Juiz bloqueia em parte financiamento de muro EUA-México

Magistrado dá razão a coalizão de 20 estados e ONGs ambiental e de direitos civis, sustando temporariamente o desvio de US$ 6,6 bilhões, decretado por Trump sob alegação de emergência nacional na fronteira sul.

Um juiz federal dos Estados Unidos emitiu nesta sexta-feira uma ordem que bloqueia temporariamente a decisão do presidente Donald Trump de desviar 6,6 bilhões de dólares do orçamento do Pentágono e do Tesouro para a construção de um muro na fronteira com o México.

O magistrado Haywood Gilliam, do tribunal de Oakland, Califórnia, deu razão a uma coalizão formada por 20 estados, em sua maioria governada por democratas, uma organização ambiental e outra de defesa dos direitos civis, que processaram o governo federal.

“A posição que, quando o Congresso rejeita a solicitação do Executivo para alocar recursos, o Executivo pode simplesmente encontrar uma fórmula para gastar os fundos ‘sem o Congresso’, não se encaixa com os princípios fundamentais da separação de poderes que se remetem à origem da República”, declarou Gilliam.

O Congresso aprovou em fevereiro 1,375 bilhão de dólares para a construção do muro, muito longe dos 5,7 bilhões de dólares exigidos por Trump. Ele então declarou emergência nacional na fronteira sul, com o objetivo de obter os fundos sem necessidade da autorização do Legislativo, cuja Câmara Baixa é controlada pelos democratas.

Com a emergência nacional, o governo realocou para o muro cerca de 6,6 bilhões de dólares previamente aprovados para o Pentágono e o Departamento do Tesouro. Somada ao 1,375 bilhão de dólares destinados pelo Congresso, a verba desviada serviria para a construção de aproximadamente 376 quilômetros de muro, permitindo ao presidente começar a cumprir sua principal promessa de campanha.

A decisão desta sexta-feira, que é temporária e urgente enquanto o juiz segue estudando o caso, antes de tomar uma decisão final, vem justamente uma semana depois de tanto o governo quanto as partes litigantes defenderem suas posições nos tribunais.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Testemunhas de Jeová condenados na Rússia por suposto extremismo

Penas vão de dois a três anos e meio de prisão. Denominação é ilegal na Rússia desde 2017, vista pela Igreja Ortodoxa, com apoio de Putin, como "seita estrangeira que mina instituições estatais". Advogados vão …

Recordista em indicações, "Game of Thrones" terá última batalha no Emmy

Com um recorde de 32 indicações, "Game of Thrones" participará na noite de domingo (22) da cerimônia do Emmy pela última vez e, de quebra, tentará se tornar a primeira produção a conquistar os prêmios …

O homem que recebeu picadas de 200 cobras em nome da ciência

A cada cinco minutos, uma pessoa morre vítima de picada de cobra no mundo. Quatro outras ficam permanentemente inválidas. Mas há aquelas que estão colocando a própria vida em risco para buscar um soro antiofídico …

Trump anuncia sanções contra Banco Nacional do Irã

O presidente norte-americano, Donald Trump, declarou nesta sexta-feira (20) que os EUA estão introduzindo sanções ao banco nacional do Irã. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa na Casa Branca. O presidente dos EUA não …

Jovem convidado à cúpula do clima da ONU foi bloqueado por ministro Ricardo Salles

João Henrique Alces Cerqueira, estudante de engenharia ambiental e militante ecologista de 27 anos, é um dos 100 jovens “campeões do clima” que receberam o chamado “tíquete verde” da ONU, um convite para viajar a …

Área 51: começam os preparativos para invadir a base

Cidadãos de diferentes partes dos Estados Unidos iniciam preparativos para suposta invasão da Área 51 para libertar alegados seres alienígenas. Hoje é dia 20, dia de invadir a base americana Área 51. É exatamente com esta …

Pesticidas teriam causado "síndrome de Havana"

Estudos clínicos sugerem que sintomas misteriosos que afetaram diplomatas americanos e canadenses em Cuba podem ter sido provocados por agentes neurotóxicos usados em pesticidas para combater mosquito da dengue. Os sintomas misteriosos que afetaram nos últimos …

Marielle, Raoni, Claudelice, Jean Wyllys: brasileiros concorrem ao Prêmio Sakharov 2019

A ex-vereadora do PSOL Marielle Franco, assassinada em março do ano passado no Rio de Janeiro, o líder Caiapó Raoni, o ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL) e a defensora da Amazônia Claudelice Silva dos Santos …

Protestos pelo mundo pedem ações contra mudanças climáticas

Manifestações iniciadas pelo movimento Greve pelo Futuro ocorrem em mais de 150 países, inclusive no Brasil. Na Austrália, 300 mil pessoas saíram às ruas. Greta Thunberg lidera manifestações em Nova York. Manifestações pedindo ações políticas concretas …

Tiroteio deixa morto e vários feridos em Washington

Uma pessoa morreu e várias outras ficaram feridas em um tiroteio ocorrido na noite desta quinta-feira nas ruas de Washington, D.C., conforme relatou a imprensa local. Até o momento, são poucas as informações disponíveis sobre o …