GP da França volta ao calendário da F1 em 2018, após 10 anos de ausência

julien-reboulet / Flickr

GP de França de Fórmula 1 no circuito Paul Ricard em 1988

GP de França de Fórmula 1 no circuito Paul Ricard em 1988

Depois de dez anos de ausência, o GP da França voltará ao calendário da Fórmula 1 na temporada de 2018. O anúncio do retorno da prova à maior categoria do automobilismo mundial foi feito nesta segunda-feira durante uma entrevista coletiva no Automóvel Clube da França, em Paris.

No mesmo evento foi confirmado também que a corrida francesa será disputada no circuito de Paul Ricard, que abrigou pela última vez um Grande Prêmio da F-1 em 1990. Depois disso, a etapa do país no calendário ocorreu em Magny-Cours entre 1991 e 2008, ano em que os franceses receberam pela última vez um GP da elite máxima do automobilismo.

Christian Estrosi, chefe da região onde será realizada a corrida, afirmou nesta segunda-feira, no evento do Automóvel Clube da França, que perder a etapa da Fórmula 1 por tanto tempo foi “uma verdadeira cicatriz” para a nação.

Para completar, ele anunciou que foi selado um acordo para Paul Ricard abrigar a prova por cinco anos a partir de 2018. Detalhes financeiros do compromisso firmado não foram revelados.

“Eu posso hoje fazer o firme e definitivo anúncio de que o GP da França irá retornar ao circuito de Paul Ricard no verão de 2018”, avisou o dirigente, que também fez uma homenagem ao piloto francês Jules Bianchi, que morreu no ano passado após longo tempo internado por causa de sérias lesões na cabeça sofridas no GP do Japão de 2014, disputado em outubro daquele ano.

“Estou dedicando este grande retorno ao meu amigo Jules. Meus pensamentos estão com a sua família”, completou.

Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), disse que a volta do GP da França ao calendário da F1 é uma “enorme satisfação” para a entidade.

“Essa é uma grande notícia para a França e sua capacidade de receber os maiores eventos internacionais”, afirmou, por meio de uma mensagem gravada exibida durante o evento desta segunda-feira em Paris. O dirigente lembrou que o circuito francês foi modernizado e agora tem “todas as qualidades necessárias para organizar este evento”.

De acordo com Ertrosi, foram investidos 80 milhões de euros desde 2002 para a renovação do circuito de Paul Ricard, que é usado regularmente pelas equipes da F1 para testes.

“Esse é o circuito que mais investiu na Europa ao longo dos últimos anos para se adaptar às normais internacionais”, disse, para em seguida acrescentar que existe a expectativa de que a corrida na França gere cerca de 65 milhões de euros de receitas indiretas para a região da prova, assim como para ajudar a criar aproximadamente 500 novos empregos temporários.

A volta do GP da França foi oficialmente anunciada depois de a FIA ter divulgado, na última quinta-feira, o calendário definitivo da temporada de 2017 da F-1. O GP do Brasil, que na publicação do calendário provisório havia sido listado como uma prova sujeita a confirmação, garantiu a sua permanência para mais uma temporada.

O mesmo ocorreu com o GP do Canadá, outra prova que em setembro passado foi incluída no calendário provisório como sujeita a ratificação.

Já o GP da Alemanha, que foi a outra corrida a figurar na programação com a mesma ressalva, acabou ficando fora do Mundial do próximo ano nesta nova listagem da FIA.

O campeonato de 2017 será iniciado em 26 de março, com a disputa do GP da Austrália, e fechado no dia 26 de novembro, em Abu Dabi. Duas semanas antes da prova nos Emirados Árabes Unidos, o Autódromo de Interlagos, em São Paulo, abrigará a penúltima etapa da temporada, que contará com um total de 20 corridas.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …