Com mais de 35 mil mortes pela COVID-19, México passa Itália em óbitos causados pela doença

Narendra Shrestha / EPA

O México chegou neste domingo (12) a marca de mais de 35.000 mortes causadas pela COVID-19, tornando-se o quarto país do mundo com mais óbitos provocados pela doença.

Anteriormente, a Itália era quarta nação do mundo com mais vítimas fatais provocadas pelo coronavírus.

Em primeiro lugar, aparecem os Estados Unidos, com mais de 135.000 mortes, seguidos pelo Brasil, com mais de 72.000, e Reino Unido, que tem quase 45.000 óbitos causados pela COVID-19.

Segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins, o México registrava no início da madrugada de segunda-feira (13) 35.006 mortes pelo coronavírus, enquanto a Itália tinha 34.954. Em números de casos, o México registrava 299.750 pessoas infectadas.

O país é o sétimo do mundo com maior número de casos, atrás de Estados Unidos, Brasil, Índia, Rússia, Peru e Chile.

Apesar dos números, o presidente mexicano, Manuel López Obrador, disse neste domingo (12) que a epidemia estava “perdendo intensidade” no país, segundo publicado pela agência Reuters. Ele também acusou a “mídia conservadora” de causar alarmismo. O governo vem sendo criticado por promover a reabertura da economia neste momento.

Nas últimas 24 horas, o país registrou 276 mortes e 4.482 novos casos da COVID-19

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

QAnon ganha cada vez mais força na Alemanha

O ataque ao Capitólio nos EUA ilustrou o perigo que teorias da conspiração podem representar. Na Alemanha, o movimento tem cada vez mais adeptos – que se mantêm fiéis ao agora ex-presidente americano Donald Trump. A …

Coronavírus em Manaus: "Meu irmão morreu de covid em hospital particular, e a conta é de R$ 180 mil"

A tragédia familiar vivida pelo advogado Amaury Andreoletti ilustra o impacto emocional e também financeiro do colapso no sistema de saúde de Manaus (AM). Andreoletti, que chegou a ficar quatro dias internado e se recuperou, viu …

Biden reverte medidas de Trump e volta ao Acordo do Clima de Paris; entidades comemoram

Horas depois de assumir a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cumpriu a promessa de reverter uma série de medidas tomadas pelo antecessor, Donald Trump. No total, foram 17 decretos assinados …

Avião com vacinas contra covid-19 entra em rota de colisão com jato após curva errada

  Essa foi por pouco! Na manhã desta terça-feira (19), um avião monomotor com vacinas contra a covid-19 a bordo fez uma curva errada após a decolagem, e acabou entrando em rota de colisão com um …

Emaranhamento quântico é transmitido a drones separados por 1 km de distância

Fótons emaranhados foram transmitidos entre dois drones pairando a um quilômetro de distância um do outro, demonstrando tecnologia que poderia ser a base de uma internet quântica. Quando dois fótons são emaranhados quanticamente, você pode deduzir …

Joe Biden empossado 46.º Presidente dos EUA

Joe Biden tomou posse, esta quarta-feira, como Presidente dos Estados Unidos, e Kamala Harris foi empossada a primeira vice-presidente norte-americana. No seu discurso, Biden disse que "este é o dia da América, da democracia …

Covid-19: Brasil deve enfrentar pior fase da pandemia nas próximas semanas

Nos últimos dias, a pandemia no Brasil foi marcada por imagens de dor e de esperança. De um lado, a falta de oxigênio em Manaus mostrou a tragédia causada pela falta de coordenação contra a …

Após meses, Jack Ma reaparece publicamente via vídeo em evento no interior da China

Sem aparecer publicamente desde o fim de outubro de 2020, Jack Ma faz sua primeira aparição em evento de bem-estar social para professores em área rural da China. O bilionário cofundador do grupo Alibaba, gigante do …

Donald Trump perdoa Steve Bannon e outros aliados

Nas suas últimas horas no cargo, o presidente dos EUA concede perdão a vários aliados e também políticos condenados por corrupção. Entre os perdoados está seu ex-estrategista-chefe. O presidente dos EUA, Donald Trump, usou suas últimas …

Máscara com nariz de fora rende eliminação de exame e prisão de candidato

Um homem de 49 anos foi preso no Japão após se recusar a utilizar corretamente uma máscara facial durante um exame de admissão para faculdade. Ele foi desqualificado da prova e acabou tomando as notícias …