Crise: uma única granja descarta mais de 1 milhão de pintinhos no lixo

O descarte de ovos fecundados e de pintinhos de um dia virou rotina nas granjas, depois que a greve interrompeu o abastecimento de ração.

O Grupo Alvorada, de Itapetininga (SP), por exemplo, que fornece matrizes de aves de corte para 70 frigoríficos, já eliminou 1 milhão de pintinhos desde o começo da greve e teve um prejuízo de R$ 4 milhões.

Fernando Vieira, veterinário da empresa, explica que os pintinhos são descartados dentro da máquina nascedoura e depois seguem para o aterro sanitário. “Temos 2 milhões de matrizes alojadas, se não chegar a ração, vamos perder tudo isso também”, disse.

Na Zanchetta Alimentos, de Boituva (SP), cerca de 400 mil ovos fecundados foram descartados e viraram adubo. A empresa tomou essa decisão de reduzir o alojamento de frangos porque se viu acuada por não estar conseguindo entregar ração para 11,5 milhões de aves criadas para mais de 400 produtores integrados.

O plantel está avaliado em R$ 50 milhões. “Não temos insumos para formular as rações”, diz o diretor da empresa, Carlos Augusto Zanchetta.

Só água

Em Angatuba (SP), o avicultor Paulo Morais tinha 170 mil frangos praticamente sem ração. Ele esperava a chegada de um caminhão no sábado (26), mas o veículo ficou retido num bloqueio próximo de Jundiaí (SP).

Na manhã desta segunda (28), ele usou o que restava do estoque. “Daqui para a frente, eles vão ter só água para beber.” Parte do plantel está em ponto de corte, mas o frigorífico suspendeu os abates por falta de escoamento.

Os problemas enfrentados pelos três produtores por causa da greve é apenas uma parcela de um prejuízo gigantesco calculado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Cerca de 1 bilhão de aves podem morrer nos próximos dias por falta de ração, segundo a ABPA.

Em todo o país, especialmente em São Paulo, Paraná e Santa Catarina, já há registro da morte ou perda de 64 milhões de aves e pintinhos, diz o diretor da ABPA e presidente da Associação Paulista de Avicultura, Érico Pozzer.

“Os ovos incubados levam 21 dias para eclodir e, aos 19 dias, estão sendo quebrados e descartados, pois não tem granja para alojar os pintinhos. Vai tudo para o lixo, mas nem lixo suficiente estamos tendo”, diz.

Conforme Pozzer, as granjas estão racionando a alimentação por falta de milho, farelo de soja e outros insumos para fazer a ração. “O normal é alimentar os frangos 24 horas por dia, mas eles estão recebendo ração só uma ou duas vezes por dia para que não morram. Temos visto frangos abaixo do peso e muitos casos de canibalismo.” As perdas se avolumam com o prosseguimento da greve. “É uma situação jamais vista.”

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. MENTIRA!! O “descarte” (na verdade é assassinato!) é uma ROTINA, isso acontece o tempo inteiro, no mundo inteiro. Fora da crise todos os dias são moídos 150 mil pintinhos vivos. Por ano, esse número chega a 30 milhões. Os pintinhos são triturados em um moedor industrial simplesmente porque não botam ovos, sendo assim considerados inúteis pela indústria de ovos.

  2. faz o seguinte, leva pra casa, adota, alimenta, cuida de todo este plantel, já que está com dó…já ouviu falar da lei da natureza, do ciclo da vida, etc? em que mundo vc mora?

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cabral admite ter recebido R$ 5 milhões de caixa 2 do Rei Arthur (mas "nunca aceitou propina")

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral sustentou, em depoimento à Justiça Federal, que todo o dinheiro que recebeu era recurso de caixa 2 e que nunca aceitou propina. Ele foi interrogado nesta segunda-feira (13) pelo juiz Marcelo Bretas, …

Tragédia em Gênova: ponte desaba e deixa 22 mortos

A ponte Morandi, localizada sobre a autoestrada A10, em Gênova, no norte da Itália, colapsou nesta terça-feira (14). As autoridades admitem que o colapso da estrutura fez dezenas mortos e vários feridos. Inicialmente as autoridades não …

Jacarta, a capital da Indonésia, pode ficar submersa já em 2050

Os especialistas alertam que, se nada for feito, alguns lugares da capital da Indonésia podem acabar completamente debaixo de água até 2050. “A possibilidade de Jacarta ficar submersa não é brincadeira”, adverte Heri Andreas, cientista do …

Google registra a localização dos utilizadores mesmo sem autorização explícita

O Google está tão determinado em saber a localização dos utilizadores que faz o seu registro mesmo que eles manifestem de forma explícita sua oposição à prática, noticiou nesta terça-feira (14) a agência AP. Uma investigação …

Venezuela passa a ter duas moedas

A Venezuela vai passar a ter duas unidades monetárias contabilísticas, o bolívar soberano e o petro, uma criptomoeda venezuelana, a partir da próxima segunda-feira (20), anunciou o presidente Nicolás Maduro. Na data, a Venezuela vai eliminar …

Rosa Weber toma posse na presidência do TSE

A ministra Rosa Weber toma posse nesta terça-feira (14) do cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em sessão solene no plenário da Corte. A solenidade será transmitida ao vivo pela TV Justiça e …

Filho do ex-jogador Edmundo produz filme sobre abandono paterno

Alexandre Mortágua encarou uma longa batalha para fazer valer o direito de saber quem era seu pai. Filho do ex-jogador de futebol e atual comentarista esportivo Edmundo, Alexandre foi reconhecido pelo ex-atleta por meio de …

Descoberta de novos geoglifos pode reescrever a história da Amazônia

Novos geoglifos descobertos no estado do Acre reforçam a ideia de que havia uma numerosa população milenar e hierarquizada na Amazônia 2.500 anos antes da chegada dos europeus. Dados podem “reescrever” a história da região. “A …

Cientistas medem a velocidade da morte

Pela primeira vez, cientistas foram capazes de observar a velocidade com que a morte se propaga através de uma célula: cerca de 30 micrômetros por minuto. Biólogos de sistemas da Universidade de Standford, na Califórnia, foram …

Meteorito da Sibéria revela mineral nunca encontrado na Terra antes

Quando os caçadores de ouro encontraram uma rocha amarelada na Sibéria em 2016, pensaram que poderia conter um metal precioso. Na verdade, continha algo ainda muito mais raro – um mineral nunca visto na Terra …