Cientistas podem ter descoberto por que a menstruação dói tanto

Um grupo de cientistas pode ter descoberto novas pistas que ajudam a explicar o motivo da dor menstrual e por que os sintomas pré-menstruais (TPM) podem ser tão dolorosos para algumas mulheres. 

Em um grande estudo realizado em 2016, os cientistas descobriram uma ligação entre um biomarcador de inflamação e o nível de TPM, que sugere que a inflamação aguda pode provocar todas as cólicas e o inchaço pré-menstrual.

Há anos que os cientistas sabem que medicamentos anti-inflamatórios podem ajudar durante o período pré-menstrual e, a maioria dos médicos, já os recomenda para amenizar as dores. No entanto, este é o primeiro estudo em grande escala que identifica uma ligação biológica entre a inflamação e os sintomas pré-menstruais.

A ligação pode, no futuro, ajudar os cientistas a encontrar tratamentos mais eficazes, que possam servir de alternativa aos analgésicos vendidos sem receita médica.

Depois de examinar 2.939 mulheres nos Estados Unidos, uma equipe da Universidade da Califórnia, nos EUA, mostrou que havia uma correlação positiva entre o nível da TPM e a presença de uma proteína c-reativa de grande sensibilidade (hs-CRP).

Essa proteína de alta sensibilidade é um biomarcador para a inflamação corporal. Tendo isso em conta, os cientistas sugerem que quanto maior for a presença da proteína, maior será a inflamação corporal da mulher e, por isso, seu período pré-menstrual será mais doloroso – excluindo as dores de cabeça.

“Os sintomas de humor pré-menstrual, cólicas abdominais, dor nas costas, apetite, aumento de peso, inchaço e dor mamária – mas não a cefaleia – podem estar significativa e positivamente relacionados a níveis elevados de hs-CRP, embora com associações modestas, mesmo após o ajuste com múltiplas outras variáveis”, relataram os cientistas no Journal of Women’s Health.

A pesquisa pode ser um grande avanço, uma vez que 80% das mulheres relatam ter TPM e há poucas pesquisas sobre as causas ou possíveis tratamentos. Atualmente, as melhores opções passam pelos analgésicos vendidos sem receita médica ou, nos cenários mais complicados, um anti-inflamatório com prescrição.

Ou seja: durante anos, milhares de mulheres enfrentaram sintomas e desconforto pré-menstrual – que vão desde náuseas e vômitos até a depressão –, por não haver muitas escolhas para o tratamento. No início de 2016, John Guillebaud, professor de saúde reprodutiva da University College London, disse que o campo foi negligenciado durante décadas porque “os homens não compreendem a situação”.

No entanto, se mais fatores biológicos associados à TPM forem encontrados, os cientistas poderão desenvolver tratamentos melhores ou, pelo menos, identificar os de maior risco. A descoberta do biomarcador dá aos cientistas novas pistas sobre o que investigar a seguir.

“Os resultados também sugerem que os fatores associados a cada sintoma pré-menstrual são complexos, sugerindo mecanismos potencialmente diferentes para a etiologia de alguns sintomas. A inflamação pode desempenhar um papel mecanicista na maioria das TPMs, embora seja ainda necessário um estudo longitudinal das relações”, pode-se ler no estudo.

“No entanto, pode ser útil para a prevenção recomendar às mulheres que evitem comportamentos associados à inflamação, e os agentes anti-inflamatórios podem ser úteis para o tratamento desses sintomas”.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blindam política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …

Filhote de lobo da Idade do Gelo é encontrado preservado em mina de ouro

Enquanto procuravam por ouro nos solos gelados do território de Yukon, no Canadá, um grupo de mineiros descobriu um tesouro ainda mais raro: os corpos extremamente preservados de um filhote de lobo e de um …

Menino se despede do pai, e a foto já vale milhões (e muito mais em solidariedade)

A foto publicada no Twitter foi compartilhada milhares de vezes, gerando uma onda de solidariedade que já angariou mais de 7 milhões de rúpias. A maior parte do dinheiro servirá para ajudar a pagar as …

Programadores detectam falha de software que poderia ter destruído a Bitcoin

Programadores da Bitcoin descobriram uma vulnerabilidade de software que poderia permitir a inserção de um bloqueio na rede. O bloqueio seria capaz de derrubar todo o sistema mundial da moeda virtual. Frequentemente considerado como a grande …

Trump aconselha a Espanha a construir um muro no deserto do Saara

Donald Trump sugeriu ao governo espanhol uma medida para controlar os fluxos migratórios do Mediterrâneo. O presidente dos Estados Unidos quer que a Espanha construa um muro no deserto do Saara, na África. Depois de …

Dados do Ministério do Trabalho revelam: vagas de emprego despencaram após reforma trabalhista

“A reforma trabalhista vai gerar 6 milhões de empregos”, prometeu Henrique Meirelles (MDB), ex-ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, em defesa das alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovadas pelo Congresso …

Aquecimento global: inundações do Rio Amazonas quadruplicaram nos últimos 30 anos

As inundações se tornaram mais frequentes e graves no rio Amazonas nos últimos 30 anos, de acordo com um estudo realizado por cientistas chilenos e britânicos, que apontam o aquecimento global como uma das causas …

Altar maia revela disputa pelo poder ao estilo de “Game of Thrones”

Uma equipe internacional de arqueólogos encontrou um altar de calcário esculpido no sítio arqueológico de La Corona, localizado no norte da Guatemala, há 1500 anos. A peça, chamada Altar 5, foi descoberta no ano passado, mas …