Histórica visita de Trump a Israel tem polêmicas e “tapa” de Melania

State of Israel / Flickr

Donald Trump e a primeira-dama dos EUA, Melania, na chegada a Israel

Donald Trump e a primeira-dama dos EUA, Melania, na chegada a Israel

A visita de Donald Trump a Israel está fazendo história e causando polêmica por causa da ida ao Muro das Lamentações. E em um âmbito menos político, Trump dá o que falar por causa de uma “palmada” de Melania.

Ainda antes de entrar nos temas mais sensíveis da visita a Israel, logo na chegada ao aeroporto de Tel Aviv, Donald Trump e Melania, a primeira dama dos EUA, protagonizaram um momento caricato, quando caminhavam ao lado do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e sua mulher, Sara, que iam de mãos dadas.

O presidente dos EUA esticou a mão na direção de Melania, como se quisesse imitar Netanyahu e sua esposa. Melania respondeu com uma “tapa” na mão do governante, como que afastando-a de perto dela – momento que ficou registrado em vídeo e que tem feito movimentado as redes sociais.

Visita histórica e polêmica ao Muro das Lamentações

Mas a visita de Trump a Israel está dando o que falar também por motivos políticos e históricos – antes de mais pelo fato de Trump ter chegado a Israel em um voo que partiu da Arábia Saudita, onde esteve em visita oficial nos últimos dias.

Este foi “o primeiro voo direto da história entre a Arábia Saudita e Israel”, diz a imprensa israelense.

Outro ponto polêmico da visita de Trump a Israel é a ida ao Muro das Lamentações, na cidade velha de Jerusalém, na parte oriental ocupada, onde esteve com Melania e sem a presença de representantes do Estado israelense, em visita a título privado.

Trump foi o primeiro inquilino da Casa Branca a visitar o Muro das Lamentações, o lugar mais sagrado do judaísmo. Até agora, os presidentes norte-americanos em exercício tinham evitado a visita, em alinhamento com o restante da comunidade internacional, que não legitima a soberania de Israel sobre esta parte da cidade.

“Ligações indestrutíveis” com Israel

Na chegada a Tel Aviv, o presidente norte-americano saudou as relações dos EUA e de Israel como “ligações indestrutíveis”, depois de ter sido recebido na pista do aeroporto internacional da capital israelense pelo presidente Reuven Rivlin e sua mulher, Nechama, e pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e pela sua mulher, Sara.

Trump reiterou também sua convicção de que existe “uma rara oportunidade” para o alcance da paz na região.

“Temos à nossa frente uma rara oportunidade para conseguir a segurança, a estabilidade e a paz nesta região”, declarou, citado pela agência France Press, nas suas primeiras declarações públicas sobre a visita.

Novo ataque ao Irã

Em um tom mais de “guerrilha” política, Trump repetiu fortes críticas ao Irã, afirmando que Teerã nunca poderia vir a ter armas nucleares.

“Os EUA e Israel podem afirmar em simultâneo que o Irã nunca deve possuir uma arma nuclear e que deve cessar o financiamento, treino e equipamento mortífero para terroristas e milícias, imediatamente”, declarou o presidente norte-americano acusando Teerã de apoiar “terroristas”.

Ao reafirmar a “duradoura amizade entre os EUA e o Estado de Israel” e o fato de serem “grandes aliados e parceiros”, Trump destacou que os dois países precisam fortalecer a cooperação por enfrentarem “ameaças comuns”. Ele citou o Estado Islâmico e também “o Irã, que impulsiona o terrorismo, financia e fomenta uma violência terrível”.

Trump também agradeceu a Benjamin Netanyahu o que definiu como “compromisso em avançar com a paz entre palestinos e israelenses” e disse ter desejo “em debater o processo de paz com o presidente palestino Mahmud Abbas”, com quem também se reúne na visita de 28 horas pela região.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …