Trump aprova construção do muro na fronteira com o México (que se recusa a pagar)

Agência Brasil

Muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México

Muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta quarta-feira (25) uma ordem executiva para dar início à construção de um muro ao longo da fronteira com o México.

A construção do muro é uma das mais polêmicas propostas da campanha eleitoral de Trump, que insiste em que o México pagará pela obra de alguma forma.

Um artigo do jornal Washington Post, assinado por Jerry Markon e Lisa Rein, observa que a ordem executiva assinada pelo presidente Donald Trump não é suficiente para erguer o muro na fronteira com o México. Depois de ouvir especialistas, o jornal afirma que a obra também precisa da autorização do Congresso para o seu financiamento.

Segundo cálculos dos especialistas, os fundos federais existentes não cobrem a execução do projeto. Para fazer frente à obra, serão necessários US$ 20 bilhões, ou “talvez significativamente mais”, de acordo com peritos ouvidos pelo The Washington Post. O que justifica gastar tanto dinheiro é a montagem de uma estrutura maciça para o muro, conforme explicaram os peritos.

Essa quarta-feira, Trump ordenou também o congelamento de recursos públicos para cidades que se negam a prender e a deportar imigrantes em situação irregular.

“O México não pagará por nenhum muro”

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, já respondeu que seu país não pagará pelo muro ordenado por Trump. Em mensagem divulgada em rede nacional logo após Trump assinar o decreto que autoriza a construção do muro – uma das promessas de campanha mais controversas do magnata republicano -, Peña Nieto exigiu “respeito” dos Estados Unidos (EUA) com o México, “uma nação soberana”.

“Lamento a decisão dos Estados Unidos de continuar a construção de um muro que, em vez de nos unir, divide”, afirmou o mexicano, criticando o presidente norte-americano. “O México não acredita em muros, disse isso mais de uma vez. O México não pagará por nenhum muro“, rebateu Peña Nieto. O presidente mexicano também anunciou que “analisará os próximos passos que tomará”, baseando-se no resultado de reuniões de alto nível que devem ocorrer nos próximos dias em Washington com representantes dos dois governos.

Circulam boatos na imprensa mexicana de que Peña Nieto poderia até cancelar uma viagem oficial que tem agendada para terça-feira (31) aos Estados Unidos. Membros de seu gabinete, como o chanceler Luis Videgaray e o ministro da Economia, Ildefonso Guajardo, já estiveram em Washington e se encontraram com o gabinete de Trump.

O presidente tomou posse no último dia 20 de janeiro, após vencer as eleições de novembro contra a candidata democrata, Hillary Clinton. Durante toda a campanha eleitoral, ele prometeu construir um muro na fronteira com o México e endurecer as leis imigratórias nos EUA. Segundo analistas, o muro tem custo estimado em US$ 12 bilhões.

Trump já ameaçou confiscar remessas de mexicanos que vivem nos EUA, caso o país vizinho se nege a pagar pela obra. O muro teria 3.200 km de extensão, sendo que 1.046 km seriam cobertos por cercas. A barreira passaria por Matamoros, Ciudad Juarez, El Paso e Tijuana.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas desenvolvem holograma com som e toque iguais aos de Star Wars

Quando pensamos em desenvolver tecnologias baseadas nos filmes de Star Wars, a primeira, segunda e terceira coisa que passa pela cabeça dos fãs é a criação de sabres de luz da vida real. Mas, para os …

Secom diz que não há 'indicativo de câncer de pele' em Bolsonaro

Após o presidente Jair Bolsonaro declarar que tinha feito exame para investigar "possível câncer de pele", a Secretaria de Comunicação da Presidência disse por nota que não havia qualquer indicativo da doença. O chefe de Estado …

Evo Morales vai fazer da Argentina o seu comitê de campanha para as eleições na Bolívia

Em uma operação secreta, o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou à Argentina de onde vai comandar a campanha do seu partido para as próximas eleições. Depois de passar quase um mês no México, …

Boris Johnson vence por ampla margem no Reino Unido

O Partido Conservador do atual primeiro-ministro, Boris Johnson, conquistou a maioria absoluta dos assentos no Parlamento do Reino Unido nas eleições realizuadas nesta quinta-feira (12/12) no país. Esse resultado eleitoral garante ao premiê o número …

Simples e atemporal, azul clássico é a cor de 2020, segundo a Pantone

A cor do ano de 2020 será o Classic Blue, um azul clássico que oferece estabilidade e conexão. Quem diz isso é a Pantone, a principal empresa de cores do mundo, que oferece o sistema …

Segredos do idioma dos orangotangos são revelados

Um novo estudo da Universidade de Exeter (Inglaterra) desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os pesquisadores passaram dois anos filmando mais de 600 horas do comportamento …

Exaustos com o Brexit, britânicos vão às urnas pela quarta vez em quatro anos

O Reino Unido está indo às urnas nesta quinta-feira (12) para o que está sendo chamada de a eleição mais importante desta era. Os britânicos estão diante de duas escolhas: apoiar o primeiro-ministro conservador Boris Johnson e …

VÍDEO da NASA revela degelo dramático das geleiras do Alasca

Vídeo recém-publicado mostra derretimento de geleiras e calotas de gelo do Alasca visto do espaço. Algumas imagens revelam mudanças de quase 50 anos, e dão aos cientistas novas ideias relacionadas aos efeitos das mudanças climáticas …

Greta Thunberg é eleita Pessoa do Ano pela "Time"

Revista dedica capa à jovem adolescente sueca por liderar a maior manifestação pelo clima na história da humanidade e diz que mudanças significativas raramente ocorrem sem a força mobilizadora de indivíduos influentes. A ativista sueca Greta …

Companhia aérea adota copos comestíveis para substituir descartáveis

A redução do uso de plástico como medida de combate à poluição é necessidade urgente e, ainda que cada um de nós seja parte desse destrutivo consumo, é sabido que a diferença se dá de …