Cientistas avisam que “O dia depois de amanhã” pode se tornar real

(dr) 20th Century Fox

"O dia depois de amanhã" ("The day after tomorrow")

“O dia depois de amanhã” (“The day after tomorrow”)

O filme “O dia depois de amanhã”, de 2004, tem como história o colapso das correntes dos oceanos, devido ao aquecimento global, que gera tsunamis e tempestades cataclísmicas que varrem as grandes cidades mundiais, mudando a face do clima do nosso planeta.

A trama de Hollywood – “The Day After Tomorrow”, em inglês -, que tem Dennis Quaid e Jake Gyllenhaal nos papéis principais, parece pura ficção, mas um novo estudo científico vem relevar que pode mesmo, virar realidade.

O alerta vem de cientistas estadunidenses do Departamento de Geologia e Geofísica da Universidade de Yale e do Instituto de Oceanografia Scripps da Universidade de San Diego, na Califórnia, nos EUA.

Na investigação publicada no Science Advances, eles sugerem que os padrões de circulação dos oceanos podem entrar em colapso, num futuro próximo, o que levaria o hemisfério Norte da Terra a entrar numa Idade do Gelo.

Erro de cálculo nos modelos de projeção climática

A equipe liderada por Wei Liu, do Departamento de Geologia e Geofísica da Universidade de Yale, detectou um viés na maioria dos modelos de projecção climática que exagera a estabilidade do padrão da chamada Circulação de Revolvimento Meridional do Atlântico Norte (AMOC), que leva as águas quentes do Atlântico Sul para o Atlântico Norte.

“Um modelo corrigido em termos de viés coloca a AMOC num regime de estabilidade realística e prevê um futuro colapso da AMOC, com proeminente arrefecimento no norte do Atlântico Norte e áreas vizinhas”, destaca Liu num comunicado divulgado pelo Instituto de Oceanografia Scripps.

Este dado acarreta “enormes implicações para as mudanças climáticas regionais e globais” do planeta, acrescenta o pesquisador.

A AMOC – também conhecida como Circulação Termoalina ou Termossalina – é um sistema essencial para o equilíbrio do clima da Terra, sen fruto da diferença de temperaturas e de salinidade entre as massas de água dos oceanos, e promove a circulação das correntes entre a superfície e as diferentes profundidades e entre o Pólo Norte e o Equador.

Dióxido de carbono pode provocar colapso da Circulação Termoalina

As simulações deste novo estudo alarmante, efetuadas em laboratório, mostraram que as alterações climáticas, como “aumentos dramáticos no dióxido de carbono na atmosfera“, podem provocar o colapso da AMOC, num período de 300 anos.

O elevado nível de dióxido de carbono levaria o Ártico a derreter, o que aumentaria a quantidade de água gelada nos oceanos. Isto levaria à ruptura da AMOC, o que, por seu turno, motivaria o resfriamento de larga escala no Atlântico Norte, promovendo uma descida de 7 graus centígrados nas temperaturas do ar na superfície no noroeste da Europa, onde se inclui Portugal.

E, mesmo que este cenário possa nunca ocorrer ou venha só a afetar a Terra daqui a umas centenas de anos, é uma possibilidade real e um exemplo de como a ficção pode saltar da tela para as nossas vidas.

SV, Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dinossauro paulista: fóssil de cerca de 65 milhões de anos paralisa obras de rodovia

Obras foram retomadas nesta segunda-feira (26) após a extração do osso de Titanossauro ser concluída. O achado parou a duplicação da SP-333, no interior do estado, por dois meses. A duplicação da Rodovia Dona Leonor Mendes …

Hong Kong condena primeiro réu pela lei de segurança nacional

Tong Ying-kit, de 24 anos, foi considerado culpado nesta terça-feira (27/07) por incitar a secessão e o terrorismo, tendo se tornado a primeira pessoa condenada pela lei de segurança nacional de Hong Kong, imposta por …

Estudo de genoma revela qual inseto foi 1º a ser extinto pelo homem nos EUA

DNA de borboleta de 93 anos confirma primeiro caso de extinção de inseto por culpa do homem nos EUA. Espécie foi vista pela última vez em São Francisco no início dos anos 1940. Uma equipe de …

A vida secreta dos filhos dos neandertais

Em qualquer verão normal, a famosa Praia de Castilla, na Espanha, uma faixa perfeita de areia de 20 km cercada por uma reserva natural e próxima a um centro turístico, estaria coberta de pegadas de …

“Bolsonaro não está dando os anéis, mas os dedos para tentar salvar o braço”, diz cientista política

O novo ministro super poderoso do governo de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira, nomeado para a Casa Civil, toma posse esta semana. Apesar de todo o fisiologismo, a analista Graziella Testa, da Escola de Políticas …

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …