Princípio de incêndio é controlado em reator da usina de Chernobyl

Mond / Wikimedia

Monumento às vítimas do acidente de 1986 em Chernobyl, junto ao reator 4 da usina nuclear

Monumento às vítimas do acidente de 1986 em Chernobyl, junto ao reator 4 da usina nuclear

Funcionários do Ministério para Situações de Emergência da Ucrânia controlaram nesta terça-feira um princípio de incêndio no terceiro reator da usina de Chernobyl, que em 1986 sofreu a maior catástrofe nuclear da história.

“Às 15h57 (hora local; 9h57 de Brasília) recebemos a informação sobre uma coluna de fumaça no compartimento 509 do reator número 3 da central nuclear de Chernobyl”, informou a Inspeção Estatal de Regulamento Nuclear da Ucrânia em comunicado.

Segundo a nota oficial, “a fumaça foi sufocada três minutos depois,  e os níveis radioativos no reator número três e no complexo de Chernobyl não variaram”.

O terceiro reator da usina, que compartilhava com o quarto a sala de máquinas, entrou em operação em 1981, e em dezembro de 2000 foi fechado por ordem do governo.

Em 2010, as autoridades retiraram definitivamente o combustível nuclear armazenado neste reator, condição indispensável para a construção do novo sarcófago sobre o danificado quarto reator. Em novembro do ano passado, foi concluída a instalação do sarcófago, que garante a segurança do local durante os próximos cem anos.

(dr) themoskowtimes.com

O novo sarcófago gigantesco que vai cobrir definitivamente o reator 4 de Chernobyl é mais alto que a Estátua da Liberdade

O novo sarcófago gigantesco que vai cobrir definitivamente o reator 4 de Chernobyl é mais alto que a Estátua da Liberdade

O catastrófico desastre nuclear de Chernobyl aconteceu em 26 de abril de 1986, na central nuclear da então República Socialista Soviética Ucraniana. Uma explosão no reator 4 e o subsequente incêndio lançaram grandes quantidades de partículas radioativas na atmosfera, que se espalhou por boa parte da União Soviética e da Europa ocidental.

O desastre é o pior acidente nuclear da história em termos de custo e de mortes resultantes, além de ser um dos dois únicos classificados como um evento de nível 7, a classificação máxima na Escala Internacional de Acidentes Nucleares, compartilhando essa nota com o acidente nuclear de Fukushima I, no Japão, em 2011.

De acordo com estimativas oficiais, a explosão ocorrida de Chernobyl teria espalhado até 200 toneladas de material com uma radioatividade de 50 milhões de curies – uma quantidade de radiação equivalente a 500 vezes a liberada pela bomba atômica lançada em Hiroshima no final da Segunda Guerra Mundial.

Governo da União Soviética

O reator nuclear 4 de Chernobyl (ao centro) após o desastre. ao centro/direita, o reator 3

O reator nuclear 4 de Chernobyl (ao centro) após o desastre. ao centro/direita, o reator 3

A radiação continua a afetar a população da Bielorrússia, Ucrânia e Rússia, onde se encontram 70% dos quase 200 mil quilômetros quadrados de áreas contaminadas. E mais de 30 anos depois de Chernobyl, os javalis da Europa central continuam radioativos.

Daqui a 100 anos, os deliciosos javalis dos montes da região, prato típico local, não estarão propriamente brilhando no escuro; mas ainda terão cerca de 10% dos níveis de radioatividade que apresentam hoje.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …