Indígenas temem mais retrocessos com governo de Bolsonaro

José Cruz / Agência Brasil

Participantes do VII Congresso Mesoamericano expressaram preocupação com os retrocessos contra os direitos dos povos indígenas no Brasil a partir de janeiro do próximo ano, após a posse de Jair Bolsonaro.

As lideranças indígenas que participam do evento também criticaram as polêmicas propostas do presidente eleito de aproveitar os recursos naturais em territórios demarcados e as declarações de Bolsonaro sobre o meio ambiente.

Segundo os participantes do congresso, Bolsonaro defendeu reiteradas vezes durante a campanha grandes produtores rurais e empresas de mineração que reivindicam posse sobre terras de reservas indígenas.

Levi Sucre, costa-riquenho da etnia Bri Bri e coordenador da Aliança Mesoamericana de Povos e Florestas (AMPB), que organiza o congresso, disse a jornalistas que o momento é de analisar a situação e exigir que Bolsonaro respeite os direitos dos indígenas.

Sucre alertou a comunidade internacional sobre a “intensificação de uma política mais agressiva, que está pondo em risco nossos direitos como povos indígenas, nossos recursos naturais e as florestas onde convivemos desde os nossos ancestrais”.

Além disso, o coordenador da AMPB declarou que a entidade irá resistir a qualquer atropelo e se solidarizar com os “irmãos brasileiros e de qualquer país do mundo que seja alvo de perseguição ou de ataques para defender seus direitos”.

Líder do grupo Povos Indígenas do Brasil, Valeria Paye disse que está preocupada com as declarações de Bolsonaro, que, segundo ela, “motivaram criminalização de nossos líderes e a liberação de territórios que já estão demarcados para que possam entrar empresas e o capital”.

“E há também o anúncio feito pelo presidente (durante a campanha) que não somente não vai demarcar novos territórios indígenas, mas vai acabar com o ativismo dos movimentos sociais. Os indígenas é o primeiro movimento que está ameaçado”, ressaltou.

No Brasil, cerca de 600 reservas indígenas, equivalentes a 13% do território nacional, estão demarcadas, mas existem muitas outras áreas reivindicadas por tribos a espera de delimitação.

Também preocupa, segundo Paye, o anúncio de Bolsonaro de retirar o Brasil do Acordo de Paris sobre a Mudança Climática. O presidente eleito, no entanto, recuou e já afirmou que o país seguirá fazendo parte do pacto.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Quando o Brasil foi descoberto todo o território era indígena. Cabral, ao se dar conta disso, deveria então ter dado meia volta, retornado a Portugal e reportado ao Rei que não se pode explorar territórios demarcados.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …

Facebook encerra contas do exército birmanês devido ao recurso à violência

A rede Facebook anunciou hoje em comunicado ter encerrado as contas vinculadas à junta militar birmanesa devido ao uso da "violência mortífera" contra os manifestantes que têm protestado contra o golpe militar perpetrado no …

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …

Chinês é condenado a pagar indemnização à ex-mulher por trabalho doméstico

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira (24/02). O …