Em ano de eleição, ferramenta permite identificar perfis falsos nas redes sociais

A plataforma PegaBot foi desenvolvida pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS Rio) e o Instituto Tecnologia & Equidade (IT&E), com o objetivo de identificar perfis falsos ou perfis automatizados no Twitter, também conhecidos como bots (abreviatura da palavra em inglês robot).

Nela, os usuários da rede social poderão verificar a atividade de uma conta automatizada, para saber a probabilidade de o perfil ser um bot. Quanto maior a nota, maior a chance de estarmos diante de um bot e da chance dele propagar “fake news” ou notícias falsas, compartilhadas na internet como se fossem verídicas.

A plataforma analisa o histórico das publicações do perfil que o usuário solicita. Com base em padrões de comportamento, o PegaBot identifica se é mais provável o perfil ser humano ou um robô. Por enquanto, a plataforma está integrada apenas ao Twitter e, em breve, poderá ser usada em outras redes sociais.

Os critérios considerados na avaliação são o intervalo de tempo entre cada postagem – um intervalo de dois segundos entre cada post, por exemplo, pode indicar que o tuíte foi feito por um robô; a frequência e a aleatoriedade no tempo em que as postagens são feitas – postagens feitas sempre no mesmo horário, às 10 horas da manhã, por exemplo, podem ter sido feitas por um robô; e a pessoalidade dada aos textos postados – textos repetidos ou extraídos de outras publicações, pré-formatados, são um indicativo de ter sido feito por um bot.

Márcio Vasconcelos, diretor do IT&E, explica ainda que a ferramenta não exclui a verificação humana. “Se você identificar que o perfil serve só para divulgar a mensagem de outra pessoa, ou que na maioria das vezes esse perfil existe para atacar algum um grupo específico, aumentam muito as chances desse perfil se confirmar como um bot”, ressalta.

“Nesse caso, vale questionar os possíveis beneficiados pela atuação daquele bot se o perfil realmente é falso e por que a pessoa beneficiada está se utilizando desse recurso. Se for um político, por exemplo, pergunte diretamente ao político se ele sabe que existe um bot trabalhando para ele e se acha correto o comportamento que o bot está tendo. Também pode denunciar essa atuação a justiça eleitoral”, conclui.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas descobrem sinais de Parkinson no cérebro até 20 anos antes dos sintomas

Cientistas dizem ter identificado os primeiros sinais da doença de Parkinson no cérebro - encontrados de 15 a 20 anos antes dos sintomas aparecerem. Exames realizados em um pequeno número de pacientes considerados de alto risco …

Corredora de 103 anos bate recorde e ganha medalha de ouro

Chegar aos 103 anos é para poucos ainda mais quando se ganha uma corrida em primeiro lugar. Julia Hawkins, apelidada de “O Furacão”, ela ganhou nesta semana a medalha de ouro na categoria de “100 …

"Paris, capital anti-Bolsonaro", publica jornal Le Monde

O jornal Le Monde desta sexta-feira (21) publica uma matéria sobre a mobilização na França de associações, intelectuais e artistas contra o atual governo brasileiro. "Paris, capital anti-Bolsonaro" é a manchete do texto assinado pelo …

Cientistas trazem respostas sobre misteriosas aves gigantes de Nazca, no Peru

Aves representadas em formas de geoglifos foram identificadas com base em impressões gerais ou alguns traços morfológicos de cada figura. Os mistérios das linhas de Nazca finalmente podem ser resolvidos. Isso porque um estudo identificou …

Trump ordena ciberataques e novas sanções contra Irã

EUA praticaram ataques cibernéticos contra rede de espionagem e computadores que controlam lançamentos de mísseis iranianos, revela mídia americana. Pelo Twitter, Trump diz que vai impor novas sanções contra Teerã. Os Estados Unidos realizaram nesta semana …

Descoberta nova espécie de verme que tem olhos na cabeça e no traseiro

Uma nova espécie de verme que tem olhos na cabeça e também no traseiro foi descoberta no mar da Escócia. Os cientistas encontraram o animal durante uma pesquisa na Área Marinha Protegida de West Shetland …

Sonda Curiosity encontra gás que levanta possibilidade de vida em Marte

A sonda Curiosity, da NASA, encontrou grandes quantidades de metano no ar de Marte na quarta (19) e os cientistas que estão fazendo o acompanhamento da missão acreditam que isso levanta a possibilidade de haver …

As 'fazendas de cadáveres' onde corpos se decompõem ao ar livre

No meio de um gramado há alguns arbustos de aproximadamente um metro de altura. Eles são um pouco mais altos que os demais, porque o pedaço de terra em que crescem se alimenta de substâncias …

Thom Yorke lançará curta na Netflix junto de seu novo álbum, “Anima”

O disco Anima, próximo lançamento do eterno vocalista do Radiohead, Thom Yorke, será lançado no dia 27 de junho. Na mesma data, a Netflix receberá um curta-metragem que se amarra ao álbum, e ele será composto …

Buracos negros poderiam sustentar vida extraterrestre através de forte radiação

Como sabemos, os buracos negros são destruidores em uma escala cósmica, entretanto, eles também podem abrigar vida. De acordo com novas pesquisas, a radiação emitida por eles durante frenéticas de alimentação pode gerar blocos de construção …