito causal

Um conjunto crescente de pesquisas, incluindo artigos científicos e resultados de ensaios clínicos, parece revelar uma conexão entre o tratamento da inflamação e o alívio da depressão.

No final de julho, cientistas da Universidade de Stanford (EUA) afirmaram que poderiam criar um teste de diagnóstico para encefalomielite miálgica/síndrome de fadiga crônica, juntamente com um tratamento. Este trabalho confirmou outros anteriores que ligavam a síndrome à depressão e à inflamação.

Em outubro de 2016, uma revisão importante sobre medicamentos anti-inflamatórios também revelou uma ligação definitiva entre a inflamação e a depressão.

O trabalho mostrou que cerca de um terço das pessoas com depressão têm níveis mais elevados de citocinas, proteínas que controlam a maneira como o sistema imune reage. Isso pode indicar inflamação em seus cérebros. Também revelou que as pessoas com sistemas imunes “hiperativos” são mais propensas a desenvolver depressão.

Segundo Ed Bullmore, chefe do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Cambridge (Reino Unido), um novo campo de “imuno-neurologia” deve surgir em breve. “É bastante claro que a inflamação pode causar depressão”, disse durante uma conferência do Academy of Medical Sciences FORUM.

“Em relação ao humor, além de qualquer dúvida razoável, existe uma associação muito robusta entre a inflamação e os sintomas depressivos. A questão é se a inflamação leva a depressão ou vice-versa, ou se é apenas uma coincidência”, explicou.

“Nos estudos de medicina experimental, se você tratar um indivíduo saudável com uma droga inflamatória, uma porcentagem substancial dessas pessoas ficará deprimida. Então, pensamos que há provas suficientes para um efeito causal”, concluiu.

Uma consequência importante desses trabalhos seria tratamentos mais efetivos para a depressão, que talvez não precisem durar a vida toda. Outra implicação é que, se esse conhecimento melhorar nossa compreensão de como tratar a depressão, poderíamos transformar a percepção que as pessoas têm hoje da doença.

Socialmente, ver a depressão como uma condição com uma causa física definitiva poderia ajudar a reduzir o estigma em torno de doenças mentais, que muitas vezes impedem as pessoas de procurar e obter tratamento.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …

O estudo que vacinará uma cidade inteira com a Coronavac

Serrana (SP), com 45 mil habitantes, se torna um dos laboratórios mundiais para analisar o coronavírus. Instituto Butantan quer avaliar impacto da imunização em massa na transmissão da covid-19. Wuhan é a cidade onde a pandemia …

Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook

Pessoas que invadem e desmatam ilegalmente trechos da Floresta Amazônica estão anunciando as áreas no Facebook em busca de compradores. Uma investigação da BBC encontrou na plataforma dezenas de anúncios em que vendedores negociam pedaços da …

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …