É oficial: Trump reconhece Jerusalém como a capital de Israel

Kevin Lamarque / Reuters

Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos reconheceu, nesta quarta-feira (6), Jerusalém como a capital de Israel, afirmando que “há muito tempo que já deveria ter sido tomada” esta decisão.

O anúncio de Donald Trump representa uma ruptura com décadas de neutralidade da diplomacia norte-americana na questão israelo-palestina.

O presidente dos EUA também anunciou, como já era esperado, que dará ordens ao Departamento de Estado para mudar a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém.

No discurso, o presidente norte-americano disse que continua defendendo uma solução de “dois Estados” naquela região – Palestina e Israel – e disse que “fará tudo para promover uma solução pacífica”.

Trump apelou à “calma” e à “tolerância” e indicou que seu vice-presidente, Mike Pence, se desloca ao Oriente Médio “nos próximos dias”.

“Hoje apelamos à calma, à moderação, e que as vozes da tolerância se sobreponham a quem propaga o ódio”, declarou o presidente dos EUA.

Os Estados Unidos se transformam assim no único país do mundo a reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

A comunidade internacional nunca reconheceu Jerusalém como capital de Israel, nem a anexação da parte oriental da cidade, conquistada em 1967.

Israel considera a Cidade Santa sua capital “eterna e reunificada”, mas os palestinos defendem pelo contrário que Jerusalém-leste deve ser a capital do Estado palestino, em uma das principais diferenças que opõem as duas partes em conflito.

Os países com representação diplomática em Israel têm as embaixadas em Tel Aviv, em conformidade com o princípio, consagrado em resoluções das Nações Unidas, de que o estatuto de Jerusalém deve ser definido em negociações entre israelenses e palestinos.

Uma lei norte-americana de 1995 solicitava a Washington a mudança da embaixada para Jerusalém, mas a medida nunca foi aplicada, porque os presidentes Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama adiaram a implementação, a cada seis meses, com base em “interesses nacionais”.

Trump disse, a propósito desse adiamento, que “velhos problemas exigem soluções novas”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …

Rússia inicia desenvolvimento de mais uma vacina contra COVID-19

Sendo o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, a Rússia anunciou o início do desenvolvimento de mais uma vacina contra o coronavírus. A criação do novo medicamento estará a cargo do Instituto Smorodintsev …

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …