Facebook pode ser processado pela compra do Instagram e WhatsApp

O Facebook deve estar prestes a enfrentar mais um processo sobre práticas anticompetitivas nos Estados Unidos.

Um grupo de 40 procuradores gerais de diferentes estados do país, além do próprio governo, devem registrar nesta quarta-feira (09) uma nova ação judicial envolvendo as práticas usadas pela rede social para minar a concorrência e ampliar artificialmente o seu domínio do mercado. O caso envolveria, inclusive, as compras do Instagram e do WhatsApp.

Os detalhes do processo não foram revelados, mas de acordo com o jornal americano The Washington Post, o apelo inicial será para que o Facebook entregue documentos e revele algumas de suas práticas comerciais para indicar que não trabalha de forma a dominar completamente o segmento de redes sociais.

O processo seria liderado por Letitia James, procuradora-geral do estado de Nova York, e teria todo o apoio do governo federal e de órgãos antitruste do governo federal.

A ação, ainda, seria o reflexo de uma investigação que vem ocorrendo há anos pela FTC (Comissão Federal de Comércio, na sigla em inglês com tradução livre) e que já resultou em uma multa de US$ 5 bilhões contra o Facebook, aplicada em meados do ano passado.

Na ocasião, o motivo foi o mau uso de dados de usuários para fins de manipulação política e comercial, como parte do escândalo envolvendo a empresa de análises Cambridge Analytica.

A noção interna, porém, era de que pouco foi feito e que o caso, que ganhou as manchetes do mundo, influenciou na política e levou a uma chuva de escândalos, acabou jogando outras questões antitruste para baixo do tapete.

Eles estariam voltando aos holofotes agora, neste que pode ser o segundo processo por práticas contra a competitividade a atingir o mundo da tecnologia somente neste ano — em outubro, o Google foi processado pela pré-instalação de apps de busca em celulares com o sistema operacional Android, dificultando a escolha dos usuários em relação esse tipo de mecanismo.

O Facebook não se pronunciou sobre o assunto de maneira prévia ao processo. Porém, em outubro, a empresa já havia falado sobre o assunto, negando que as aquisições do Instagram e do WhatsApp tenham interferido na competitividade do setor de redes sociais. Pelo contrário, a companhia acredita que o cenário era forte, na época dos negócios, e se tornou ainda mais nos anos seguintes.

Ao mesmo tempo, o Facebook lembrou que órgãos federais americanos e entidades ou governos internacionais avaliaram e aprovaram as aquisições na época em que elas foram realizadas, sem que existisse nenhum empecilho para o movimento. Os detalhes do processo, bem como o tipo de documentos a serem entregues pela companhia, não foram revelados.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …