Indígena brasileira recebe Prêmio de Direitos Humanos da ONU

Agência Brasil

Joênia Wapichana

A Assembleia Geral da ONU entregou esta semana o Prêmio de Direitos Humanos das Nações Unidas à brasileira Joênia Wapichana, primeira indígena a ser eleita deputada federal na história do país.

Em uma sessão realizada para comemorar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a presidente da Assembleia Geral da ONU, María Fernanda Espinosa, destacou que os premiados têm em comum a ideia de que um futuro melhor é possível.

“As ações importam, sempre podemos fazer a diferença”, disse Espinosa, que pediu aos defensores de direitos humanos que não baixem a guarda na luta por um mundo melhor.

Sobre Wapichana, integrante da tribo de mesmo nome, no norte do Brasil, Espinosa destacou o fato de a ativista ter sido escolhida como a primeira presidente da Comissão Nacional para a Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas.

Wapichana tornou-se neste ano a primeira mulher indígena a ser eleita para a Câmara dos Deputados. Candidata pelo estado de Roraima, a futura parlamentar recebeu 8.491 votos nas eleições realizadas em outubro.

Em entrevista à EFE, a ativista brasileira estabeleceu como objetivo de seu mandato trabalhar na defesa da garantia dos direitos constitucionais para conter várias propostas contrárias aos povos indígenas em tramitação no Legislativo.

“É muito importante receber esse reconhecimento porque no Brasil, neste momento, continuamos sofrendo um implacável ataque contra nossos direitos e nossa herança cultural”, disse Wapichana depois de ser premiada na sede da ONU, em Nova York.

Além disso, a futura deputada pediu que a comunidade internacional apoie os povos indígenas para que eles possam manter seus direitos sobre as terras por eles habitadas.

O Prêmio de Direitos Humanos da ONU é concedido a cada cinco anos desde 1963. São premiados indivíduos e organizações que contribuem para a promoção dos artigos previstos na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Também foram agraciadas a ativista Rebeca Gyumi, que luta pelos direitos das mulheres na Tanzânia, a advogada paquistanesa Asma Jahangir, morta em fevereiro deste ano, e a Front Line Defenders, uma organização irlandesa que trabalha para proteger defensores de direitos humanos.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Não precisa sofrer. Carnaval começa cedo em 2021

Com a chegada da quarta-feira de Cinzas, está declarado o fim do Carnaval 2020… Ok, vai… Dá para fazer mais um bota fora na sexta e sábado dessa semana, pois, como sempre, brasileiro dá o …

Coronavírus: antiga vacina pode ter resposta para prevenção contra Covid-19

Novos casos do coronavírus SARS-CoV-2 continuam a se espalhar pelo mundo, mesmo que em velocidade menor de propagação, e sem nenhuma vacina ou medicamento para a prevenção — pelo menos até agora. Já são mais de …

Líderes políticos condenam apoio de Bolsonaro a ato anti-Congresso

Presidente teria compartilhado com aliados convocação para manifestações a seu favor e contra o Legislativo. Lula, FHC, OAB e outras lideranças alertam contra ameaça às instituições democráticas e à Constituição. Líderes políticos de várias correntes e …

A menina de 6 anos que foi presa por se comportar mal na escola nos EUA

Imagens gravadas pela câmera corporal de um policial mostram o momento em que uma criança de seis anos foi presa em uma escola de Orlando, na Florida, em setembro de 2019. As mãos da menina foram …

Achado 'elo perdido' bacteriano fundamental a pensamento e memória do ser humano

Os canais de cálcio que se abrem e fecham em resposta a sinais elétricos no cérebro são essenciais para o pensamento, memória e contrações musculares. A descoberta de um canal de cálcio que é possivelmente um …

Novo estudo aponta Uber e Lyft como responsáveis por aumento de 70% da poluição

Um novo estudo divulgado pela Union of Concerned Scientists nesta terça-feira (25) afirma que as viagens feitas em carros de apps como o Uber e o Lyft foram responsáveis por um aumento de 69% nos …

Brasil tem primeiro teste positivo para coronavírus

Pela primeira vez, o teste em um paciente no Brasil deu positivo para o novo coronavírus causador da doença Covid-19. Segundo divulgou o Ministério da Saúde nesta terça-feira (25/02), trata-se de um homem de 61 …

Tese diz que ‘Parasita’ se inspirou em filme de Sérgio Mallandro e assusta por coerência

E se toda a inspiração do mago do cinema Bong Joon Ho viesse das grandes pérolas do nosso cinema dos anos 90? O diretor e roteirista de parasita já se declarou um fã da sétima …

Cientistas: a primeira vida alienígena que encontrarmos provavelmente será inteligente

Segundo cientistas do SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), é mais provável que encontremos evidências de vida extraterrestre inteligente antes de encontrarmos microrganismos aliens, por exemplo. Por quê? Se você costuma ler notícias sobre a busca científica …

'Marte está vivo': sonda da NASA registra sismos no Planeta Vermelho

Os resultados dos primeiros 10 meses de observações da sonda InSight da NASA em Marte conseguiram revelar que o Planeta Vermelho é um mundo sismicamente ativo. "Marte está vivo", comentou a missão InSight no Twitter, acrescentando …