Falta de uma simples molécula pode ser a causa da depressão para milhões de pessoas

A pesquisa em busca de melhores diagnósticos e tratamentos para pacientes com depressão pode agora tomar um novo rumo graças à recente descoberta de um novo biomarcador: a acetil-L-carnitina.

Os cientistas envolvidos no estudo descobriram que pessoas que sofrem de depressão apresentam níveis sanguíneos baixos de uma molécula chamada acetil-L-carnitina.

Além disso, os indivíduos com sintomas particularmente graves da doença, resistentes aos tratamentos ou que desenvolveram a condição na infância, são os que apresentam os níveis mais baixos.

A acetil-L-carnitina desempenha um papel crucial no metabolismo da gordura e na produção de energia. Não é uma substância esotérica: é amplamente disponível como suplemento dietético.

Nos últimos anos, têm surgido vários indícios que apontam para uma correlação entre a depressão e os níveis baixos desse biomarcador. A equipe, que inclui pesquisadores da Universidade Rockefeller (EUA), da Universidade de Duke (EUA) e do Instituto Karolinska (Suécia), conduziu uma experiência em cobaias para conseguir alcançar o feito.

Na experiência, os cientistas puderam concluir que a acetil-L-carnitina tem um efeito antidepressivo de ação rápida nos animais, ao contrário dos inibidores seletivos de recaptação de serotonina, que demoram semanas para produzir algum efeito.

Mas a equipe não ficou por aqui e realizou também um estudo com pacientes humanos de forma a concluir se há ou não bases suficientes para se possível realizar uma experiência semelhante em pessoas.

Dessa forma, os cientistas convidaram 71 pacientes com diagnóstico de depressão, homens e mulheres com idades entre 20 e 70 anos, e 45 pessoas saudáveis como grupo de controle.

Na experiência, os participantes tiveram de preencher um questionário detalhado, passar por uma avaliação clínica, partilhar o seu histórico médico e ainda fazer uma análise ao sangue. Dos 71 pacientes com depressão, 28 tinham sintomas moderados e 43 tinham sintomas graves.

Quando comparados ao grupo de controle, os pacientes com depressão tinham níveis substancialmente mais baixos de acetil-L-carnitina. Os pacientes com depressão grave apresentaram os menores níveis – pacientes cuja condição resistiu a medicamentos antidepressivos, pacientes com depressão de início precoce e pacientes que sofreram de abuso, negligência, pobreza ou violência na infância.

De acordo com os pesquisadores, esses pacientes constituem de 25 a 30% de toda a população que sofre de depressão e são, também, os que mais necessitam de ajuda.

Encontrada a ligação, o próximo passo passa por testar se os suplementos de acetil-L-carnitina podem ajudar a curar a depressão nestes pacientes, à semelhança do que aconteceu na experiência realizada com as cobaias.

Ainda assim, os especialistas alerta para o fato de haver ainda um longo caminho a percorrer. Os cientistas desconhecem o motivo da correlação da molécula com a doença ou o efeito que ela desempenha na condição.

O estudo realizado em camundongos sugeriu que a acetil-L-carnitina desempenha um papel no cérebro, impedindo o disparo excessivo de neurônios excitatórios, mas essa função precisa ainda ser muito explorada.

Natalie Rasgon, psiquiatra e pesquisadora da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, defende que, apesar de o estudo ter identificado um importante biomarcador do transtorno depressivo, há ainda muitas perguntas que precisam de resposta antes de os cientistas poderem avançar e recomendar com um tratamento.

“Qual a dose, a frequência e a duração adequadas para a suplementação com essa substância?”, questiona a cientista. “Esse é o primeiro passo e exigirá ensaios clínicos de grande escala, cuidadosamente controlados”, concluiu Rasgon.

As conclusões do estudo foram publicadas recentemente nos Proceedings of the National Academy of Sciences.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …