EUA acabam com a neutralidade da rede

GhostAegis / Deviant Art

O fim da Neutralidade da Internet, por GhostAegis. A História se repete

A Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC) aprovou nesta quinta-feira (14) uma nova norma sobre a internet que acaba com o conceito de “neutralidade da rede” no país, uma medida garantida por uma regulação feita em 2015.

A maioria republicana no órgão regulador votou a favor da regra que decreta o fim do princípio de “neutralidade da rede”, que protegia a internet como um serviço de utilidade pública.

A decisão foi tomada por três votos favoráveis e dois contrários – dos democratas que estão no órgão. Dessa forma, a FCC revogará a regulação defendida pelo então presidente dos EUA, Barack Obama, em 2014, medida que só foi aprovada no ano seguinte.

Na prática, a norma de 2015 impedia que os provedores de internet pudessem bloquear ou desacelerassem o tráfego em sites determinados.

Esse princípio, que buscava garantir o livre acesso à rede, foi eliminada apesar dos múltiplos protestos por parte de democratas, associações de consumidores e alguns republicanos.

Quando a nova regulação começar a ser aplicada, os provedores de internet poderão decidir quais sites serão bloqueados ou terão acesso mais lento, inclusive os de veículos de imprensa ou de divulgação de vídeo.

Os republicanos que fazem parte da FCC argumentam que a decisão põe fim a uma regra que trata com “mão firme” a indústria de provedores de internet diante de “hipotéticos danos”.

As duas democratas rebateram os colegas, mostrando as consequências negativas que poderia ter o fim da neutralidade da rede para consumidores e pequenas empresas provedoras de conteúdo.

As opositoras tentaram adiar a votação para avaliar os mais de 22 milhões de comentários feitos à proposta de acabar com a neutralidade na rede.

No entanto, pelo menos dois milhões deles foram feitos por perfis falsos, segundo o procurador-geral de Nova York, Eric Schneiderman.

A votação teve que ser suspensa por alguns minutos por motivos de segurança. Paralelamente, manifestações contra a decisão foram registradas na sede da FCC em Washington.

E o Brasil?

A decisão dos Estados Unidos pode ser um início para que a situação mude no Brasil. Conforme uma reportagem recente da Folha de S. Paulo, as operadoras brasileiras estavam aguardando apenas a decisão da FCC para pressionar o governo daqui para acabar com a neutralidade de rede, que é protegida desde 2014 pelo Marco Civil da Internet e garantida por um decreto de 2016.

Caso a aprovação nos Estados Unidos fosse feita, as operadoras brasileiras começariam “uma rodada de visitas ao Planalto, Congresso, aos ministérios das Comunicações e da Justiça e à Anatel” para que a mudança também fosse aprovada por aqui.

Assim, a possibilidade existe, e possivelmente em breve iremos nos deparar com discussões para o fim da neutralidade da rede por aqui também.

Ciberia // EFE / Oficina da Net

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cuba discute permitir união entre pessoas do mesmo sexo

Reunida neste sábado (21), no Palácio das Convenções, em Havana, a 9ª Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba discute mudanças na Constituição. Na primeira etapa dos debates, foram discutidas mudanças nas áreas sociais e econômicas. …

Dez anos depois do arquivamento de caso Madeleine, o mistério segue aberto

Dez anos depois de a Justiça portuguesa arquivar o caso de Madeleine McCann, a menina britânica que desapareceu em Algarve em 2007, o mistério segue aberto em Portugal, onde as autoridades analisam indícios que obrigaram …

Pais pintam casa como 'A Noite Estrelada' para que filho autista não se perca

Um casal da Flórida, nos Estados Unidos, adotou uma solução original para evitar que seu filho autista se perdesse ao voltar para casa: contratou um artista para pintar toda a fachada do imóvel à semelhança …

Maria Madalena não era pobre

Um livro recente sobre Maria Madalena afirma que a fervorosa seguidora de Jesus era, afinal, uma mulher rica que financiou as atividades do Messias. O livro foi escrito pela pesquisadora norte-americana Jennifer Ristine e será publicado neste …

Cobra bebê mais velha do mundo é encontrada em "túmulo" de âmbar

Uma cobra bebê nasceu há 99 milhões de anos – ainda no tempo dos dinossauros – no sudeste da Ásia, mas nunca teve a oportunidade de crescer. O pequeno réptil encontrou um fim “pegajoso” na …

Um "emprego de sono": empresa oferece R$ 4.400 para dormir 8 horas por dia

Um salário de 1000 euros (cerca de R$ 4.400) no fim do mês para dormir oito horas por dia. Eis a oferta de emprego da marca portuguesa Desonno, especializada em colchões e almofadas, que é, …

Índio vive sozinho há 22 anos na Amazônia; e está muito bem, obrigado

Foram registradas novas imagens do índio que vive sozinho há 22 anos, na Amazônia, depois de a comunidade a que pertencia ter sido dizimada em um ataque de fazendeiros. Segundo a TSF, o índio vive sozinho …

Israel e Hamas decidem cessar fogo

Israel e o Hamas acordaram um cessar-fogo, nesta sexta-feira (20), após a escalada de violência que provocou cinco mortos, anunciou um porta-voz do grupo islâmico. Em comunicado, o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, atribuiu o cessar-fogo …

Dr. Bumbum e a mãe foram suspeitos por morte do namorado dela em 1997

O médico Denis Furtado, conhecido como Doutor Bumbum, e sua mãe, Maria de Fátima Furtado, seguiram ao presídio José Frederico Marques, em Benfica, nesta sexta-feira (20). No entanto, a dupla também já foi suspeita de …

Maior eclipse do século poderá ser visto do Brasil

Na próxima sexta-feira, dia 27 de julho, o Brasil verá aquele que deve ser o mais longo eclipse lunar total do século 21. No país, o início da fase total do eclipse será às 16h30 …