Neutralidade da rede está em jogo nos EUA – e Portugal mostra por que ela é necessária

A administração Trump quer reverter o princípio do livre acesso a qualquer tipo de conteúdo na internet. Jornais internacionais apontam Portugal como exemplo de falta da neutralidade na rede.

A Federal Communications Commission, entidade reguladora das comunicações dos EUA, anunciou na terça-feira (21) que tenciona revogar a lei aprovada em 2015.

A legislação introduzida durante a presidência de Barack Obama garante a neutralidade dos fornecedores de internet aos consumidores. Ou seja, o tráfego de internet não pode ser discriminado em função da sua origem ou destino.

De acordo com o jornal português Público, as operadoras não podem privilegiar o acesso a certos locais na internet em detrimento de outros. Os utilizadores devem pagar pelo consumo, independentemente do tipo de sites que visitam ou aplicativos que utilizam.

A eleição de Ajit Pai para a liderança da Federal Communications Commission, escolha feita no mandato de Donald Trump, levantou várias críticas em relação ao princípio da neutralidade da rede. Ajit Pai foi conselheiro jurídico de uma das maiores operadoras americanas, a Verizon, que iria se beneficiar economicamente com a mudança da lei.

Para o novo diretor da FCC, a neutralidade é um erro. “Estou ansioso para voltar ao sistema baseado nos mercados que desencadeou a revolução digital”, sustenta Ajit Pai em comunicado.

Ajit Pai considera que as regras em vigor impedem o investimento na expansão da banda larga, devido às regulamentações econômicas impostas às operadoras. O diretor da FCC defende ainda que em muitos casos “pode desincentivar as empresas de fornecer o acesso à internet em muitas partes do país, zonas com rendimentos baixos, urbanas e rurais”.

De acordo com a nova proposta defendida por Pai, as operadoras terão a liberdade de criar diferentes planos tarifários. Nesse cenário hipotético, os utilizadores poderão pagar um montante para ter acesso às redes sociais, mas, caso queiram ter acesso a serviços de streaming, terão que pagar mais.

Um mundo sem neutralidade da rede

Portugal é mau exemplo

Portugal surge apontado pelos meios de comunicação americanos – como a Quartz, a Wired e o Business Insider – como um exemplo de internet sem neutralidade.

As publicações utilizam o pacote Smart Net da operadora de telefonia portuguesa Meo, a título de exemplo, para mostrar que as operadoras não agem conforme o princípio da neutralidade, cobrando consumos diferentes de acordo com as preferências dos clientes e utilizadores.

Em outubro, o congressista norte-americano Ro Khana, disse que o caso português representa uma forma de “dividir a internet em pacotes“. “É uma vantagem para maiores, mas um bloqueio para as startups que queiram alcançar os utilizadores. Isto é o que está em jogo e é por isso que temos que salvar a neutralidade da rede”, escreveu.

Contatada pelo Público, a empresa esclarece que “cumpre o regulamento europeu relativo à net neutrality“.

Margarida Morais, responsável de comunicação da empresa que falou como fonte oficial da Altice Meo, explica que a empresa dá aos clientes “a hipótese de escolherem o que querem” e afirma que a mídia estrangeira “não interpreta bem o caso”.

Questionada sobre se esta estratégia beneficia grandes tecnológicas, a porta-voz da Meo diz apenas que “os fornecedores que pretendam ver seus serviços e aplicativos abrangidos podem entrar em contato”.

A neutralidade da rede está em vigor na União Europeia desde 2015. Em relação ao modelo americano, Portugal apresenta algumas exceções, como a autorização do “zero-rating” – prática em que o uso de alguns aplicativos não conta para o consumo dos dados mensais de um utilizador.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …