Execução nos EUA é adiada após médicos não encontrarem veia de condenado

O estado de Ohio, nos Estados Unidos, adiou a execução do presidiário Alva Campbell, prevista para esta quarta-feira, porque os médicos não conseguiram encontrar as veias para aplicar a injeção letal.

Campbell, um homem branco de 69 anos, tem um delicado estado de saúde com uma doença pulmonar obstrutiva crônica e seus advogados já tinham advertido que a execução poderia gerar problemas. O condenado também precisa de um andador para caminhar e depende de uma bolsa de colostomia.

Passadas as 10h (horário local; 13h em Brasília), os carrascos do Centro Correcional do Sul de Ohio, em Lucasville, tentaram inserir agulhas em ambos os braços de Campbell e em uma das pernas, mas após 25 minutos decidiram suspender a execução. Esta é a terceira vez na história recente dos Estados Unidos que uma execução é interrompida uma vez iniciado o procedimento.

O diretor de Departamento Correcional e de Reabilitação de Ohio, Gary Mohr, disse após a tentativa de execução que o estado das veias de Campbell mudou desde que foram examinadas na terça-feira.

Em algumas ocasiões, os condenados não tomam líquidos durante as horas anteriores à execução para se desidratarem e facilitar que as veias sejam encontradas.

O governador de Ohio, John Kasich, terá que decidir agora se reagendará a execução ou deixará que Campbell termine os seus dias no corredor da morte.

Em 2009, Ohio suspendeu a execução de Romell Broom pelo mesmo motivo, após duas horas buscando uma veia. A execução de Broom está agora prevista para junho de 2020.

Campbell já era um velho conhecido da Justiça americana quando foi detido em 1997 por um assalto à mão armada. Ele tinha cumprido 20 anos de prisão por assassinar um homem em um bar em 1972 e, desde 1992, estava em liberdade condicional.

Uma vez detido, Campbell fingiu sofrer paralisia corporal para ser levado aos tribunais em cadeira de rodas. Ao chegar ao órgão, rendeu à agente do xerife que o custodiava e roubou sua arma, ciente que uma nova condenação significaria a prisão perpétua, embora fosse por roubo.

No estacionamento do tribunal, Campbell assaltou o jovem Charles Dials, de 18 anos, que tinha comparecido ao local para pagar uma multa de trânsito. Campbell obrigou Dials a dirigir durante duas horas até que decidiu matá-lo com um tiro no rosto. Foi detido após o assassinato e condenado à morte um ano depois.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …