Facebook pode ser processado pela compra do Instagram e WhatsApp

O Facebook deve estar prestes a enfrentar mais um processo sobre práticas anticompetitivas nos Estados Unidos.

Um grupo de 40 procuradores gerais de diferentes estados do país, além do próprio governo, devem registrar nesta quarta-feira (09) uma nova ação judicial envolvendo as práticas usadas pela rede social para minar a concorrência e ampliar artificialmente o seu domínio do mercado. O caso envolveria, inclusive, as compras do Instagram e do WhatsApp.

Os detalhes do processo não foram revelados, mas de acordo com o jornal americano The Washington Post, o apelo inicial será para que o Facebook entregue documentos e revele algumas de suas práticas comerciais para indicar que não trabalha de forma a dominar completamente o segmento de redes sociais.

O processo seria liderado por Letitia James, procuradora-geral do estado de Nova York, e teria todo o apoio do governo federal e de órgãos antitruste do governo federal.

A ação, ainda, seria o reflexo de uma investigação que vem ocorrendo há anos pela FTC (Comissão Federal de Comércio, na sigla em inglês com tradução livre) e que já resultou em uma multa de US$ 5 bilhões contra o Facebook, aplicada em meados do ano passado.

Na ocasião, o motivo foi o mau uso de dados de usuários para fins de manipulação política e comercial, como parte do escândalo envolvendo a empresa de análises Cambridge Analytica.

A noção interna, porém, era de que pouco foi feito e que o caso, que ganhou as manchetes do mundo, influenciou na política e levou a uma chuva de escândalos, acabou jogando outras questões antitruste para baixo do tapete.

Eles estariam voltando aos holofotes agora, neste que pode ser o segundo processo por práticas contra a competitividade a atingir o mundo da tecnologia somente neste ano — em outubro, o Google foi processado pela pré-instalação de apps de busca em celulares com o sistema operacional Android, dificultando a escolha dos usuários em relação esse tipo de mecanismo.

O Facebook não se pronunciou sobre o assunto de maneira prévia ao processo. Porém, em outubro, a empresa já havia falado sobre o assunto, negando que as aquisições do Instagram e do WhatsApp tenham interferido na competitividade do setor de redes sociais. Pelo contrário, a companhia acredita que o cenário era forte, na época dos negócios, e se tornou ainda mais nos anos seguintes.

Ao mesmo tempo, o Facebook lembrou que órgãos federais americanos e entidades ou governos internacionais avaliaram e aprovaram as aquisições na época em que elas foram realizadas, sem que existisse nenhum empecilho para o movimento. Os detalhes do processo, bem como o tipo de documentos a serem entregues pela companhia, não foram revelados.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O Yellow Submarine da vida real está disponível para aluguel no Airbnb

O Submarino Amarelo nasceu em uma simpática canção de Paul McCartney de 1966, virou um longa de animação estrelado pelos Beatles em 1968, e agora, passadas mais de cinco décadas, se transformou em uma apartamento …

"O Iraque estará sempre comigo", diz papa ao fim de visita histórica ao Oriente Médio

O Papa Francisco concluiu sua histórica visita ao Iraque neste domingo (7) com uma missa diante de milhares de fiéis no norte do país devastado pelos jihadistas, conclamando os cristãos que ainda estão no …

Por que iceberg do tamanho do Rio de Janeiro que se desprendeu da Antártida anima cientistas?

Um iceberg gigante de cerca de 1.270 km² (a cidade do Rio de Janeiro tem 1.255 km²) quebrou e se desprendeu da Antártida, gerando euforia na comunidade científica. Na sexta-feira (26/2), instrumentos na superfície da plataforma …

Coronavírus: Por que vacinação sem lockdown pode tornar Brasil 'fábrica' de variantes superpotentes

O cenário atual no Brasil, que combina início da vacinação com transmissão descontrolada da covid-19, pode tornar o país uma "fábrica" de variantes potencialmente capazes de escapar por completo da eficácia das vacinas. Esta é …

Esquema de venda de vacinas falsas da COVID-19 é descoberto pela Interpol

Na última quarta-feira (3), autoridades da África do Sul apreenderam centenas de vacinas falsas da COVID-19, esquema que já havia sido alertado pela Interpol devido às disputas pelo imunizante no mundo inteiro. No país africano, foram …

Egito descobre cemitério de 2 mil anos com 600 cães e gatos

Pesquisadores poloneses encontraram cerca de 600 restos mortais de animais em um cemitério de dois mil anos, no Egito. De acordo com os cientistas, os corpos encontrados na necrópole são de gatos (cerca de 90% deles), …

Nova superterra encontrada pode dar pistas sobre vida fora do Sistema Solar

Um novo exoplaneta detectado orbitando uma estrela relativamente perto do nosso Sistema Solar, pode potencialmente ajudar a resolver enigmas sobre vida alienígena. Um exoplaneta com uma massa 2,8 maior do que a da Terra designado Gliese …

China anuncia meta de crescimento econômico mais modesta na abertura do Congresso Nacional do Povo

A reunião anual do Congresso Nacional do Povo da China foi aberta nesta sexta-feira (5), em Pequim, com o tradicional discurso do primeiro-ministro do país, Li Keqiang. O líder anunciou um objetivo de crescimento …

Análogo de Buraco negro de laboratório se comporta como Stephen Hawking previu

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Technion-Israel tentaram confirmar duas das previsões mais importantes de Hawking, que a radiação hawking surge do nada e que não muda de intensidade ao longo do tempo, o que significa …

SP concentra 40% dos feminicídios com 200 mortes, diz estudo do Observatório de Segurança

A Rede de Observatórios da Segurança publicou seu relatório de dados sobre a violência contra a mulher do ano de 2020. O boletim, que traz números de cinco estados (SP, RJ, PE, CE e BA), mostrou …