Cientistas analisam direitos de robôs e possibilidade de máquinas com emoções

Relatório preliminar divulgado neste mês avalia questões éticas relacionadas ao uso de robôs autônomos e suas interações com seres humanos; especialistas analisam possibilidade de relações sexuais e até paixão entre seres humanos e máquinas.

Um painel de especialistas em ética da ciência e tecnologia está explorando a possibilidade de robôs se tornarem “máquinas morais”, inclusive com direitos legais no caso de eles desenvolverem a habilidade de sentir emoções e distinguir entre o certo e o errado.

Em relatório preliminar divulgado neste mês, um grupo de trabalho sobre tecnologias emergentes disse que “dependendo dos avanços futuros nessa área, a possibilidade de os robôs desenvolverem emoções e até estatuto moral não deve ser descartada”.

Algorítimos

Esse grupo faz parte da Comissão sobre a Ética do Conhecimento Científico e Tecnológico (Comest), órgão científico consultivo da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

O documento avalia questões éticas relacionadas ao uso de robôs autônomos e como os seres humanos interagem com eles. Segundo os especialistas, “o rápido desenvolvimento de robôs autônomos altamente inteligentes deve desafiar a classificação atual de seres de acordo com o seu estatuto moral, de forma igual ou até mais profunda que o movimento dos direitos dos animais”.

De acordo com o relatório preliminar, supondo que os robôs do futuro se tornem ainda mais sofisticados, talvez até a ponto de aprenderem com experiências anteriores e se autoprogramarem, a natureza de seus algorítmos (que são um conjunto de instruções precisas de como o robô deve operar) deve se tornar um problema digno de “séria atenção ética e reflexão”.

Senso de Humor

Embora a maioria dos estudiosos que trabalham com ética dos robôs concorde que eles ainda estão longe de se tornarem “agentes éticos” como os humanos, há especulações de que os robôs possam adquirir, no futuro, características como senso de humor. E os especialistas até consideram a possibilidade de os humanos terem relações sexuais ou se apaixonarem por essas máquinas.

Códigos Éticos

Segundo o documento, a autonomia dos robôs deve crescer de forma que sua regulação ética se torne necessária. Isso seria feito através da programação dessas máquinas com códigos éticos criados especificamente para prevenir comportamentos que coloquem em risco os seres humanos ou o meio ambiente.

O estudo, no entanto, levanta uma questão importante: quem deve assumir a responsabilidade ética e legal nos casos de um mau funcionamento de um robô, que acabe por prejudicar de alguma forma os seres humanos?

Mundo Real

O documento ressalta que o campo da robótica ainda é pouco regulado, tanto éticamente quanto legalmente, provavelmente por ser uma área de pesquisa relativamente nova e que muda constantemente, cujo impacto no mundo real é difícil de antecipar.

Por fim, os especialistas consideram ser provável que o mau funcionamento nos sofisticados robôs de hoje em dia, como robôs armados utilizados para fins militares ou então carros robóticos autônomos saindo do controle, seja capaz de infligir danos significativos em um grande número de pessoas.

A dúvida é, portanto, não somente se os roboticistas devem respeitar certas normas éticas, mas se certas normas éticas devem ser programadas nos próprios robôs.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O primeiro ‘autor’ do mundo era uma mulher

Enheduanna viveu no século 23 antes da nossa era na Mesopotâmia. Princesa, sacerdotisa e poeta, ela pode se orgulhar de ter sido a primeira autora do mundo a ter seu nome conhecido em uma época …

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …