Começa julgamento de Harvey Weinstein por agressões sexuais

thomashawk / Flickr

Harvey Weinstein

Dois anos depois de uma série de reportagens que detalharam alegações de assédio sexual e agressão protagonizadas Harvey Weinstein, começa nesta segunda-feira o julgamento do ex-produtor de cinema na cidade de Nova York.

Weinstein foi denunciado por assédio, agressão sexual e estupro por mais de 80 mulheres, por atos que teria praticado ao longo de 40 anos. Ele será julgado por cinco crimes sexuais.

Entre as mulheres que denunciaram o produtor estão as atrizes Ashley Judd, Gwyneth Paltrow, Uma Thurman e Salma Hayek. Para muitos, o veredito contra Weinsten tem um significado que vai muito além dos crimes cometidos por ele. Um julgamento que promete marcar o debate público nas próximas semanas e condenar o ex-produtor a passar o resto de seus dias na cadeia.

Harvey Weinstein, de 67 anos, é co-fundador da Miramax e chegou a ser apelidado de “Deus de Hollywood” por Meryl Streep, tamanha era sua influência na indústria do cinema e da televisão. Ele produziu filmes como “Pulp Fiction”, “O paciente inglês” e ” Shakespeare Apaixonado”, entre tantos outros que receberam mais de 300 indicações ao Oscar e 81 estatuetas.

Sua fortuna pessoal chegou a mais de U$ 200 milhões. As investigações publicadas em 2017 no The New York Times e na revista The New Yorker originaram um escândalo que acabou com sua carreira, seu casamento e sua reputação.

As denúncias contra ele deram origem ao movimento #MeToo, que levou milhares de mulheres a trazerem à tona abusos e agressões sexuais e derrubou dezenas de homens poderosos. Se considerado culpado, Weinstein será a segunda celebridade de peso condenada por crimes sexuais depois do comediante Bill Cosby, em 2018. Por isso, apesar de não ser televisionado, o julgamento é considerado histórico e será acompanhado de perto.

Duas mulheres e cinco crimes

Apesar de ter sido acusado por mais de 80 mulheres, apenas denúncias de agressão sexual de duas mulheres resultaram em processos criminais que serão tratados pela Corte. O primeiro é o estupro de uma mulher, cuja identidade é mantida em anonimato, em um quarto de hotel em Nova York em 2013.

O segundo caso trata de abuso sexual contra a ex-assistente de produção Mimi Haleyi em 2006. Haleyi afirma que Weinstein a obrigou a receber sexo oral enquanto estavam em seu apartamento em Nova York, apesar de ela se negar reiteradamente.

O ex-produtor nega as acusações de sexo não-consensual e está em liberdade após pagar uma fiança de U$ 1 milhão. Desde que as acusações foram feitas, Weinstein foi expulso da Academia de Cinema dos Estados Unidos e da própria empresa, a The Weinstein Company. Sua mulher o deixou e o ex-produtor internou-se em um centro de reabilitação para tratar a dependência ao sexo.

Grandes estrelas de Hollywood ficam de fora

O julgamento acontece na Suprema Corte do estado de Nova York, em Manhattan. O processo começa com a seleção do júri, no qual 12 jurados imparciais são selecionados para o restante do julgamento. Esta etapa deve durar duas semanas. Além das duas acusadoras, serão testemunhas a atriz Annabella Sciorra, que apareceu na série “A Família Soprano”, e três outras mulheres cujas identidades são desconhecidas, mas foram autorizadas a testemunhar no julgamento.

Embora não seja esperada a presença de nenhuma das estrelas que acusaram Weinstein de assediá-las ou abusar delas, como Ashley Judd, Gwyneth Paltrow ou Angelina Jolie, algumas como Rosanna Arquette planejam estar presentes em algumas das audiências. Ao todo, espera-se que o julgamento dure entre seis e oito semanas.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …