EUA: Suprema corte autoriza a divulgação de documentos financeiros de Trump

Gage Skidmore / Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

A Suprema Corte dos Estados Unidos impôs uma grande derrota a Donald Trump, ao decidir que um procurador de Nova York tem direito de acesso a vários documentos financeiros do presidente, incluindo declarações de imposto de renda do presidente bilionário.

Por 7 votos a 2, o principal tribunal do país decidiu que “nenhum cidadão, nem sequer o presidente, está livre de ter de apresentar documentos em caso de investigação penal”. “O presidente não goza de imunidade absoluta das ordens dos procuradores de justiça”, diz a decisão.

“Duzentos anos atrás, um grande jurista de nossa corte estabeleceu que nenhum cidadão, nem mesmo o presidente, está categoricamente acima do dever comum de produzir provas quando convocado em um processo criminal”, afirmou o tribunal. “Reafirmamos esse princípio hoje”, reiteraram os magistrados.

Assim, o Supremo Tribunal dos Estados Unidos autorizou ao promotor de Manhattan, Cyrus Vance, a obter documentos sobre a situação financeira de Donald Trump. Vance considerou a decisão “uma tremenda vitória para o sistema de justiça de nossa nação e seu princípio fundamental de que ninguém – nem mesmo um presidente – está acima da lei”.

“Adiada por quase um ano por conta desse processo, nossa investigação será retomada, guiada sempre pela solene obrigação de seguir a lei e os fatos, onde quer que eles possam levar”, acrescentou Vance.

O presidente do tribunal, o conservador John Roberts, rejeitou os argumentos dos advogados de Donald Trump que invocavam imunidade presidencial. A decisão abre caminho potencialmente para um exame mais amplo sobre as contas do chefe de Estado americano.

Contudo, a corte se recusou a conceder o mesmo direito à Câmara dos deputados, de maioria democrata. O Comitê de Monitoramento da Câmara, que investiga questões éticas relacionadas ao Executivo, havia intimado a firma de contabilidade Mazars USA a fornecer oito anos de registros financeiros relacionados a Trump, sua empresa do ramo imobiliário, sua fundação e outras entidades pertencentes ao atual presidente.

Perseguição política

Através do Twitter, o Presidente dos Estados Unidos disse ser vítima de “perseguição política”. Desde sua eleição, em novembro 2016, Donald Trump se recusa a divulgar qualquer documento para esclarecer sua situação financeira e fiscal, rompendo com uma longa tradição americana.

Apesar da vitória jurídica, nada indica que os documentos serão enviados rapidamente, pois o litígio deve continuar em tribunais inferiores. Isso pode permitir que Trump mantenha suas finanças privadas até depois das eleições presidenciais de novembro.

A presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi, disse que vai continuar pressionando para que os registros financeiros de Trump sejam entregues ao Congresso.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …