Extradição de Julian Assange para os EUA será decidida em 2020

A decisão sobre o destino de Julian Assange vai ficar apenas para o ano que vem. A justiça do Reino Unido marcou para o dia 24 de fevereiro de 2020 o início das audiências que culminarão no julgamento do pedido de extradição do delator, feito pelos Estados Unidos por conta da revelação de documentos confidenciais das Forças Armadas por meio do WikiLeaks.

Nesta semana, o Departamento de Justiça dos EUA oficializou o pedido de extradição de Assange, que foi aceito por um juiz londrino. A ordem já foi apresentada ao tribunal, que fixou a data para audiências que devem contar não apenas com a presença do próprio delator e de testemunhas, mas também de oficiais do governo americano, que apresentarão as acusações que motivaram o processo.

Na justiça dos Estados Unidos, pesam sobre Assange 18 indiciamentos, todos relacionados ao vazamento de documentos confidenciais. Ele é acusado de traição e de conspirar com Chelsea Manning, a militar responsável pela obtenção do material, além de atuar ao lado dela em uma tentativa de ocultar seus rastros no desvio de documentos, comunicações diplomáticas, relatórios e outros registros relacionados às guerras no Iraque e Afeganistão.

De acordo com os americanos, o delator e fundador do site voltado, justamente, para denúncias desse tipo teria quebrado o Ato de Espionagem, uma lei que proíbe a publicação, obtenção e encorajamento do vazamento de informações que interfiram na segurança nacional dos Estados Unidos.

A defesa de Assange afirma, entretanto, que ele não teve envolvimento no desvio dos documentos, enquanto a revelação deles ao público constitui atividade jornalística, algo que é protegido, também, pela constituição dos EUA.

O estado de saúde de Assange também é uma questão que vem sendo debatida pelos procuradores desde seu asilo, encerrado em abril. Para fugir da extradição e de acusações de assédio sexual que, segundo ele, seriam uma maneira de colocá-lo nas mãos dos americanos, o fundador do WikiLeaks permaneceu por quase sete anos na embaixada do Equador em Londres, onde recebeu asilo político. Essa concessão terminou em abril, quando ele foi preso.

Após faltar a audiências devido a seu estado de saúde, ele compareceu diante do tribunal nesta semana, por meio de videoconferência, em uma audiência preliminar que antecede a avaliação dos dois pedidos de extradição feitos sobre ele.

Além dos EUA, a Suécia também deseja que ele seja processado por assédio sexual na justiça local. Mais uma vez, para a defesa do delator, se trata de uma tática dos americanos em conluio com os suecos, já que as acusações haviam sido descartadas antes do fim de seu asilo.

Assange está preso no complexo penintenciário de Belmarsh, em Londres, desde o dia 11 de abril, quando o governo do Equador revogou seu asilo político. Ele cumpre uma sentença de quatro anos de prisão por violar os termos de sua liberdade condicional, relacionada às acusações de abuso sexual — ele deixou de comparecer a audiências sobre o caso justamente por conta de seu isolamento na embaixada, temendo ser preso assim que pisasse fora dela.

Em pronunciamento, a defesa de Assange afirmou que as acusações e o pedido de extradição feito pelos EUA são um grave ataque aos direitos jornalísticos. Em seu depoimento, feito nesta semana diante do tribunal, o delator também ecoou a fala, negando estar envolvido na obtenção dos documentos confidenciais e afirmando que o WikiLeaks é um mero publicador.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …